Gestação saudável

Quais as dicas para ter uma gestação saudável? Se você ainda não descobriu, confira quais as informações que toda mãe de primeira viagem precisa saber para poder cuidar bem da sua saúde e do seu bebê, aqui neste artigo!

Quando se descobre a gravidez, é comum que as mamães de primeira viagem se sintam felizes e confusas com a nova fase, pois após contar a novidade, os amigos, famílias e outras mulheres, começam a despejar sobre você, milhares de informações complicadas de assimilar. O que causa uma pequena angústia e medo.

Mas, não se preocupe, isso é bom. Demonstra que está preocupada com o bem estar da sua saúde e do seu bebê, além disso, ninguém nasce sabendo, e aqueles registros de momentos lindos e tranquilos, como nas fotos de ensaio gestante, ensaio de parto, entre outros, que podemos acompanhar na internet, nem sempre são assim.

A mulher passa por muitos desafios, e não vamos mentir, alguns deles são sim, assustadores. Mas, se você souber como lidar com eles diante de cada situação, enfrentará tudo como força e dedicação, como toda mãe faz.

Confira a seguir quais as dicas para ter uma gestação saudável e quando você deve se preocupar:

10 Dicas para ter uma gravidez saudável

Dicas para ter uma gestação saudável
Dicas para ter uma gestação saudável

Obter atendimento pré-natal precoce

Se você planeja iniciar uma família, ou acabou de descobrir que está esperando um bebê, deve imediatamente, iniciar o pré-natal, pois ele é essencial para você e seu bebê. Durante sua primeira visita ao médico, você poderá confirmar sua gravidez e rastrear determinadas condições médicas que podem levar a complicações, a fim de iniciar tratamentos e cuidados que possam evitá-las.

Manter uma dieta saudável

Embora seja bom ceder ocasionalmente aos seus desejos durante a gravidez, é importante ter em mente que você normalmente só precisa de 300 calorias adicionais por dia em sua dieta, e que a mesma deve ser rica em vitaminas, minerais, proteínas, etc.

Garanta a quantidade adequada de proteínas, cálcio, ferro, e outros nutrientes suficientes, todos os dias.

Tomar vitaminas pré-natais

Pergunte ao seu médico quais vitaminas pré-natais são melhores para você e seu bebê, particularmente a quantidade de ácido fólico e cálcio necessária. As vitaminas pré-natais garantem que você esteja dando ao bebê as vitaminas e os nutrientes importantes que ele precisa, como ácido fólico, ferro, cálcio e DHA.

Essas vitaminas desempenham um papel importante no desenvolvimento dos ossos, visão e cérebro.

Pratique exercícios regularmente

O exercício diário regular aumenta sua chance de ter um parto normal e ajuda a gerenciar os desconfortos comuns da gravidez. O exercício também pode ajudar na recuperação pós-parto.

No entanto, se você não se exercitou regularmente antes de engravidar, consulte seu médico antes de iniciar um regime de exercícios.

Escute seu corpo

O primeiro e o terceiro trimestre vêm com fadiga, que é a maneira do seu corpo dizer para você relaxar. Portanto, ouça seu corpo e sente-se com um bom livro ou tire uma soneca quando estiver cansada.

Elimine o álcool e limite a cafeína

É importante cuidar bem do seu corpo durante a gravidez, principalmente, para evitar complicações no desenvolvimento do bebê.

Recomendamos que você evite o álcool, limite a ingestão de cafeína e evite qualquer medicamento sem receita durante a gravidez.

Entregar-se ao álcool pode afetar adversamente o cérebro ou o desenvolvimento da coluna vertebral do bebê, excesso de cafeína foi associada a um caso mais elevado de aborto espontâneo, e os medicamentos sem receita médica podem levar a defeitos congênitos ou problemas comportamentais.

Limite sua exposição a substâncias química

Se você trabalha com substâncias químicas ou outras substâncias conhecidas por causar defeitos congênitos, é importante tomar as medidas necessárias para proteger seu bebê.

Também é importante usar soluções de limpeza doméstica não tóxicas durante a gravidez para limitar o risco de exposição.

Visite o seu dentista

As alterações hormonais durante a gravidez podem deixá-la com um risco aumentado de gengivite. Os níveis aumentados de progesterona e estrogênio interagem com as bactérias da placa, levando a gengivas inchadas, sensíveis ou sangrando.

Usar protetor solar

Sua pele é mais suscetível a queimaduras solares e cloasma (manchas escuras e manchadas no rosto) durante a gravidez, por isso é importante aplicar um filtro solar com pelo menos 30 FPS ou mais e evitar bronzeamento artificial.

Saiba quando ligar para o médico

Se você tiver algum dos seguintes sintomas, recomendamos que entre em contato com seu médico:

  • Sangramento vaginal ou vazamento de líquido
  • Contrações com 20 minutos de intervalo ou menos
  • Dor de qualquer tipo
  • Cãibras fortes
  • Palpitações cardíacas
  • Tonturas ou desmaios
  • Diminuição da atividade do bebê
  • Falta de ar

Essas são algumas dicas básicas, as quais, provavelmente, serão ditas a você em seu pré-natal, mas elencamos as mesmas aqui, porque segui-las é de extrema importância para garantir uma gestação saudável.

flor sino dourado

Os sinos-dourados são flores pequenas e delicadas, sendo perfeitas para decorar os jardins externos. Esta planta tem o nome científico de Forsythia x intermedia, que também pode ser conhecida pelo nome popular de Forsítia, que pertence à família Oleaceae, o que lhe confere à característica de arbusto, tendo ramagem ereta e a arqueada com caules delgados.

