Alopecia em cães: o que é alopecia em cães, causas, sintomas e tratamentos

Alopecia em caes -o que e alopecia em caes-causas-sintomas-tratamentos

Os nossos amados pets, infelizmente, não estão livres de doenças, mas algumas delas podem ser tratadas assim que são descobertas. É o caso da alopecia em cães, caracterizada por perda de pelos.

A alopecia é uma doença comum entre homens e que também pode afetar as mulheres, sendo conhecida como calvície (perda de cabelos).

Alopecia em caes -o que e alopecia em caes-causas-sintomas-tratamentos

Também chamada de alopecia X, o problema de pele atinge tanto machos quantos fêmeas, castrados ou não, mas existe uma incidência maior em determinadas raças: Poodle, Spitz Alemão, Chow-chow e Husky Siberiano.

Entenda o que é, causas e tratamentos da alopecia em cães. Acompanhe este artigo!

 

O que é alopecia canina?

 

A alopecia em cães (chamada também de alopecia canina ou alopecia X) é uma doença hereditária que provoca perda de pelos em cães, sendo muito comum na raça nórdica (Spitz Alemão, Poodle, Chow-chow, Husky Siberiano, Malamute do Alaska) e em raças mestiças provenientes dessas citadas.

A doença foi descoberta nos Estados Unidos em 1990, tendo recebido o nome de Black Skin Disease, porque a pele do animal fica escura na área em que houve perda de pelos.

As regiões do corpo mais afetadas são a cauda, o tronco e o períneo, e muito embora não atinge o organismo, a alopecia pode levar a infecções de pele em cães.

 

Sintomas

 

Como mencionado neste artigo, a alopecia em cães não afeta o organismo, já que é uma condição apenas estética.

Entretanto, seus sintomas podem ser incômodos e prejudiciais à saúde, uma vez que a pele do animal tem a função de proteger seu corpo contra as agressões externas, como sol e poeira.

Por conta disso, a pele do cão resseca e pode gerar infecções, além de mudar de cor. A infecção, se não for bem tratada, atrai insetos (principalmente moscas) por causa do mau cheiro.

 

Causas da alopecia em cães

 

As causas mais comuns da alopecia canina são:

  • estresse;
  • alergias;
  • deficiência de hormônios sexuais e/ou crescimento;
  • medicamentos e vacinas que causam efeito colateral;
  • lambidas e mordidas sempre na mesma região;
  • parasitas e fungos.

Embora a alopecia em cães seja comum no tronco, períneo e na cauda, essa doença também pode atingir as laterais quando o cão lambe e morde o mesmo local.

 

Como tratar a alopecia canina?

 

Os sintomas da alopecia X só aparecem nos cães entre 8 meses a 5 anos. Antes disso é difícil diagnosticar o problema, e após a idade de 5 anos, se não apareceram os sintomas, é porque não há risco de alopecia.

Um tratamento mais indicado é o uso do hormônio melatonina, produzido pelo próprio animal e pelo ser humano também.

A melatonina pode resolver em alguns casos, mas também é necessário aliar aos tratamentos naturais. Esses tratamentos incluem evitar expor a pele afetada do animal e hidratá-la com produtos específicos.

A alopecia em cães é um problema estético, mas que pode se agravar caso apareça infecções, e mais ainda se elas não forem tratadas adequadamente.

Se você suspeita que o seu cão sofre de alopecia, leve-o ao veterinário para fazer exames, independente de ser a raça mencionada neste artigo ou não. Qualquer alteração na pele do animal precisa ser verificada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *