impermeabilizar um sofá

O sofá é um dos móveis que ficam mais expostos na casa, e também um dos mais utilizados, não só pelos residentes, mas também pelas visitas, o que o torna mais suscetível a estragar e a sujar. 

Por isso, é imprescindível entender a importância de impermeabilizar o sofá, para manter a aparência e limpeza do móvel.

Entenda no conteúdo a seguir, a importância de impermeabilizar o sofá e como este procedimento deve ser realizado para você ter um bom resultado.

Porque é importante impermeabilizar o sofá?

A maioria dos tecidos usados ​​na fabricação de estofados absorvem poeira, líquidos e são facilmente manchados. O processo de impermeabilização de estofados consiste em proteger as fibras do tecido com a utilização de um produto para formar uma camada ao redor do tecido e manter os líquidos na superfície, sem afetar o estofado.

Confira as vantagens de impermeabilizar sofá para não perder mais tempo e fazer o procedimento no seu:

  • Facilita o processo de limpeza;
  • Faz o sofá parecer mais longo e mais fresco;
  • Mantém a superfície livre de ácaros, fungos e outras bactérias;
  • Previne manchas causadas por líquidos;
  • Recupera os sofás antigos;
  • Torna o tecido mais resistente à luz solar.

Se você tem filhos e/ou animais de estimação, a impermeabilização é altamente recomendada. Mesmo se você tiver que refazê-la de vez em quando, seu sofá terá uma vida útil mais longa.

Impermeabilizar sofá a seco

Antes de iniciar a impermeabilização, o sofá deve ser cuidadosamente limpo. Isso ocorre porque a impermeabilização cria uma camada de proteção, que funciona como uma espécie de “filtro” que dá proteção ao interior. 

Caso você inicie esse procedimento com o sofá sujo, vai ficar impureza, que não é o que você deseja, estou certo? Portanto, a primeira coisa a ser feita para a realização dessa tarefa é aspirar o interior. 

Seu aspirador de pó pode ter dicas específicas para limpar estofados. Se você não sabe a que parte se trata, busque informações no manual de instruções para identificação.

Se você não tiver um aspirador de pó, use um coletor de poeira ou mesmo uma almofada. Com alguns toques, você pode remover a poeira e a maior parte da sujeira. 

Outra forma de remover pêlos (incluindo de roupas e de animais) é usar fita adesiva. Recorte alguns pedaços, aplique no tecido e retire. Repita este processo quantas vezes forem necessárias. As impurezas grudam na fita e não ficam mais no sofá.

Após remover a poeira, limpe o móvel com um pano úmido. Não é necessário usar nenhum tipo de produto nesta fase, basta água. Desta forma, você pode remover manchas e sujeira impregnada.

Quais são os produtos usados para impermeabilizar o sofá?

Depois que o sofá for desinfetado e completamente seco, ele pode ser impermeabilizado. Será necessário fazer a compra de um produto para impermeabilizar o sofá. Mas, mantenha a calma, pois, materiais impermeáveis ​​podem ser encontrados em supermercados, nas lojas de materiais de construção e até na Internet.

A média de preço do produto é de R $50,00, 200 ml a garrafa. Essa quantidade geralmente é suficiente para impermeabilizar um conjunto de sofás de duas peças, para duas e três pessoas. Algumas marcas de impermeáveis ​​expõem seus produtos em embalagens com bicos para pulverizadores.

Se a embalagem do produto de marca que você comprou não for adequada para uso, compre um frasco que possua um bico. Esse material pode ser encontrado em lojas populares e o preço, geralmente, é inferior a R $5,00.

Como a impermeabilização do sofá é feita por profissionais?

A impermeabilização de sofá é realizada com o uso de um pulverizador específico, com a aplicação de um impermeabilizante não inflamável e de secagem rápida adequado para sofás. O processo é repetido até chegar a um serviço excelente, que dura cerca de 40 minutos.

Qual o valor para impermeabilizar um sofá?

Como em qualquer serviço, o valor da impermeabilização do sofá pode variar dependendo da área e do tamanho dos móveis. A maioria dos produtos utilizados ajudam a manter a cor e não alteram a textura do tecido. Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, alugar esse serviço não é tão caro, mas para quem quer economizar, fazer em casa é sempre uma saída.

A média de preço para impermeabilizar sofá de dois lugares varia de 240 reais a 300 reais. Se esse processo for feito em casa, o preço será bastante reduzido, o que também depende do produto selecionado.

