A partir da difusão dos chamados Panama Papers, os meios de comunicação do mundo estão fazendo um número infinito de análises, mas, em muitos casos, com uma clara confusão nos termos e suas consequentes más interpretações.
Os chamados Panama Papers levaram a uma enorme quantidade de notas, comentários e opiniões em muitos casos com erros no uso dos termos. Há uma ideia generalizada de que essas empresas e pessoas mencionadas nesses documentos estão, pelo menos, cometendo algum ato ilícito e isso nem sempre é o caso.
No momento, a qualificação de “paraíso fiscal” não está correta.

paraiso-fiscal

Alguns especialistas no assunto tiveram o cuidado de mostrar que é uma tradução incorreta de uma expressão em inglês. O termo preciso é “refúgio fiscal”.
Também foi apontado, com certa ironia, mas com indubitável realismo, que a ideia de “paraíso fiscal” refere-se necessariamente ao seu oposto, um “inferno fiscal”. Lembre-se que a carga tributária em nosso país é de 40% da renda e 60% para quem paga todos os impostos; um bom exemplo de que, pelo menos, estamos nos “portões do inferno”.

O que são Paraísos Fiscais ?

Do ponto de vista do direito tributário, os paraísos fiscais são considerados para países com tributação baixa ou privilegiada para não residentes; também para países que oferecem, às capitais que são depositadas ou transitadas, “garantias adicionais de capacidade, confidencialidade e sigilo bancário, bem como absoluta liberdade de movimento”.
Abrigos fiscais são muitos no mundo: países ou estados dentro de um país, como nos EUA, que, de acordo com o liberal Instituto Cato, é “o único grande paraíso fiscal que ainda existe”.
O que os caracteriza é a baixa tributação, e as empresas, especialmente as multinacionais, buscam reduzir o custo fiscal. Quanto às fortunas pessoais, a confidencialidade e o sigilo bancário são importantes, assim como os baixos impostos. É compreensível que as pessoas tentem esconder, tanto o tesouro quanto o público, por razões de segurança jurídica pessoal e de propriedade.
Outra confusão de conceitos sobre essas questões é a evasão fiscal, a evasão fiscal e a lavagem de dinheiro. A evasão fiscal, alta em nosso país, é ilegal. Um exemplo mais frequente é a venda sem fatura; a cobrança ao consumidor do IVA que não é depositado no tesouro. A evasão pode não levar necessariamente a lavagem de dinheiro. Em nosso país, a existência da chamada “economia negra” permite a circulação do dinheiro da evasão fiscal; no final, o “preto” se torna “cinza”.
O branqueamento de capitais é um crime grave se for demonstrado que a origem do dinheiro, que é lavado de muitas formas, provém de actos ilícitos, como o tráfico de drogas, por exemplo.
A evasão fiscal não é uma ação ilícita; o contribuinte procura as brechas que existem na legislação para evitar o pagamento de qualquer imposto.
A criação de empresas offshore – ou seja, fora do país de residência – em países que oferecem amplos benefícios fiscais, como é o caso do Panamá e muitos outros, é uma forma de reduzir os custos fiscais, evitar impostos. No mesmo conceito é válido para contas bancárias nesses territórios.
Como o jurista P. Van Thienen mostrou, em uma nota publicada em nosso jornal no dia 7 da corrente: “Ter uma empresa offshore nem sempre é fraude”.
Ele acrescenta: “O sistema offshore não é apenas legal, mas também reduz o custo fiscal da renda legal. Não é verdade e não há verdade que o sistema offshore é sinônimo de ilícito, fraude, encobrimento e fraude, uma vez que se destina a ser visto em alguns formadores de opinião de mídia, mas muito desinformado.
Repetimos: o “refúgio fiscal” existe porque em algum outro lugar há “perseguição fiscal”; Claro, nem todos podem alcançar o refúgio.

chama gás aplicativo

A Preço do Gás Tecnologia é uma Start-up que foi inaugurada em 02 de Novembro de 2016. Começou presente dentre os em todo os estado do RJ, capital de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Joinville. No site ou no aplicativo, um consumidor pode solicitar seu gás culinário de forma prática e rápida. Além disso, em um lugar encontrar o menor preço para cozinhar em sua área.

Antes que houvesse o preço do gás, era necessário ter vários imãs de geladeira, e eles precisavam chama gás de vários revendedores de gás. Sendo o fato de que agora na Preço do Gás basta colocar seu CEP e solicitar seu gás para cozinhar. E, melhor, 24 horas, 7 dias por semana, já que você pode planejar seu pedido no dia seguinte no melhor horário para abastecer sua casa.