Muda

O sino dourado é um arbusto lenhoso e muito florido. É uma planta híbrida obtida através do cruzamento de duas espécies chinesas, a Forsythia Suspensa e a Forsythia Viridissima. 

É um arbusto de pequeno porte que pode alcançar até 3 metros de altura e 5 metros de largura. As flores surgem no início da primavera em grupos, enchendo os ramos em todo seu comprimento, quando ainda estão despidos de folhas.

Devido a seu crescimento rápido e floração exuberante, este arbusto ganha muito destaque no jardim, onde pode ser utilizado isoladamente, como destaque também em pátios, mas também é muito utilizado na composição de cercas vivas, formando belíssimos caminhos.

As flores sinos-dourados são originárias do continente europeu, tendo maior facilidade para se desenvolver nas regiões com o clima Tropical, Subtropical, Mediterrâneo, Temperado e Continental. Esta flor costuma ser mais resistente, mas carecem de cuidados específicos para que ela possa crescer. Saiba abaixo como cultivar os sinos-dourados e quando essas flores florescem:

Quando Florescem os Sinos-Dourados:

flor sino dourado

As flores sinos-dourados possuem um ciclo de vida perene, ou seja, têm capacidade para florescerem durante todo o ano, apresentando uma floração mais intensa durante a primavera. Se for cultivada da maneira correta, esta planta pode atingir de 2 a 3 metros de altura, evidenciado um conjunto de flores em formato de cone no tom amarelo intenso.

Para aprender arranjos florais, é necessário algumas aulas e práticas para ter belos arbustos.

Como Cultivar as flores sinos dourados

As flores sinos-dourados crescem em formato de arbusto, logo é recomendado plantá-las em um jardim externo. O ideal é fixar a planta em uma área que recebe a luz solar, pelo menos, 4 horas por dia e tenha meia sombra, além de contar com um solo leve e bem drenável.

Essas plantas crescem em arbusto, podendo ser as suas ramificações manipuladas por filetes, sendo uma dica importante para quem deseja plantar a flor perto de cercas altas. As flores sinos-dourados devem ser regados de forma regular em torno de 2 vezes por semana, mas com cautela para que o a terra não fique encharcada e prejudique a raiz da planta. Também é recomendado enriquecer o solo com matéria orgânica para fortalecer o crescimento da planta para que ela cresça saudável.

A cozinha é a parte que nutre a casa de qualquer pessoa. É uma área muito importante para trabalhar o Feng Shui. Se você não sabe como melhorar a energia da sua cozinha, então este artigo é para você. Continue lendo para descobrir o mais importante em termos das energias do Feng Shui neste local da casa de acordo com as cores que você deseja escolher para decorá-lo.

As cores nos dão muita emoção e agora, se você quer decorar sua cozinha com cores que também lhe dão boa energia, então você deve entender que existem algumas cores incomuns que você também pode incorporar na decoração de sua cozinha. Você pode escolher a cor para as paredes, os móveis … e até combinar as cores que você cria que melhor se encaixam para aumentar a energia.

A cor cinza

Quando uma cozinha cinza é apontada, ela terá excelente energia de feng shui: quente, espaçosa, aconchegante; e o tom específico da cor cinza tem uma qualidade de energia suave e nutritiva. Embora não seja a cor mais popular para cozinhar, o cinza está tendo um ótimo retorno e pode criar uma excelente energia de feng shui se você souber usá-la corretamente.

Com boa luz natural e detalhes sutis em outras cores (como vermelho ou amarelo) será uma excelente cozinha com boa energia feng shui.

Céu azul e terra cor marrom

Embora a cor azul possa ser uma cor de feng shui desafiadora para a cozinha, ela pode ser combinada com a cor marrom-terra para equilibrar a energia. Você pode fazer uma ótima combinação de cores frescas e a energia natural que ela traz, de alguma forma parecida com o céu e a terra, e será uma cozinha fresca e natural.

Verde e amarelo

A combinação de cores verdes e amarelas na cozinha é sempre uma excelente opção. Essas cores são excelentes para trabalhar o feng shui na cozinha. A “dose” de cor é feita com grande habilidade; Deixa você querendo mais. A cozinha deve ter um grande equilíbrio no jogo de cores criativas e quentes em combinação com outras cores mais frias ou neutras. Desta forma, você pode criar um excelente equilíbrio com energias calmantes e lúdicas.

A cor branca

A cor branca nunca sai de moda nas cozinhas. Há algo sobre a simplicidade e frescura da cor branca que permite que uma amada cozinha ganhe vida. Para quem gosta de cozinhar, entrar em uma cozinha branca bem projetada é como começar uma nova pintura: uma tela nova , um novo começo todas as manhãs.

Você pode combinar branco com tons quentes de madeira que dá uma atmosfera rústica charmosa; uma variedade de cerâmica branca e o efeito de resfriar os detalhes na cor metálica. Você já está imaginando?

Em preto

Você achou que a cor preta não poderia ser parte de uma cozinha de feng shui? De que nada, se você gosta de preto, você também pode usá-lo. A cor preta aproxima você da dinâmica de Ying Yang, combinando preto com branco e outras cores que você também pode usar para equilibrar energias como amarelo ou roxo.