Posso fazer a impermeabilização do meu sofá em casa?

É fácil determinar se você pode fazer a impermeabilização do seu sofá. Basta fazer o procedimento a seguir (que pode ser realizado em quase todos os tecidos): Para determinar se a mobília pode passar pelo procedimento de impermeabilização do sofá, adicione um pouco de água. E então, observe.

Se o líquido for absorvido, quer dizer que seu sofá precisa de impermeabilização. Caso o líquido forme bolhas e não entrar no estofamento, seu sofá já está impermeabilizado e você não pode e não deve usar o produto.

Observação: caso o tecido do seu sofá for de poliuretano ou fibra sintética, ele não pode ser impermeabilizado.

Como faço para impermeabilizar o sofá?

Primeiro, certifique-se de ter um produto que possua um bico pulverizador. Se você deseja obter melhores resultados, pode usar um pulverizador de compressão. Não se esqueça de que a aplicação do produto deve ser em forma de gotículas, quase como resultados de borrifadas. Por exemplo, não borrife a solução em forma de jato ou use flanela em nenhuma circunstância.

A impermeabilização do sofá requer atenção, pois é necessário seguir certos procedimentos para garantir que a aplicação seja eficaz. Portanto, lembre-se de que o produto deve ser aplicado em paralelo, vertical ou horizontal para cobrir todos os locais do móvel e evitar múltiplas aplicações na mesma área. 

Da mesma maneira que recebemos o ensinamento para colorir nas aulas de artes: mantenha o pulverizador e o impermeabilizante na mesma direção sempre.

Tente retirar todas as almofadas, se for um sofá retrátil, abra para fazer a aplicação do produto em todas as áreas. Preste atenção nos cantos e na parte de trás do estofamento. Todos os locais devem ser cobertos com a aplicação do produto para impermeabilizar o sofá.

Demora cerca de uma hora e meia para concluir este trabalho. E esse tempo inclui o tempo para que o impermeabilizante de sofá seque, mas vai variar dependendo da marca que você usar. Em caso de dúvida, busque mais informações no frasco do produto.

Uma revelação no mundo do futebol, ele é um jogador que surge e se torna uma estrela.

Confira agora, as melhores camisas de time:

Os torneios internacionais são a vitrine perfeita para os jogadores deslumbrarem o mundo inteiro.

E na Eurocup há sempre grandes surpresas.

Antes do início do torneio apostou em 5 jogadores, 2 deles disputam a final, outros dois se mantiveram nas quartas de final e outro ficou no oitavo.

Hoje vamos falar das surpresas da Eurocup, 4 novos jogadores mais um do artigo anterior.

4 + 1 jogadores que foram uma revelação nesta Eurocopa.

Pierre Emile Holberg

O meio-campista do Tottenham, de 25 anos, foi parte da maior revelação do torneio, a Dinamarca de Eriksen.

Depois do infortúnio com Eriksen e o subsequente com a UEFA, os dinamarqueses foram derrotados até o último dia de grupo onde escalaram para ocupar um lugar.

Holberg disputou as seis partidas de sua seleção como titular, com média de 7,39, até a semifinal do Euro.

No Euro, Holberg deu 3 assistências com 84% de sucesso, ele também deu 1,8 passes chave.

Possui nível defensivo, também é um jogador complacente, com 1,2 interceptações e 1,8 innings.

Daniel Olmo Carvajal

Dani Olmo, é um espanhol de 23 anos do RB Leipzig, que chegou à semifinal do torneio.

A seleção espanhola também foi uma revelação no torneio, já que também disputou duas disputas de pênaltis, e no final ficou na semifinal, fazendo um grande torneio.

Steven Zuber

Zuber é um meio-campista suíço de 29 anos que joga no Eintracht Frankfurt.

A revelação veio na partida em que Zuber deu 3 assistências em uma única partida contra a Turquia.

Patrik schick

Patrik Schick é um atacante tcheco de 25 anos que joga no Bayern Leverkusen.

A seleção tcheca fez uma ótima fase de grupos com Schick na liderança, além de ter marcado 5 gols, e ser o artilheiro ex-aqueano com Cristiano Ronaldo.

Nicolo Barella.

Já antecipávamos, 5 jogadores que podiam ser consagrados nesta Eurocup, e o médio titular italiano, não podiam ficar às escuras.

Barella já havia mostrado parte de seu valor no campeonato Inter da Série A 20-21.