E você pode avaliar o seu distribuidor, você pode nos dizer sobre como foi a sua entrega de gás. Se o vendedor não definiu um cilindro de gás no lugar certo, se um novo cilindro de gás era novo. E, claro, você pode encomendar seu gás para com o melhor revendedor.

A Preço do Gás acredita em novas formas de consumo e na evolução da tecnologia para o benefício da humanidade. Portanto, temos nossa missão principal – facilitar a vida dos consumidores de gás para cozinhar, instigar o mercado para a legalidade, livre concorrência, ética, eficiência e excelência na prestação de serviços.

Todos esses critérios é o que nos torna um novo elo entre fogão a gás (GLP) e seus fornecedores. É por isso que a Preço do Gás  registra apenas os revendedores de gás permitidos pela ANP (Agência Nacional do Petróleo).

Assim, o telefone para pedir gás de cozinha é uma coisa do passado, além de um processo mais prático, rápido e econômico de comprar gás on-line é uma nova maneira de comprar. O preço do gás é uma maneira inteligente de comprar gás da cozinha! 

chama gás aplicativo

chama gás aplicativo

Por que usar o preço do gás da APP?

O botijão de gás não nos diz quando acaba e é desagradável quando acontece quando você termina o jantar, não é? Pensando em facilitar a vida de quem usa gás em garrafas, a preço do gás lançou um aplicativo do gás para fornecimento de gás por telefone ou tablet.

Aqueles que vivem em Manaus, Porto Velho, Boa Vista e Rio Branco já pode baixar o aplicativo da preço do gás através da loja no seu dispositivo. O gás de cozinha preço é entregue dentro de 1 hora, mas 95% das entregas são feitas em 15 minutos. O cliente pode pagar pelo cartão de crédito no aplicativo ou em dinheiro, diretamente para entrega.

Primeiro, faça um registro rápido, que será concluído em menos de 30 segundos. Além dos requisitos práticos, o pedido com a preço do gás é muito seguro  Todos os nossos entregadores são da rede de revendas autorizadas pela preço do gás.

Dica: Nossos clientes podem avaliar o serviço após a entrega do pela Preço do Gás.

O treinamento empresarial se tornou forma essencial para organizar e conceder mais qualificação para uma equipe. Com a competitividade do mercado de trabalho, o treinamento empresarial se tornou relevante para prosperar o desempenho e posicionar melhor sua empresa no mercado. Você possui esse treinamento em sua organização? Ainda não? Descubra o porque implementar o treinamento empresarial vai auxiliar sua empresa a chegar mais longe!

treinamento-corporativo

Motiva os colaboradores

Você sabia que alguns empregados recebem treinamento deficiente no trabalho, e sai da empresa nos primeiros anos? Ocasionalmente, não chegam nem a preencher um ano na empresa. E isso ocorre por conta da falta de motivação.

Cria um ambiente de trabalho melhor

Investir em boa treinamento promove a satisfação no trabalho. Deste modo, você poderá nutrir seus funcionários para desenvolver habilidades conforme as necessidades da empresa. Juntamente, você poderá torná-los mas engajados e envolvidos em trabalhar para o seu sucesso.

Impulsiona a produtividade dos empregados

O treinamento, por motivar mais pessoas e gerar um ambiente mais saudável e prazeroso, constitui um um instrumento de retenção de talentos. A equipe que recebe seus treinamentos geralmente são mais leais e comprometidas: ela olha para os desafios e deseja colocar em prática tudo o que aprendeu.

Melhora e otimiza a produtividade

Um treinamento de nível elevado ajuda empresa a funcionar melhor. Os colaboradores treinados estarão mais muito equipados para enfrentar com os pedidos de compradores, fazer uma venda ou utilizar sistemas de computador, também estarão aptos para enfrentar as demandas de urgência e imprevistos do dia a dia.

Como fazer um bom treinamento corporativo?

Se você percebeu a importância de um bom treinamento corporativo, nós agora precisamos saber o seguinte:

Onde encontrar um bom treinamento corporativo?

Simples, indicamos e sempre indicaremos a Nexxos, sim, eles realmente suprem e superam as expectativas, qualidade, praticidade e uma ótima comunicação, se você precisa de um bom treinamento corporativo, entre em contato com eles e entenda o porque eles são referência no mercado.