Em vermelho

A cor vermelha fornece energia e, embora não seja fácil trabalhar com essa cor, a energia vibrante dessa cor deve ser usada na quantidade certa. Essa cor tem uma forte presença e não precisa parecer sobrecarregada para as energias estarem corretas.

Você pode combinar a cor vermelha com branco e também colocar detalhes de aço inoxidável para esfriar a sensação de calor em excesso de vermelho. Se você souber usar bem a cor vermelha em sua cozinha, será um grande sucesso sem dúvida.

Em rosa

Assim como o preto, você acha que o rosa não é uma boa cor para o feng shui? Você estava errado, se é assim que você pensou. A cor rosa pode funcionar na cozinha e pode até ajudá-lo a se sentir melhor nesta sala. Uma cor rosa é bonita e doce e se usada corretamente, será um grande sucesso.

Você pode adicionar um pouco de laranja e será realmente uma excelente combinação de cores para uma cozinha. E se você também adicionar a cor branca? Melhor que melhor.

Você notou a grande quantidade de cores que você pode incorporar em sua cozinha para melhorar as energias através do Feng Shui? Melhorará a qualidade de vida da sua casa, da sua cozinha e da sua relação com tudo o que a cozinha envolve, como comida, culinária e muito mais. Mesmo que você use a cozinha para conversar com seus entes queridos ou que seja um ponto de encontro, você também pode se beneficiar de toda a boa energia que essas cores lhe trazem que mencionamos acima.

Para saber mais sobre decoração, corte e costura: https://madric.com.br/curso-de-corte-e-costura/

Cupons_de_Desconto

Explicaremos sobre os cupons de desconto do AliExpress para obter descontos em sua compra na gigante digital chinesa. É um método muito popular com o qual, em tempo hábil, você pode obter descontos extras adicionados aos que já podem ter um produto em uma loja por padrão.

Cupom_de_Desconto

Começaremos explicando o que são cupons do AliExpress, onde mencionaremos os tipos existentes e como você pode obtê-los. E então terminaremos explicando o processo simples com o qual você poderá resgatar os cupons posteriormente, exatamente quando estiver prestes a concluir a compra e pagar.

O que são cupons AliExpress

Os cupons do AliExpress são códigos com os quais você pode obter descontos nas compras feitas. Dessa forma, se você for comprar um produto que vale uma certa quantia, poderá encontrar cupons com os quais pode reduzir o preço em uma porcentagem, ou eles oferecem X euros com os quais a compra é mais barata.

O AliExpress não é tanto uma loja on-line, mas você pode pensar nela como uma plataforma, uma espécie de shopping center onde você encontrará várias lojas ou vendedores com seus próprios produtos. Como tal, haverá vendedores cada vez menos confiáveis ​​e nem sempre haverá cupons que você poderá usar com todos.

No site do AliExpress, quando você passa o mouse sobre o seu perfil, um menu é exibido e, se você clicar na opção Meus cupons , acessará uma página na qual poderá ver todos os itens existentes no seu perfil. Nele, a web diferencia três tipos diferentes de cupom , cada um com suas próprias características.

  • Cupom AliExpress : Estes são os cupons que o site próprio do AliExpress oferece para que você possa usá-los praticamente em qualquer loja do site. Esses cupons podem chegar até você ocasionalmente e geralmente têm uma data de validade e condições como despesa mínima.
  • Cupom do vendedor : o AliExpress permite que cada vendedor emita e distribua seus próprios cupons para atrair clientes. Esses cupons são válidos apenas para um único vendedor e também estão sujeitos a uma data de validade e condições como uma certa quantia gasta em uma compra.
  • Cupom de seleção AliExpress : esse é outro tipo de cupom especial emitido pelo AliExpress e que você pode usar em qualquer loja que os aceite. Eles geralmente são usados ​​para eventos especiais, como as vendas de 11 de 11. Às vezes, eles podem ser oferecidos vários dias antes, embora você não possa usá-los até a data específica em que foram usados ​​para a seleção de produtos aos quais cada um se aplica. . São cupons que você pode combinar com os outros.

Geralmente, existem duas maneiras de obter seus cupons. O primeiro é através do próprio site do AliExpress. Tanto no índice quanto em uma das lojas que você visita, você encontrará cupons nos quais basta clicar no botão Obter para adicioná-los à sua conta. Além disso, você também pode encontrar cupons por código promocional em diferentes páginas de ofertas.

morar_em_Orlando

Localizada no estado da Flórida, especificamente na região conhecida como Flórida Central do Condado de Orange, Orlando é uma cidade com clima temperado e quase tropical, com as temperaturas mais baixas de 26ºC, pois fica próxima às Ilhas do Caribe e As melhores praias dos Estados Unidos. Neste artigo, forneceremos informações sobre como é morar em Orlando.

morar_em_Orlando

Muitos chegam a esta cidade encantados com o sonho da Disney e, após umas férias fabulosas, decidem começar sua vida por lá. Por ser uma área turística, os preços nem sempre são tão baratos, mas se você procurar nas áreas indicadas, poderá obter uma casa com dois quartos e dois banheiros por US $ 140.000 , ou uma com 3 quartos e um banheiro por US $ 197.000. 

No entanto, você deve primeiro localizar as áreas mais econômicas (de acordo com seu orçamento), decidir se vai comprar ou alugar, se é uma residência fixa ou sazonal e, finalmente, procurar aquela que atenda às suas necessidades.