As “revelações” do torneio.

No dia 17 de maio, eles apostam em 5 jogadores que seriam revelações no torneio europeu máximo por seleções.

Além de Barella, estava o Tielemans, meio-campista belga que, como toda a sua equipe, deixou a desejar na partida contra a Itália.

Grealish, que entregou de forma excelente, o rui

A maioria dos atletas espera um dia usar ou possuir alguns anéis de campeonato.

Embora isso seja algo que você vê em muitos casos a nível profissional, existem alguns outros programas que podem pagar por isso por meio de doações ou como um anúncio promocional de alguma parte interessada. As conquistas esportivas são algo que os atletas almejam e, para alguns, são tão importantes quanto tirar boas notas em sala de aula.

Confira agora, as melhores camisas de time:

Você pode ter visto os anéis de campeonato que são dados quando um time de futebol ganha o Super Bowl, ou mesmo sua divisão. Geralmente são muito caros e podem ser acompanhados de joias caras. As equipes profissionais têm dinheiro para fazer essas coisas, e se os anéis do campeonato forem distribuídos em um nível de jogo de escola secundária ou faculdade, eles provavelmente não serão tão caros ou tão grandes. Em muitos casos, os alunos do ensino médio podem receber um troféu ou um distintivo em vez de um anel, e isso geralmente se deve ao gasto e ao tempo.

Algumas pessoas simples gostam de ter seus anéis de campeonato e seus anéis de classe do ensino médio um no mesmo. Se eles têm um campeonato de qualquer tipo em seu currículo antes de solicitarem o anel de sua classe, eles podem ter o campeonato anotado como o tema do anel em alguns casos. Dependerá de onde vem o anel e se há bons motivos pelos quais eles podem não querer que isso seja feito. Alguns alunos não gostariam que estes fossem anéis de campeonato de qualquer maneira, pois eles podem achar que isso colocaria um limite no que o anel representaria.

Se seu filho ganhou recentemente um campeonato em qualquer esporte, isso é algo que você pode fazer por si mesmo, se desejar. Você pode encomendar anéis de campeonato de uma empresa, mas você deve saber que não vai ser barato. No entanto, pode ser um presente incrível para seu filho se o esporte é importante para ele, e você acha que anéis de campeonato podem ser algo de que eles gostariam. Você pode mandar fazer eles se assemelharem a outros tipos de anéis esportivos especiais e pode ter a cor da escola para a pedra, se isso for possível. Eles podem não usá-los para sempre, mas provavelmente os salvarão por muito tempo no futuro, para que possam mostrá-los aos filhos e até aos netos.

Energia solar térmica

A energia solar térmica é uma das melhores e mais sustentáveis opções de fonte de energia renovável. A sustentabilidade tem sido uma bandeira que vem guiando o progresso e o desenvolvimento da sociedade nos últimos anos, e a tecnologia é uma das grandes aliadas nesse processo.

Energia de fontes que não acabam — como água, vento e energia solar — tem sido destaque em empresas e ambientes preocupados com o futuro e a preservação dos recursos naturais. Neste artigo, você vai entender melhor sobre as vantagens e desvantagens da energia solar térmica.

Vantagens da energia solar térmica

Em primeiro lugar, a energia solar térmica não polui durante seu uso. Além disso, a poluição proveniente da fabricação dos equipamentos necessários para que sejam construídos os painéis solares é perfeitamente controlável.

Em segundo lugar, as centrais necessitam de uma manutenção mínima. Já os painéis solares são cada vez mais potentes ao passo que seu custo vem diminuindo. Isso vem tornando a energia solar uma alternativa bastante viável do ponto de vista econômico.

A energia solar também é uma ótima alternativa para lugares remotos ou de difícil acesso, como propriedades rurais. Sua instalação em pequena escala não demanda grandes investimentos em linhas de transmissão.

Outra vantagem a ser citada é que o Brasil, como um país tropical, tem a utilização de energia solar como uma opção viável para todo o seu território. Em locais afastados dos centros de produção energética, seu uso também ajuda na diminuição por busca energética, tendo como consequência a perda de energia que aconteceria durante sua transmissão.

Desvantagens da energia solar térmica

A situação climática é, sem dúvidas, um dos grandes empecilhos quando se pensa em energia solar. É necessário dizer que existe variação nas quantidades produzidas de acordo com a situação climática (como chuvas intensas e neve). 