Esperamos que esse artigo realmente agregue ao seu conhecimento e tenhamos explicado o que é um treinamento corporativo.

Já pensou em dedicar uma parte do seu terraço ou varanda para  cultivar seus próprios vegetais? Você está com sorte! Neste post, queremos contar os segredos para que você possa fazê-lo, embora devamos lhe dizer que não existe um único tipo de jardim urbano.

A razão? Porque nem todas as casas ou locais de residência na cidade têm as mesmas características em termos de espaço, terra, iluminação ou irrigação, entre outros.

Assim, cada jardim é único, e aqueles que o constroem são responsáveis ​​por adaptá-lo da melhor maneira possível. Os mais conhecidos são os horizontais , aqueles que semeiam os produtos em hortas ou terras propícias ao crescimento das sementes e que passam a ser uma versão reduzida do campo.

No entanto, nos casos em que é impossível ter um campo em condições, existe a possibilidade de construir um jardim vertical , isto é, apoiado numa parede ou parede onde os diferentes vasos são distribuídos.

Seja qual for o tipo de jardim que você constrói, lembre-se que o objetivo é para recuperar a ligação com a natureza, promover a auto-food – suficiência e incutir valores como a consciência ambiental, responsabilidade e, de claro, mudar nossos hábitos de avançar para um modelo de consumo responsável que se separa da sociedade de consumo. Aqui estão algumas ideias para começar!

Elementos indispensáveis ​​para construir um jardim urbano em casa

Antes de começar a trabalhar, você deve levar em conta alguns elementos essenciais para construir um jardim urbano caseiro. Anote:

  • Iluminação

    A qualidade da luz é um elemento fundamental para qualquer jardim urbano. Você pode construí-lo onde quiser, mas desde que as sementes sejam expostas à luz do sol. Além disso, tenha em mente que em cada estação do ano a duração e a intensidade da luz variam.

  • Recipientes e substratos

    Se você não tem o terreno certo, você tem a opção de usar vasos ou caixa de madeira forrado com lonas plásticas ou qualquer outro material resistente. Se eles são feitos de materiais reciclados, muito melhor. Agora, no que diz respeito aos substratos, recomenda-se que sejam leves, com porosidade adequada e retenham nutrientes.

  • Sistema de irrigação

    O mais comum em uma horta urbana é que você é quem realiza a irrigação manualmente, levando em conta, sim, a época do ano e as características do produto. No entanto, se você tiver os elementos, poderá adicionar sistemas de irrigação por gotejamento ou irrigação automática.

Construindo um jardim urbano: que passos você deve seguir?<

Quando você está claro sobre o que você precisa para manter a sua horta urbana, é hora de começar a trabalhar! Estes são os passos que você deve seguir, expandidos no guia Como fazer um jardim urbano: Aprenda a criar seu próprio canto verde passo a passo e aproveite todos os seus benefícios:

  • Prepare a terra ou os recipientes. A terra deve ser apropriada para o plantio de sementes. O mais conveniente para os pomares desse tipo é a terra de qualquer campo cultivado. Não esqueça de usar uma loja plastica preta ao redor para não sujar o local.
  • Coloque o substrato. Quando a terra tem areia ou argila, recomendamos adicionar substrato como o encontrado em floristas ou lojas especializadas. Outra opção é o composto obtido com a reciclagem de matéria orgânica, que fornece os nutrientes necessários para obter sementes saudáveis, fortes e vigorosas.
  • Plante as sementes (melhor na época). O próximo passo é plantar essas sementes. Você pode combinar diferentes tipos deles: vegetais, ervas ou ervas aromáticas, entre outros. O mais importante é que recebam a luz do sol e tenham espaço para crescer.
  • Estabeleça uma rotina de irrigação. Lembre-se: cada planta requer uma rotina de irrigação específica. No entanto, o mais comum é ser feito uma vez por dia, especialmente nas horas da tarde para evitar a evaporação.