As melhores áreas para se morar em Orlando

Phillips: É um bairro moderno, com uma grande diversidade em restaurantes e lojas famosas, conhecido por se destacar em segurança e por seu excelente sistema educacional. É muito caro, mas se você procura qualidade de vida e excelência de rotinas para sua vida em Orlando, este é o seu lugar.

Metrowest: É conhecida pela diversidade de culturas que a habitam; Você pode encontrar casas e apartamentos de tamanhos e preços variados, de acordo com sua necessidade.

East Orlando: lar dos estudantes da Universidade da Flórida. É um bairro jovem e diversificado, a única desvantagem é que às vezes tem um tráfego um pouco movimentado.

Lago Nona: É uma mistura de campos de golfe que atraem diferentes níveis socioeconômicos. Atualmente, estão construindo a Cidade Médica, a Faculdade de Medicina da Universidade da Flórida Central, um hospital para veteranos e um parque de ciência e tecnologia de 500 acres, dando ao bairro maior prestígio e qualidade de vida.

Reunion Resort: É uma urbanização conhecida como Four Corners por estar entre quatro municípios. É o melhor bairro para comprar, pois fica perto de parques de diversões. Dentro da urbanização, eles têm um spa, complexo aquático, quadras de tênis, restaurantes, cafés e vários locais de entretenimento.

Vantagens de emigrar para Orlando

  • Tem um clima quente que alterna entre chuva e sol ao longo do ano.
  • Possui mais de 600 km de praias, onde você pode caminhar e navegar em suas águas.
  • É uma das cidades com o menor custo do país por não possuir imposto de renda.
  • Estar perto dos parques de diversões mais famosos, custará apenas 10 minutos para chegar e ter memórias incríveis.
  • A interação com diferentes culturas , porque atualmente a população do estado da Flórida é quase imigrante em sua maior parte.

Desvantagens da vida em Orlando

  • Embora tenhamos dito que o clima é excelente, é importante esclarecer que a cidade é atacada por furacões, inundações e tufões sem aviso prévio, pois o clima pode variar.
  • O sistema de transporte é caro e um tanto ineficiente nas conexões, porque há lugares que você não pode alcançar por transporte público.
  • A maioria dos trabalhos a serem dedicados ao turismo é temporária, e você precisa trabalhar mais de três meses por ano para obter sua autorização de residência nesta cidade.

Você já reparou que ultimamente muitas mamães vem aderindo a um colar de tonalidade laranja? Tanto para si mesmas quanto para seus bebês.

Esse colar se trata de uma resina fossilizada chamada âmbar báltico, um acessório muito utilizado há muitos milhares de anos, como uma espécie de remédio natural para crianças, bebês e até mesmo adultos.

Isso devido ao fato de que ao ter contato com a pele do usuário, o âmbar báltico libera diversos benefícios para a saúde e imunidade.

(Ah! e além disso ele funciona bem com animais também)

Mas, antes de qualquer coisa, o que é o âmbar báltico? De onde vem? Como vive? rs

O âmbar báltico é uma resina que habita este planeta há muitos anos, vinda do Mar Báltico, no continente Europeu. 

Uma pedrinha que possui componentes e propriedades que em contato com a pele e o calor humano, possibilita o fortalecimento do sistema imunológico, prometendo ser um remédio natural tanto para doenças palpáveis quanto as psicológicas que afetam o nosso corpo físico. Ele funciona até mesmo para o estresse.

A resina sempre foi utilizada desta forma para dor de garganta, febre, dores de dente, desde a época da idade média, onde tudo começou.

Por isso, muitas pessoas e principalmente mamães estão falando e utilizando bastante, até hoje.

Com o seu maior componente, o ácido succínico, a pedra de âmbar báltico promete ótimos resultados quando estamos naqueles dias de estresse por conta do trabalho, dores de cabeça e garganta, ou dentição e cólicas dos pequenos. 

Atualmente, o âmbar báltico pode ser encontrado na forma de tornozeleira, colar e pulseira como acessórios que costumam ser utilizados no dia-a-dia das pessoas. 

Desta forma, já sabemos que podemos mesclar uma vida saudável e estilo em um só lugar. 

Agora… algumas dicas!

Abaixo vamos deixar algumas dicas de como manter e preservar o seu acessório da melhor maneira: 

1 O primeiro cuidado (e mais importante), segundo médicos e especialistas é não dormir com o colar, com risco de asfixia 

2 Para que o seu efeito seja preservado, não entre em piscina ou tome banho com ele

3 Seja criterioso quando for comprar o seu acessório (dica: pesquise muito)

4 Para uma melhor durabilidade, lave a peça com sal e água corrente (deixando-a secar com o calor do sol)

E não se esqueça: compre o produto em lojas e revendedoras originais, o colar de ambar só funciona se realmente for verdadeiro, por isso separamos um link para você, onde você pode descobrir se a peça é falsificada ou não, acesse esse link

E aí, quer saber mais?

Então fique por aqui! E fique ligado em nossos conteúdos & de nossos parceiros oficiais!

Para esse e outros conteúdos relacionados ao colar de ambar para bebes, e para garantir o seu acessório 100% original, continue acompanhando o blog de nossos parceiros do site do ambar baltico brasil, acessando o link descrito acima. 