Também é preciso reforçar que, durante a noite, não existe produção alguma de energia térmica. Isso faz com que essa alternativa não seja viável para países com latitudes médias e altas. Alguns exemplos são:

  • Finlândia;
  • Nova Zelândia;
  • Islândia;
  • Chile;
  • Sul da Argentina.

Tais regiões elencadas sofrem com quedas grandes de produção de energia solar térmica durante os meses do inverno, uma vez que existe uma disponibilidade ainda menor do que o costume de luz do sol.

Já regiões com cobertura de nuvens frequentemente, como Londres, oscilam diariamente na produção de acordo com o grau de nebulosidade. Outra desvantagem é que as formas de armazenamento desse tipo de energia são pouco eficientes quando comparadas às geradas por combustíveis fósseis (como petróleo, carvão e gás natural).

A energia hidrelétrica (gerada pela água) também apresenta um grau de potência superior à energia solar. Os painéis solares apresentam um rendimento de apenas 25%. Esse valor, contudo, vem aumentando nos últimos anos.

Outro ponto a ser esclarecido é a diferença existente entre energia solar térmica e fotovoltaica. A diferença se dá na forma de transformação da energia. A solar transforma a radiação em energia térmica, para que a água seja aquecida, por exemplo. Já a fotovoltaica captura a radiação solar e a transforma em energia elétrica. 

Alergia a pulgas

A alergia a pulgas é, sem dúvidas, uma das principais responsáveis pelo surgimento de dermatites em gatos e cachorros. O Brasil, por ser um país tropical, é um território perfeito para a proliferação desses insetos que se infiltram entre os pelos dos animais para se alimentarem de seu sangue.

A mordida desse parasita provoca uma sensação de coceira e desconforto, e pode até mesmo causar alergia a pulgas nos animais de estimação. Engana-se quem pensa que gatos, ainda mais sensíveis do que cachorros, estão a salvo da praga quando moram em apartamentos.

Os parasitas se infiltram rapidamente em um simples passeio de um cachorro do vizinho à rua e se espalham pelos corredores do prédio, podendo atingir o seu bichano e provocar nele essa alergia a pulgas. A grande solução para esse problema é promover um controle sistemático da praga e ficar atento aos sinais de que o seu pet pode estar sendo hospedeiro dos insetos.

Como identificar a presença de pulgas no pet

Pets que estejam com pulgas costumam apresentar alguns sintomas característicos, como:

  • Queda de pelos;
  • Coceira constante;
  • Se lambem excessivamente;
  • Apresentam falhas no pelo, vermelhidão e feridas;
  • Gengivas pálidas.

Além do mais, também é possível ver, de vez em quando, a pulga passeando na pele do animal. Os pets que tenham alergia a pulgas se lambem muito, tendo poucos desses insetos no corpo. Tutores acabam acreditando, nesse tipo de situação, que a picada do artrópode não é a causa primária da alergia.

Animais que se expõem apenas ocasionalmente a pulgas possuem uma sensibilidade maior em comparação àqueles que mantêm um contato mais frequente com a saliva do inseto. Pets que sejam expostos ao parasita somente na fase adulta tendem a desenvolver alergia a pulgas com mais facilidade com relação aos que já tiveram que enfrentar o problema quando filhotes.

Tratamentos e outros cuidados

Existem diversos produtos antipulgas responsáveis por livrar o seu amigo de quatro patas das pulgas. Existe, por exemplo, um comprimido mastigável que deve ser consumido uma vez ao mês. Assim, o parasita morre antes mesmo de botar ovo.

A pipeta, por sua vez, é aplicada na nuca do animal para que ele não lamba o líquido, e tem efeito duradouro de até três meses.

A coleira apresenta uma eficácia de oito meses, mas muitos gatos costumam apresentar alergia do material utilizado para a confecção do acessório.

Existe ainda um xampu com efeito pouco duradouro: de um a dois dias. Essa solução, contudo, pode não ser uma boa ideia para gatos que não gostam de tomar banho. Essa situação pode gerar um quadro de estresse no bichano.

O tratamento, em geral, varia de acordo com a orientação do médico veterinário. Também é preciso fazer um cuidado com o ambiente, desinfetando-o da presença de pulgas que, porventura, tenham caído. 

Dar banhos periódicos no pet e escovar seus pelos, observando se ali ainda existe incidência de pulgas, são outros cuidados preventivos que devem ser adotados pelos tutores de animais.