Dicas para adquirir sementes para o seu jardim urbano

Agora que você deu esse importante passo em direção ao autoconsumo, não deixe nenhum elemento ao acaso. Siga as seguintes recomendações que você nos oferece no Manual Um Jardim para Todos, 3ª edição, da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação-FAO:

  • Selecione aqueles que vêm em contêineres fechados e possuem o rótulo correspondente.
  • Esta etiqueta deve conter: a espécie, variedade, ano de produção (a semente não deve ter mais de um ano), o seu poder germinativo (% de germinação), data de germinação estudo e marca ou empresa.
  • Se você não confia em sua qualidade, você pode verificar a germinação seguindo este procedimento simples:

Materiais para um teste de germinação

  • 50 sementes
  • Algodão
  • Folhas de papel absorvente ou jornal

Passos para executar

  1. Coloque uma camada de algodão bem prensado em um prato e, sobre ele, papel. Umedeça e retire o excesso de água.
  2. Coloque as sementes de maneira ordenada no papel umedecido. Molhe todos os dias e mantenha o prato em um lugar quente dentro de casa.
  3. Após cerca de 6-7 dias, é hora de contar o número de sementes que estão brotando.

Qual é a conclusão do teste?

  • Se 40 ou mais sementes dos 50 que usamos inicialmente estão nascendo, isso indica que elas têm um poder germinativo favorável (superior a 80%).
  • Se, pelo contrário, menos da metade já nasceu e observamos que as mudas estão brotando fracas e se desenvolvendo de forma desigual, isso nos diz que as sementes não devem ser usadas, porque são defeituosas.

Com este método acessível, podemos assegurar que os nossos vegetais brotam no momento certo, quando têm as circunstâncias certas de humidade e temperatura, e crescem vigorosos e saudáveis, permitindo-nos desfrutar de toda a sua frescura e sabor. O que você acha? Você vai colocá-lo em prática?

Depois de começar, você verá o que é melhor para as suas plantações e o que é menos. Não há nada melhor do que a experiência para aperfeiçoar a arte de ter um jardim urbano! Têm dúvidas? Você quer nos contar sua experiência? Aguardamos seus comentários!

Fonte: Brindes personalizados

Conhecer a Tabela FIPE motos é uma excelente ferramenta para definir o preço que será cobrado na comercialização da sua moto nova ou usada. Isso se deve ao fato de que nela, estão apresentados todos os valores dos modelos de veículos que circulam no país.

Diante da importância dessa tabela no anúncio e negociação comercial de veículos, em especial as motos, ao longo deste post serão apresentadas mais informações relevantes sobre ela e como é feita a consulta de preço. Confira então:

O que é a Tabela FIPE Motos?

A Tabela FIPE Motos é a principal referência de valores de veículos novos e usados que circulam no território nacional. Ela é elaborada e atualizada mensalmente pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) da USP.

A base de preços dessa tabela é considerada de alta credibilidade e confiança. A prova disso, é que é usada na negociação de compra e venda de motos pelas principais revendedoras e seguradoras do país. Assim como, por aquelas pessoas que desejam adquirir uma moto de maneira avulsa.

Tabela Fipe Motos_ Como consultar o preço da sua moto na tabela FIPE

Quais os critérios de precificação da Tabela FIPE Motos

 

Como mencionado anteriormente, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas é a responsável por realizar mensalmente o levantamento dos preços adotados pela tabela FIPE.

Para tanto, adota metodologias de pesquisa de mercado avançadas, que permitem uma avaliação precisa dos preços de venda e compra dos modelos de motos do país. Alguma das principais etapas dessa pesquisa consiste em:

  • Levantamento de dados: a Instituição realiza pesquisa de preço com as  principais concessionárias do país, assim como consumidores, instituições financeiras, revistas específicas dentre outras;
  • Filtragem dos valores: com base nos dados obtidos, são desconsiderados os valores que estão muito abaixo ou acima do mercado;
  • Tabela de preços oficiais: por fim, é estipulado a média por preços obtidos pela pesquisa e de acordo com a marca, modelo, ano e tipo de combustível de motos novas ou usadas.

 

O resultado dessa pesquisa é disponibilizado na internet, através do site oficial da instituição e demais portais especializados na web. A consulta é realizada de maneira bastante simples e prática, confira abaixo o passo a passo de como consultar o preço da sua moto nessa tabela.

 

Como consultar os valores da tabela

 

O primeiro passo para fazer a consulta de valores na Tabela FIPE Motos é acessar o site oficial da mesma. Nele, são apresentadas diversas informações na página principal, no entanto é preciso clicar no botão denominado de “índices e indicadores”.

Nessa parte do site, está a opção de “Preços médios de veículos – Tabela FIPE” ao acessá-la, será possível iniciar a consulta de motos. Sendo que o primeiro passo é preencher todos os campos com os dados do modelo da motoque se pretende comprar ou vender, seja ela nova ou usada.