Tocando acordes no violão

Para aprender a executar os acordes no violão, você deve começar prendendo inicialmente as informações essenciais sobre o que é um acorde e como ele é produzido no instrumento.

Um acorde é um conjunto de notas que criam uma melodia e são tocadas em um instrumento harmônico.

Acordes em um violão são formados a partir de várias notas que podem ser tocadas em mais de uma corda.

Em geral os acordes são tocados com duas ou três notas, e podem ser mais notas, obviamente. Quando executamos apenas uma nota, não é correto chamar de acorde.

Basicamente, existem dois grandes grupos ou tipos de acordes que são os acordes menores e os acordes maiores.

Se você é novo no mundo do violão, dominar o sistema CAGED deve ser umas das primeiras coisas que você deve fazer. Muitos dos artistas que dominam esses acordes básicos admitem que abriram caminho para a manipulação direta dos outros acordes problemáticos.

Ler um diagrama de acordes

O fator básico que você deve saber quando começar a aprender instrumentos de cordas e conseguir ler um diagrama de acordes. Sem isto, você vai ficar preso e não vai se desenvolver no instrumento.

Um gráfico de acordes é uma ilustração com instruções sobre como tocar um acorde específico corretamente.

Para ter a habilidade de tocar violão com sucesso , deve haver uma excelente interpretação de cada acorde dito dentro do diagrama, e o músico deve aprender da maneira mais correta possível.

Problemas comuns na execução de acordes

Muitos principiantes queixam-se frequentemente de como os seus dedos ficam doloridos depois de terminarem uma sessão prática de violão, mas fique tranquilo isso é uma reação normal.

Se não tiver nenhum incomodo ao praticar acordes no início talvez sim você deva achar algo estranho, talvez você não esteja se dedicando o bastante.

Mas o segredo não é a força e sim o jeito correto de executar os acordes e isso não existe professor ou teoria que possa te falar como é sem que você pegue o violão e fique praticando e praticando, esse “jeito” que todos dizem você vai encontrar somente na prática.

dedos nos acordes

Então, vamos ver alguns problemas comuns que iniciantes encontram na prática inicial dos acordes e como você pode fazer para resolvê-los.

  1. Corte as unhas da mão esquerda. Elas dificultam que você pressione as cordas corretamente e vão fazer seu acorde soar com um som feio e sem vida.
  2. Não deixe seus dedos se deitarem enquanto você faz o acorde, pois eles tendem a silenciar algumas cordas. Este é o erro mais comum que os iniciantes cometem.
  3. Certifique-se de que somente as pontas dos seus dedos da mão esquerda estão pressionando as cordas e nunca o a parte dos dedos onde as impressões digitais são recolhidas.
  4. Lembre-se que você tem que pressionar todas as notas do acorde de maneira uniforme. Muitas vezes os iniciantes pressionam bem as cordas como o polegar e dedo médio, mas dos demais dedos não colocam a pressão adequada.

Com essas dicas tenho certeza que você irá, a partir de hoje, conseguir executar melhor e com mais confiança os acordes no violão e terá muitos benefícios em colocar em prática as dicas que aprendeu aqui.

Se você já teve algum avanço com essas dicas ou tem outra dica que gostaria de compartilhar com os leitores deste blog, deixe seu comentário abaixo e compartilhe esse poste em suas redes sociais.

como-fazer-bebe-dormir

“Você está dormindo?”

É a primeira pergunta que a maioria dos novos pais ouve – e a maioria de nós responde com nossas próprias versões de “não realmente”.

Isso porque o sono do bebê é como o santo graal da paternidade precoce. Não só é necessário para o crescimento e desenvolvimento de nossos bebês (para não mencionar o humor) que é importante para o bem-estar dos pais. Com a constante necessidade de se alimentar da primeira infância para dormir regressões a cada poucos meses, não é de admirar que muitos pais passem noites sem dormir em busca de respostas.

Neste guia, abordaremos as noções básicas sobre os requisitos de sono do bebê, forneceremos dicas para que seu bebê durma com segurança, delinear como estabelecer um cronograma de sono e rotina e fornecer uma visão geral do treinamento para dormir. Se você é um futuro pai, um veterano experiente em busca de novas ideias ou se está lendo isso no meio da noite com um bebê nervoso, não se preocupe. Você vai passar por isso, e nós temos suas costas.

Quanto sono meu bebê precisa?

Os bebês crescem e se desenvolvem rapidamente durante os dois primeiros anos, então precisam de muito sono. De fato, aos dois anos de idade, as crianças passaram cerca de 40% do tempo dormindo. Pode ser difícil, entretanto, avaliar exatamente quanto sono seu bebê precisa em diferentes idades. Enquanto cada bebê é diferente e existe um intervalo para o que é considerado “normal”.

Os padrões de sono do seu bebê vão mudar muito nos primeiros dois anos. Para recém-nascidos, o sono é ditado pela frequência com que eles precisam comer, o que geralmente ocorre a cada duas ou três horas. 

À medida que ganham peso e crescem, os bebês conseguem passar mais tempo entre as mamadas à noite, embora ainda possam acordar confortavelmente. 

O sono dos recém-nascidos é imprevisível, mas se tornará mais organizado com o passar dos meses.

O importante é proporcionar um ambiente de sono seguro e confortável para seu bebê sempre que ele ou ela precisar dormir. Começar hábitos de sono saudáveis ​​no início vai servir bem ao seu filho a longo prazo.