4 combinação de looks para bebês

Para quem tem bebê pode dizer que é uma delícia poder fazer várias combinações para deixar eles ainda mais fofos, ainda mais para as mamães que adoram deixar seus filhos dentro da moda.

Ver os pequenos vestindo algo que deixa eles ainda mais fofos é impagável, ainda mais quando são bebês ainda, as mamães de plantão podem fazer os looks que quiserem. Afinal, quando estão maiores já querem escolher a própria roupa e ter mais autonomia nas escolhas de roupas, vestindo aquilo que mais chama atenção deles.

E hoje o mundo da moda está focando um pouco mais nos pequenos, podemos ver uma variedade de tendências para nossos pequenos, fazendo várias combinações de peças e cores, assim, deixando eles estilos mas ainda confortáveis.

Quer saber como fazer várias combinações de looks para seu bebê? Então continue lendo este artigo para saber mais.

4 combinações de looks para bebês

Podemos contar com diversas peças de vários estilos, modelos e cores diferentes, no caso, atendendo os gostos de todos os papais. Nas combinações que vamos falar, tentamos trazer um pouco de tudo para abrir mais ainda a sua mente e te mostrar mais chances de looks diferentes.

Vale ressaltar que para os bebês existem algumas peças chaves que podem ser usadas praticamente em todas as combinações em várias ocasiões. Algumas dessas peças são: o culote, body e o macacão, eles são peças coringas e sempre são bem-vindos.

Também vale falar aqui sobre sempre pensar no conforto do bebê, quando for escolher as roupas de bebê, pense bastante em como seu filho precisa se sentir confortável, à vontade dentro daquela roupa e que nada fique apertado ou limitando os movimentos dele, assim ele não vai ficar irritado nos lugares e em casa.

1. Jardineira e camiseta ou blusa de manga comprida

Vamos começar por um look básico, optar pelas jardineiras para bebês pode ser uma escolha para diversas ocasiões e até mesmo, mais de uma estação do ano.

As jardineiras oferecem uma vantagem que é poder combinar ela com uma camiseta e um sapato ou sandália durante o calor. Já no frio, pode colocar uma blusa de manga comprida por baixo, com um casaquinho para completar, mais meia calça e um sapatinho fechado.

Além disso, pode colocar alguns acessórios no bebê, como um laço, uma faixa, uma presilha e etc.

2. Vestido e culote

Vestido para bebês pode ser uma ótima escolha durante o verão e também em diversas ocasiões, o modelo do vestido pode ir mudando conforme a ocasião, mas sempre é uma ótima escolha para deixar a criança mais à vontade, pois não irá impedir ela de correr.

Você pode optar por um vestido lastex, que traz aquele ar mais de mocinha, o bebê pode usar em festas, em passeios ou um domingo com a família e ainda, se esfriar um pouco, pode usar ele com culote para bebê ou um mijãozinho, ambas as opções ficam ótimas com vestido, claro, dependendo do tecido e estilo do vestido.

Ele pode ser tanto um look básico para o dia a dia, como um look para sair para outros lugares e também dá para combinar com alguns acessórios para deixar mais mocinha ainda.

3. Calça e camiseta

Esse é o look mais tradicional para ambos os sexos e também um dos mais básicos. Porém é um look que pode servir para qualquer ocasião dependendo do estilo da peça escolhida.

Podemos dizer, que para crianças podemos investir em roupas com mais cores, pois por ser criança, podem usar cores mais alegres e diversificadas, claro, no tom certo.

Também pode apostar em uma calça básica, de cor neutra e uma camiseta estampada ou de uma cor mais forte, até mesmo pode ser o contrário, uma camiseta de cor neutra e uma calça de cor forte ou estampada. É uma combinação perfeita para os pequenos.

Além disso, é uma opção que pode deixar o bebê super confortável. Opte por tecidos de algodão, eles evitam que o tecido crie um atrito contra a pele, assim, evitando uma possível alergia.

4. Macacão e body

O macacão pode ser usado tanto nas meninas como nos meninos, mas aqui vamos focar um pouco mais nos meninos. 

O macacão pode ser uma peça chave por combinar com várias outras peças, além de poder usar tanto no calor como no frio, ela pode ser uma peça para ser usada em várias ocasiões também, tudo depende do que vai combinar com ela.

Outra peça chave que pode combinar com o macacão, é o body, é só colocar um por baixo do macacão, que dependendo da cor da peça de cima, o body pode ser estampado ou de cor mais forte que será uma ótima combinação.