Após colocar os dados da moto, basta clicar no botão “pesquisar” e serão apresentadas todas as informações de mercado da motocicleta. Incluindo aqui o seu valor referente às condições de uso.

 

Como usar a tabela FIPE durante a negociação

 

Conforme citado anteriormente, a Tabela FIPE motos é uma poderosa aliada durante a negociação de motocicletas. Sobretudo quando é utilizada da maneira corretamente, caso contrário ela não ser levada em consideração ou ter o seu valor reconhecido.

Assim, o ideal é que ao negociar uma motocicleta nova ou usada, o valor de referência obtido por meio da tabela seja impresso. Isso fará com que a comercialização do veículo seja feita de maneira clara e justa tanto para quem compra, quanto para quem vende o produto.

 

Ao longo do post você pode descobrir como consultar o preço da sua moto através da tabela FIPE. Sem dúvida, com base nela é possível realizar a melhor e mais segura negociação de compra ou venda da sua motocicleta. Não é a toa, que é a mais usada pelas instituições financeiras e revendedoras do país.

O ideal é que você realize uma consulta prévia do seu modelo de moto, antes de qualquer tipo de negociação ou fechamento de contrato. Assim como, sempre questionar se a revendedora ou até mesmo se o vendedor, usa a tabela FIPE como base de preço para a oferta.

 

O chimarrão é herança cultural passada dos índios para os brancos. Ele esta presente em todas as ocasiões familiares, no acolhimento aos visitantes e na simples forma de comemorar a vida. No Rio Grande do Sul o chimarrão é mais do que um símbolo de tradição, ele representa o modo de vida e a alma gaúcha.

O amor por essa bebida simples feita de água e erva-mate tem até um dia especial no calendário estadual do Rio Grande do Sul, 24 de abril, o Dia Estadual do Chimarrão.

chimarrão rio grande

A CAPITAL DO CHIMARRÃO

A bebida é tão popular no Rio Grande do Sul que a cidade de Venâncio Aires foi reconhecida como a Capital Nacional do Chimarrão. A cidade produz cerca de 4 toneladas de erva-mate para chimarrão e essa movimentação rendeu à cidade não somente o título de capital do chimarrão, mas também a criação da Feira Nacional do Chimarrão, a Fenachim. 

O delicioso sabor do chimarrão que movimenta economicamente a cidade de Venâncio Aires ainda rendeu a Rota do Chimarrão, que junto com outras atividades tipicamente gaúchas levam até outros municípios o turismo rural.

Há também a Escola do Chimarrão, onde é possível os turistas aprenderem a fazer uma verdadeira cuia de chimarrão, as regras de etiquetas para compartilharem o mate e seus mais de 36 tipos de “chimas”, como é delicadamente chamado.

 

Mas por que o chimarrão é símbolo gaúcho?

A erva-mate trouxe desenvolvimento e progresso a lugares ermos, pequenos povoados e gerou verdadeiras fortunas. O Paraná se emancipou de São Paulo por causa do intenso comércio da erva-mate.  Era moeda corrente na época e se espalhou no Brasil através dos lobos das mulas dos tropeiros. Os jesuítas a chamavam de erva milagrosa, dados ao seu poder revigorante até hoje, as suas propriedades medicinais passam de mão em mão, através de uma cuia de chimarrão. O chimarrão tem consumidores espalhados pelo mundo inteiro e seu consumo cresce diariamente.

No estado do Rio Grande do Sul são cultivados cerca de 30 mil hectares de erva-mate, abrangendo 267 municípios. São 230 indústrias de processamento em terras gaúchas, gerando mais de 150 mil empregos diretos e indiretos.

O chimarrão é importante economicamente, socialmente e ambientalmente.

O Chimarrão é muito mais que uma simples bebida, um chá. Ele transcende a questão alimentícia e habitual, pois representa ainda a cultura, a tradição, a história do povo gaúcho, tornando-se assim um símbolo, que é reconhecido imediatamente por quem o vê.

O chimarrão é o símbolo da amizade e dahospitalidade gaúcha. É a alma gaúcha em forma líquida. Quando visitantes aportam em terras gaúchas, logo lhes é oferecido o chimarrão.

O ato de tomar chimarrão faz com que as pessoas de fora se sintam acolhidas pelo povo gaúcho e sintam toda a hospitalidade de uma forma generosa e sincera.

Uma roda é a essência do chimarrão, a roda simboliza de maneira mais pura e sincera o ato de acolher o próximo.