Quando meu bebê vai dormir durante a noite?

Depois das primeiras noites sem dormir com um novo bebê, muitos pais começam a perguntar quando seu filho vai dormir a noite toda. Primeiro, vale a pena definir o que dormir durante a noite realmente significa. 

Enquanto muitos especialistas o definem como dormindo mais de cinco horas de cada vez, a maioria dos pais privados de sono diria que é oito ou mais. 

Também é importante lembrar que os bebês nascidos prematuramente ou com problemas de saúde terão necessidades diferentes, por isso é uma boa ideia consultar seu pediatra.

A idade em que os bebês começam a dormir durante a noite varia. Bebês jovens precisam acordar a cada poucas horas para se alimentar. À medida que crescem e seus estômagos podem segurar mais, eles podem dormir por longos períodos. 

Muitos bebês são tecnicamente capazes de dormir de seis a oito horas por volta dos dois meses de idade, mas a maioria não deixa cair as mamadas noturnas até mais tarde. Aos seis meses, cerca de dois terços dos bebês dormem a noite toda.

Uma chave para dormir durante a noite é a capacidade de auto-acalmar. Todos nós acordamos durante a noite, mas somos capazes de voltar a dormir. Essa capacidade de adormecer por conta própria não é inata – é aprendida. 

Uma vez que seu bebê desenvolva um ritmo circadiano normal em torno de três meses, ele ou ela pode começar a aprender a se acalmar para adormecer. Tente colocar seu bebê na cama sonolento (isto é, bocejando, pálpebras esvoaçantes) em vez de dormir completamente. 

Dar ao seu bebê uma chupeta também ajudará. Você pode ter algum protesto no início, mas uma vez que seu bebê pode se acalmar, você está a um passo de uma boa noite de sono.

Como ajudar seu bebê a adormecer

A frase “durma como um bebê” implica que os bebês adormecem profundamente com a queda de um chapéu. Qualquer pai que tenha passado uma hora embalando um recém-nascido dirá que a realidade é um pouco diferente. 

Ainda assim, há muitos passos que os pais podem dar para ajudar seu bebê a adormecer mais facilmente.

Nesta seção, exploraremos o que é necessário para garantir que seu bebê esteja bem descansado. Começa com a criação de um ambiente de sono seguro e calmo. 

À medida que seu bebê cresce, criar um cronograma um pouco previsível ajudará seu filho a ter o sono de que ele precisa. 

Outros passos, como estabelecer uma rotina de dormir, podem indicar ao seu bebê que é hora de dormir e ajudar a eliminar muitos protestos.

Uma dieta pobre em carboidratos e gordura envolve o uso de cetonas de gordura como energia em vez de glicose, que vem diretamente de carboidratos . Quando uma pessoa reduz ou limita significativamente o número de carboidratos que consome em um dia, ela força o corpo a usar depósitos de gordura como combustível, o que pode levar à perda de peso.

No entanto, a ciência nem sempre concorda com a segurança das dietas pobres em carboidratos. Embora algumas pesquisas apoiem ​​seu uso para ajudar em uma variedade de condições de saúde, outros estudos relatam que essas dietas podem ser perigosas.

Leia para saber mais sobre as dietas pobre em carboidratos e gorduras, como começar e elas são seguras?

Uma dieta pobre em carboidratos e gorduras é boa para você?

Comer uma dieta rica em proteínas e gordura tende a fazer com que a pessoa se sinta cheia mais rapidamente do que consumiria apenas carboidratos, especialmente carboidratos simples, como o açúcar.

Além da perda de peso, algumas evidências apoiam o uso de dieta  pobre em carboidratos e gorduras para ajudar certas condições médicas.

Uma dieta pobre em carboidratos pode ter um efeito positivo nas seguintes condições:

  • Diabetes tipo 2
  • Síndrome do ovário policístico
  • doença de Alzheimer
  • Doença cardíaca

No entanto, os cientistas precisam realizar mais pesquisas para entender o efeito de longo prazo dessa dieta na saúde geral. Há evidências conflitantes sobre a segurança e eficácia dela. Um estudo sugere que dietas pobres em carboidratos podem levar à morte prematura por doenças cardíacas, câncer e derrame .

Como começar

Para algumas pessoas que querem perder peso, mudanças simples no estilo de vida, como exercícios e uma dieta balanceada, podem ser tudo o que precisam para melhorar sua saúde e bem-estar geral.

No entanto, para aqueles que querem seguir uma dieta pobre em carboidratos e gorduras, é essencial que eles o implementem de forma saudável e bem planejada. É sempre uma boa ideia consultar um profissional de saúde antes de iniciar essa dieta, especialmente para aquelas pessoas com um diagnóstico médico.

Pode ser uma boa ideia facilitar essa dieta, primeiro cortando carboidratos refinados e processados, como pão branco e açúcar processado, e concentrando-se em carboidratos integrais baseados em alimentos, como frutas, feijões, legumes e grãos integrais. Este pode ser um bom começo para alcançar metas de perda de peso e saúde sem ter que reduzir drasticamente o número de carboidratos ingeridos.

Considere um plano dietético formal

Uma dieta  pobre em carboidratos e gorduras pode incluir qualquer coisa, desde uma redução casual na ingestão de carboidratos até um plano muito mais estruturado. No entanto, qualquer dieta dessa envolve reduzir o consumo de carboidratos. A maioria das dietas pobre em carboidratos e gorduras recomenda que uma pessoa ingira 50 gramas (g) ou menos de carboidratos em um dia.

A dieta de Atkins

A dieta Atkins é uma dieta popular pobre em carboidratos e gorduras que promove a perda de peso.

A dieta de Atkins envolve quatro fases:

  • Fase 1 : Uma pessoa não come mais de 20 g de carboidratos por dia durante 2 semanas.
  • Fase 2 : Uma pessoa pode começar a adicionar mais alimentos, como nozes, frutas e legumes com baixo teor de carboidratos, na dieta.
  • Fase 3 : À medida que a pessoa se aproxima de seu peso objetivo, ela pode consumir mais carboidratos.
  • Fase 4 : Uma pessoa pode comer carboidratos integrais e outros carboidratos saudáveis, desde que eles não comecem a ganhar peso.

Muitos dos produtos pré-embalados ligados à dieta Atkins são processados ​​e contêm álcoois de açúcar e adoçantes artificiais.

Algumas pesquisas ligam esses tipos de adoçantes à síndrome metabólica, diabetes tipo 2, doenças cardíacas e ganho de peso. Se seguir uma dieta do tipo Atkins, é uma boa ideia concentrar-se em fontes alimentares completas, em vez de alimentos processados ​​e barras.

Dieta cetogênica

A dieta cetogênica, ou ceto, também estimula a ingestão de baixo carboidrato e alto teor de gordura.

Embora existam algumas variações, uma dieta cetogênica tipicamente envolve uma pessoa consumindo não mais do que 5-10 por cento de carboidratos em sua dieta diária – isso equivale a cerca de 20-50 g de carboidratos por dia.

A dieta cetogênica visa ajudar o corpo a atingir um estado de cetose . Cetose ocorre quando não há carboidratos suficientes disponíveis para o corpo usar para energia, por isso começa a quebrar lojas de gordura para usar em seu lugar.

Este efeito normalmente induz perda de peso e pode ter outros benefícios de saúde para algumas pessoas. No entanto, a dieta também pode ter efeitos colaterais e os cientistas precisam realizar mais pesquisas para identificar os benefícios a longo prazo e os perigos da dieta cetogênica.

Temos o melhor aliado para a sua perda de peso! Conheça mais sobre o mais desejado do momento

Planejamento de Refeição

Quando uma pessoa inicia uma dieta pobre, é essencial que planejem suas refeições.

O planejamento de refeições pode ajudar uma pessoa:

  • compre apenas a comida que eles precisam, o que economizará desperdício e dinheiro
  • evitar comer os mesmos alimentos repetidamente
  • cortar refeições pesadas em carboidratos

Para aqueles que seguem um plano de dieta pobre, como a dieta Atkins ou cetogênica, existem muitos recursos disponíveis para ajudar uma pessoa a planejar suas refeições e criar listas de compras.

Alimentos para comer

As dietas  pobre em carboidratos e gorduras normalmente requerem que uma pessoa coma alimentos com baixo teor de carboidratos.

Em geral, uma pessoa que segue uma dietadessa deve incluir proteínas magras e gorduras saudáveis ​​em suas dietas diárias. É essencial ter em atenção o tamanho das porções para evitar excessos.

Algumas fontes de gordura e proteína para essa dieta incluem:

  • carne, incluindo carne bovina, carne de porco, frango e peru
  • peixes, como salmão, atum, arenque e bacalhau
  • queijo
  • manteiga
  • abacate
  • óleos, como azeite, coco, linhaça e óleo de abacate
  • nozes, como amendoim, amêndoas, nozes e castanhas de caju
  • sementes como girassol, chia e linho
  • ovos

Algumas frutas e a maioria dos vegetais não ricos em amido são pobres em carboidratos. Esses incluem:

  • espinafre e outras folhas verdes escuras
  • bagas, como morangos, mirtilos e amoras
  • brócolis
  • couve-flor
  • espargos
  • Couve de Bruxelas
  • cenouras
  • pequenas porções de melões, pêssegos e maçãs

Com moderação, uma pessoa também pode comer chocolate amargo e beber vinho seco e ainda ficar com pouco carboidrato.

Dependendo do plano alimentar exato que uma pessoa está seguindo, eles podem optar por incluir pequenas quantidades dos seguintes itens alimentares com alto teor de carboidratos:

  • Quinoa
  • batatas doces
  • batatas
  • feijão e leguminosas
  • arroz castanho
  • aveia
  • outros tubérculos
  • outros grãos integrais

As pessoas que seguem uma dieta pobre devem evitar bebidas que contenham grandes quantidades de açúcar adicionado, como refrigerantes, chás adoçados e sucos. Chás sem açúcar, café e água são excelentes opções.

Alimentos para evitar

Os alimentos mais óbvios a evitar são aqueles que contêm carboidratos com pouco valor nutricional ou fibra, como alimentos refinados e excessivamente processados. Isso inclui refrigerantes, bolos e biscoitos. Estes geralmente contêm muito açúcar adicionado, incluindo adoçantes artificiais e álcoois de açúcar.

Outros alimentos que as pessoas podem evitar ou consumir em quantidades menores incluem:

  • macarrão branco
  • arroz branco
  • pão e pãezinhos
  • assados, como bolos, bolos e muffins
  • doces
  • bebidas com adição de açúcar, como bebidas energéticas, refrigerantes e sucos de frutas
  • Cerveja
  • cafés com alto teor de açúcar
  • bebidas dietéticas
  • alimentos com baixo teor de gordura, pois podem conter açúcar extra

Algumas pessoas podem optar por evitar vegetais ricos em amido, como batatas, feijões e grãos integrais. No entanto, uma pessoa pode não precisar excluir todos esses alimentos para manter uma dieta LCHF.