Por esses motivos é que o hábito de tomar o chimarrão permanece dentro dos lares gaúchos e o faz um dos principais símbolos do Rio Grande do Sul.

Você pode pensar que para se filiar ou desfiliar a um partido político é um processo penoso e demorado.

Contudo, é mais simples do que imagina.

Confira no artigo abaixo quais as são formas, e caso queira sair da condição de eleitor e se tornar um deputado, já sabe como fazer.

Para se filiar ou desfiliar a um partido político você deve estar quite com a justiça eleitoral

É simples, mas você deve cumprir alguns requisitos antes, e a Certidão de Quitação Eleitoral é uma delas.

Estar quite com a justiça eleitoral é uma forma de comprovar que você votou certinho nas últimas eleições.

E se não votou, justificou os motivos de sua ausência.

Não sei se você sabe, mas quando você deixa de votar, perde uma série de direitos, como ser nomeado em concurso público, fazer passaporte e outros.

Dependendo do caso, você pode levar até uma multa.

Muito cuidado, pois o simples fato de não votar implica em uma série de problemas que presumo você não vai querer viver.

E além disso, não nos esqueçamos, para se filiar ou desfiliar de algum partido, você não pode estar com nenhuma destas pendências.

Para pegar a certidão de quitação eleitoral é muito fácil.

Basta acessar este link: http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral

E fornecer as informações solicitadas.

Como se filiar a um partido político?

Para se filiar a um partido político você tem duas opções.

Ou comparece a um diretório municipal do partido escolhido, que é nada mais que o órgão que o administra.

Ou pode ainda preencher o formulário de filiação que consta nos sites dos partidos políticos registrados no TSE.

Aqui você encontra todos os partidos políticos: http://www.tse.jus.br/partidos/partidos-politicos/registrados-no-tse

Em qualquer das hipóteses, como falamos acima, você deve estar quite com a justiça eleitoral, e deverá fornecer algumas informações pessoais, como nome completo, CPF, número do título de eleitor, zona e seção eleitoral e endereço.

 Perdi meu título de eleitor, e agora?

Para aqueles que perderam o título de eleitor e não sabem o número do título ou da zona e seção, basta acessar este link: https://tribunaregiao.com.br/como-descobrir-o-numero-do-titulo-de-eleitor/

Ao consultar por nome, você informa o nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

Com isso, será direcionado para a página onde consta a identificação com o número da inscrição e o seu nome.

E no Domicílio Eleitoral, você terá acesso à zona e seção, além do local onde vota.

Após realizar sua filiação, você pode confirmar se ela foi concluída por este site:

http://filiaweb.tse.jus.br/filiaweb/

Com se desfiliar de um partido político?

A solicitação de desfiliação deve ser realizada por meio de um comunicado escrito informando os motivos ao diretório municipal do partido, e ao juiz eleitoral da zona          onde está inscrito.

Aqui você pode encontrar o endereço do seu partido para encaminhar a correspondência:

http://www.tse.jus.br/partidos/partidos-politicos/registrados-no-tse

Aqui você pode tomar conhecimento da zona onde está inscrito.

Mas a desfiliação não ocorre apenas se o filiado pede, pode também ocorrer com sua morte ou em caso de expulsão, entre outros.

Sua desfiliação deverá ocorrer em 2 dias, após realização do pedido.

O objetivo do site Belezapura é sempre trazer informações e novidades para você. Fique atendo às nossas matérias pois sempre traremos novidades para os nosso leitores!

 

casal sexo quatro paredes

Sexo é um assunto sempre instigante e sempre muito controverso. Em cada cultura, em cada país, ele é tratado de uma forma particular. E mesmo dentro de uma mesma cultura, uma mesma cidade, o sexo é visto de ”n” modos diferentes. O que é interessante e prazeroso para uns nem sempre é interessante e prazeroso para outros. Uma pergunta, por exemplo, que sempre persegue as pessoas, mesmo aquelas que se consideram esclarecidas e liberais, é se vale tudo entre quatro paredes.

O fato é que não existe exatamente uma resposta definitiva. Vale e não vale. A resposta pode parecer ambígua, inconclusiva. Mas é a mais pura realidade. Entre quatro paredes, a sua permissão vai até onde o seu parceiro ou sua parceira permitir. O prazer do sexo necessita de compartilhamento, de troca, de entrega. Se apenas um dos participantes tem prazer, com certeza não haverá satisfação e quando não há satisfação, há frustração. No sexo, ninguém deve ser apenas coadjuvante. Os dois precisam ser protagonistas.