Efeitos colaterais

Quando uma pessoa de repente reduz o número de carboidratos que come, ela pode sofrer alguns efeitos colaterais temporários, incluindo:

  • fraqueza ou fadiga
  • cãibras musculares
  • dor de cabeça
  • constipação ou diarréia
  • erupção cutânea
  • mau hálito

À medida que o corpo se ajusta a essas mudanças na dieta, esses efeitos devem desaparecer.

Atualmente não há muita pesquisa sobre os efeitos colaterais a longo prazo das dietas. No entanto, alguns riscos potenciais podem incluir:

maior chance de desenvolver doença cardíaca por ingestão de proteína animal e gordura

aumento do risco de desenvolver doenças crônicas

deficiências nutricionais

Crianças e adolescentes não devem tentar uma dieta que reduza a ingestão de carboidratos. As deficiências nutricionais podem levar à perda de densidade óssea ou ao comprometimento do crescimento.

Pessoas com condições médicas ou outras preocupações devem falar com seu médico antes de iniciar uma dieta pobre em carboidratos e gorduras.

No curto prazo, uma dieta pobre em carboidratos e gorduras pode ajudar uma pessoa a perder peso. No entanto, há pouca pesquisa sobre os efeitos a longo prazo na saúde dessas dietas. Alguns estudos indicam que a dieta pode ajudar uma pessoa a evitar doenças cardíacas e outras condições médicas, enquanto outras sugerem que ela pode levar a mais condições crônicas.

revender semijoias

No ramo da revenda de acessórios, é necessário tomar alguns cuidados e ter bastante conhecimento sobre os processos de fabricação das peças para evitar problemas com precificação dos produtos ou deixar as clientes insatisfeitas.

Por isso, se você é uma iniciante em revender semijoias e tem dúvidas sobre as semijoias de alta e baixa fusão, confira o artigo de hoje e saiba mais detalhes sobre essas peças.

Neste artigo iremos solucionar algumas dúvidas como o que é uma joia de alta fusão, qual a diferença para a de baixa fusão, qual delas é melhor e qual vale mais a pena comprar. Confira!

O que caracteriza uma semijoia de alta fusão?

Os acessórios de alta fusão são denominados dessa maneira por serem produzidos em metais base que precisam de alta fusão para serem fundidos.

Portanto, qualquer semijoia produzida com cobre e o latão é considerada de alta fusão, por precisar de temperaturas superiores a 850ºC em sua elaboração, normalmente atingindo a média de 1000ºC. Outros metais como o ouro e prata também são fundidos em altas temperaturas.

Somente com um alto ponto de fusão esses metais podem ser derretidos e em seguida modelados no formato do acessório desejado (seja um brinco, anel, etc).

 revender semijoias
revender semijoias

E a de baixa fusão?

A única diferença para as semijoias de baixa fusão é que elas são produzidas com metais bases que precisam de temperaturas menores, sendo necessário menos de 500ºC para fundir os materiais que formam essas peças.

Por isso, os acessórios produzidos com estanho e manganês são caracterizados como semijoias de baixa fusão.

Qual é melhor: a semijoia de alta ou a de baixa fusão?

Agora que você entendeu a diferença entre esses métodos de produção, provavelmente deve estar se perguntando: algum deles é melhor?

Porém, uma semijoia ser de alta ou baixa fusão não caracteriza ela como melhor ou pior em qualidade do que outras, já que a diferença está apenas no método de produção.

Normalmente algumas pessoas têm a ideia errada de que as semijoias de alta fusão são de melhor qualidade, mas isso se deve ao fato de que o processo de alta fusão é mais eficiente para fazer acessórios delicados.

Por isso, a maioria das semijoias com detalhes, zircônias ou cravações de pedra é feita com alta fusão, pois esse método garante mais complexidade na elaboração da peça.

Pelo mesmo motivo, as peças de baixa fusão costumam ser mais simples, não ter tantos detalhes, pedras ou cravações, já que a produção é menos complexa.

A única forma de definir a diferença de qualidade entre esses dois tipos de peça é analisando o processo de folheação ou banho da peça, que pode ser feito com outros materiais de valores diferentes (prata ou ouro, por exemplo).

As peças em alta fusão são mais caras?

Sim. Entre as semijoias de baixa ou alta fusão, as peças feitas em alta fusão são mais caras.

Afinal, o método de produção em grandes temperaturas é mais complexo e requer mais tempo e investimento, resultando em acessórios mais caros.

Em qual delas vale mais a pena investir?

Em relação a durabilidade da peça e qualidade, em ambos os processos de fabricação o resultado é o mesmo.

As peças são de alta qualidade e o nível do acabamento irá variar de acordo com o fabricante.

Por isso, na prática, você deve escolher sua semijoia de acordo com a que você gostar mais e for de acordo com sua personalidade.

Apenas caso você esteja, por exemplo, com um orçamento baixo para investir na revenda ou acabou de ingressar no mercado de acessórios.

Nesse caso o ideal é pedir ao seu fornecedor as semijoias em baixa fusão, que têm um valor mais acessível.