É por isso que a resposta de ‘se entre quatro paredes vale tudo’ é tão complexa. Veja. Há pessoas que adoram o arroz com feijão, e o máximo de ousadia que se permitem é fazer uma ou outra variação de posições no momento do ato sexual. Preferem o sexo básico, sem grandes inovações.

Há os que adoram as fantasias, os complementos, os fetiches, as variações. Fazem de cada relação sexual um momento especial, transformando-o praticamente em um evento. Quem está certo? Todos estão certos, desde que respeitem o parceiro.

A verdade é que cada pessoa, cada casal precisa encontrar o seu ponto de equilíbrio e de prazer mútuo. O sexo pode ser desfrutado de infindáveis formas. Há casais que se tornam tão amigos, mas tão amigos, com uma convivência tão tranquila e estável, que o sexo acaba se transformando num ato importante, mas não essencial à relação. Essas pessoas, muitas vezes, deixam de buscar as infinitas possibilidades de prazer a dois que o sexo pode oferecer independente da idade. Mas é sempre bom estar alerta, pois muitas vezes quando tudo está bem, nada está bem. A acomodação pode se transformar em um enorme mal para as relações.

Já outros casais preferem viver a sexualidade de forma mais intensa, usando a criatividade para melhorar a vida sexual. Até a reconciliação depois daquela briguinha pode ser transformada numa motivação a mais para o sexo ficar mais prazeroso.

botijão de gás

INÍCIO DO BOTIJAO DE GÁS GLP

A utilização do Botijão de gás GLP no Brasil começou em 1937, quando o imigrante austríaco Ernesto Igel comprou 6 mil cilindros de gás propano, que serviam de combustível para dirigíveis, e começou a comercializar o produto para cocção por intermédio da Empresa Brasileira de Gaz a Domicílio.

Na época, a maioria da população utilizava fogões à lenha. Em 1938, o uso do Botijão de gás GLP começa a se difundir e cria-se o Conselho Nacional do Petróleo (CNP), que estabeleceu como de utilidade pública as atividades relacionadas ao abastecimento nacional de petróleo e seus derivados.

botijão de gás

botijão de gás

Com o início da produção de Botijão de gás GLP pela Petrobras em 1955, houve grande impulso às atividades de distribuição do produto. De 1954 a 1990, a política de preços do GLP e de outros energéticos considerados prioritários, fosse por questões inflacionárias ou por motivações sociais, foi marcada pela intervenção governamental, pautada no tabelamento e uniformização de preços em todo o Brasil, por meio de subsídios cruzados sobre o transporte e sobre o próprio produto.

Essa política mostrou-se extremamente eficiente para a universalização do GLP, favorecendo o consumo do produto nas zonas mais pobres e remotas do Brasil. Graças a ela, o GLP chegou a 100% dos municípios brasileiros e a mais de 95% das famílias.

Hoje em dia o mercado é livre, onde as distribuidoras atuam de maneira competitiva beneficiando sempre o consumidor, que tem o poder de escolher com quem deseja comprar.

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE BOTIJAO DE GÁS GLP

De acordo com a ANP o mercado brasileiro de Botijão de gás GLP sofreu uma queda significativa em 2001 com a entrada do Gás Natural no País, mas esse quadro tem se revertido e em 2014 bateu-se o recorde histórico de volume de GLP vendido, alcançando a marca de 7,421 milhões de toneladas, no ano de 2016 o consumo brasileiro de Botijão de gás GLP cresceu, chegando a 7,396 toneladas.

Em 2017 o mercado consumiu 7,389, ficando praticamente estável em relação ao ano anterior. Adiante, veremos gráficos dos últimos 10 anos sobre a demanda de Botijão de gás GLP no país. Neles pode-se observar que o crescimento acumulado de embalagens de Botijão de gás até 13kg nos últimos 10 anos foi de 9,16%, o que é considerado um crescimento vegetativo, ou seja, ele vem acompanhando o crescimento da populacional, no entanto, no volume comercializado a granel se observa um crescimento de 17,05%, no mesmo período.

O consumo de Botijão de gás GLP em tonelada cresceu 11,12% nos últimos anos.

botijao de gás GLP

Botijão de gás GLP

O seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) se trata da taxa obrigatória que deve ser paga por todos os proprietários de veículos terrestre do país, anualmente. É um serviço importante que cobre despesas médicas de acidentes de trânsito e indeniza casos de invalidez permanente e morte – se estendendo a todas às vítimas envolvida: motoristas, passageiros e pedestres.

Para acionar o seguro DPVAT, no caso de acidentes com vítimas, é preciso providenciar e entregar as documentações necessárias. Atualmente, a empresa encarregada por administrar o seguro dpvat é a Seguradora Líder.

Quais documentos necessários para acionar o seguro dpvat

DOCUMENTOS PARA ACIONAR O SEGURO DPVAT

 

No caso de reembolso para despesas Médicas os envolvidos no acidente de trânsito, que tiveram de passar por procedimentos médicos e/ou odontológico, em virtude do ocorrido, devem entregar os documentos:

 

  • Boletim de Ocorrência (BO) ou um Registro de Ocorrência Policial (originais ou cópias autenticadas em cartório), que são concedidos pelos órgãos autorizados a emitirem esse tipo de registro, como: Polícia Rodoviária Federal, Federal, Civil, Militar e Bombeiro Militar;

No BO ou no Registro de Ocorrência devem constar: a assinatura de uma autoridade (agente policial, delegado ou escrivão), dados de quem pediu o documento (nome, RG, endereço e CPF), identificação do veículo que causou danos à vítima – se for possível – (número da placa, chassi e nome do proprietário do automóvel), dados completos de testemunhas, informações sobre o acidente (dia, local e horário), pequena narrativa de como ocorreu o acidente.

  • Comprovante de despesas médicas/hospitalares/odontológicas originais, descrevendo procedimentos, cirurgias, colocação de próteses ou órteses, exames, etc;

 

  • Laudo do médico e/ou dentista referente ao diagnóstico decorrido do acidente e sobre os procedimentos necessários a serem realizados com a vítima – constando assinatura, carimbo e número do registro do profissional que atendeu a pessoa;
  • Documento oficial do hospital, clínica ou laboratório, descrevendo os procedimentos realizados – se houverem;
  • Comprovante de despesas com a aquisição de medicação, acompanhado da receita médica/odontológica para reembolso pelo seguro DPVAT;

 

  • RG da vítima;

 

  • CPF da vítima;

 

  • Comprovante de residência da vítima;

 

No caso de Invalidez Permanente, caso a vítima se torne inválida permanentemente, em virtude do acidente, deverá providenciar e entregar:

 

  • Boletim ou Registro (BO) ou Ocorrência Policial – originais ou cópias autenticadas – emitido por autoridades como: Polícia Federal, Polícia Civil, Rodoviária Federal, Polícia Militar e Bombeiro Militar;

No BO ou Ocorrência Policial devem contar as seguintes informações: dados e assinatura da autoridade que emitiu o documento (delegado, agente policial ou escrivão), dados de quem comunicou o fato (nome, RG, CPF e endereço), se houver, os dados do automotor que provocou o acidente (número da placa, chassi, nome do proprietário), dados completos da vítima (nome, RG, endereço e CPF), dados de testemunhas, dados do acidente (data, horário e local), relato do acidente.

 

  • RG da vítima;

 

  • CPF da vítima;

 

  • Comprovante de endereço da vítima;

 

  • Laudo médico detalhado e devidamente assinado e carimbada, relatando a situação de invalidez permanente da vítima – para que ela venha a ser indenizada pelo seguro DPVAT;

 

Em casos de morte, para acionar o DPVAT é preciso providenciar as seguintes documentações:

 

  • Atestado de óbito;

 

  • RG e CPF do falecido;

 

  • Comprovante de endereço do falecido;

 

  • Se a vítima era casada, certidão de casamento;

 

  • Se a vítima era divorciada, comprovante de divórcio;

 

  • Se a vítima era viúva, certidão de óbito do cônjuge falecido;

 

  • Documentos do cônjuge vivo, para receber a parte da indenização do seguro DPVAT que lhe cabe, como: RG, CPF e comprovante de endereço;

 

  • Caso existam herdeiros legais (como filhos), documentos deles são também necessários: RG, CPF e comprovante de endereço

 

  • Boletim de Ocorrência (BO) ou Registro de Ocorrência emitido por policial ou militar competente, informando dados sobre o acidente.

 

Vale ressaltar que se a vítima falecida não tinha cônjuge ou herdeiros diretos, um juiz pode definir o primeiro herdeiro vertical ou lateral a receber a indenização referente ao seguro DPVAT.