Além de poder usar um sapatinho fechado ou aberto, vai da escolha dos papais.

A Victória Augusto é a melhor loja para Roupinha de bebês baratas. Entre no nosso site e aproveite!

Como ganhar dinheiro com mentoria

Se perguntássemos se você já pensou em se tornar um mentor, qual seria sua resposta? 

Sim: você sabe muito sobre algum campo de conhecimento e gostaria de ganhar dinheiro com isso, ensinando outras pessoas.

Não: você tem conhecimentos aprofundados, mas nunca pensou em transformar isso em um negócio. 

Mais ou menos: você ainda não sabe exatamente o que significa mentoria, mas tem curiosidade sobre o tema. 

Seja qual for a sua resposta, o conteúdo de hoje pode ajudar a melhorar sua vida, a conquistar sua independência financeira e se sentir mais realizado como ser humano e como profissional. 

Quer saber mais? Siga conosco e vamos contar tudo para você!

Mas, afinal de contas, o que é mentoria? 

Mentoria é o processo no qual uma pessoa mais experiente compartilha seu conhecimento com uma pessoa menos experiente. 

Neste processo, você, como um profissional com mais experiência, acompanha o desenvolvimento de seus mentorados, colaborando para que estes atinjam seus objetivos com mais facilidade. 

O mentor não diz o que alguém tem que fazer, ele transmite conhecimentos para que os mentorados possam decidir sozinhos e com confiança em si mesmos. 

É uma relação mais próxima, e até mesmo mais informal, na qual seus mentorados recebem conselhos, sob forma de conversas estratégicas, e você os ajuda a encontrar o caminho mais favorável.

Dá para ganhar dinheiro com as mentorias?

Como atividade remunerada, as mentorias têm aumentado no mercado brasileiro. 

Alguns números do setor mostram um crescimento médio anual de 19% e um aumento da demanda, principalmente em função da melhoria das taxas de retenção de colaboradores, percepção de melhoria nas carreiras e networking. 

Outro fator que tem causado um maior interesse do público e de empresas é a pandemia da Covid-19. 

A necessidade de adaptação à nova realidade é um atributo mais do que necessário para quem quer manter-se competitivo, seja na hora melhorar suas carreiras ou de garantir uma fatia do mercado. 

A busca por qualificação profissional cresceu, e não foi só para quem quer se manter na mesma carreira. Muitas pessoas perceberam que, em uma crise como essa, uma das saídas é apostar em si mesmos e abrir um negócio, já que a pandemia fez desaparecer nada menos do que 255 milhões de empregos.

Ou seja, há público interessado em aprender. E, se você tem algo a ensinar, a hora é essa! Mas, como fazer isso?

É sobre o que vamos falar na sequência.

#01 Pense sua mentoria como um negócio

Você pode até ter todos os conhecimentos necessários para organizar seu próprio programa de mentoria. Mas você já pensou nisso como um negócio de fato?

Um negócio exige planejamento, dedicação, horas de trabalho, compromisso, disciplina e processos relacionados, por exemplo, à captação de clientes e gestão dos recursos que você possui. 

Por exemplo, como anda o mercado de mentorias do qual você quer participar? Está muito saturado, há espaço e oportunidades? O que você pode fazer diferente para entregar valor ao seu público? Estas são perguntas que precisam ser respondidas antes de avançar.

Então, o primeiro passo é pensar nisso como um empreendimento, não como uma aventura que você pode fazer sem um roteiro pensado previamente. 

#02 Delimite sua abordagem à sua especialidade

Prometer mundos e fundos pode até soar mais bonito e atrativo para conquistar clientes, mas também supõe um risco à sua reputação como mentor. Neste sentido, só diga que vai fazer o que você efetivamente sabe fazer. 

Se a sua mentoria de negócios é mais indicada para quem está começando, para empresas com dificuldades, para profissionais que buscam melhorar suas posições, para o setor contábil ou para qualquer outro recorte, não vá além disso.

#03 Melhore seus conhecimentos de outras disciplinas

Na hora de estabelecer um vínculo mentor-mentorado, será preciso muito mais do que ser um profundo conhecedor de sua área. Você tem que aprender a se relacionar com as pessoas, a criar os espaços de interação nos quais transmitirá informações. 

Neste sentido, vale a pena investir tempo em conhecer técnicas de persuasão, formas de se comunicar e até mesmo saber mais de marketing (você vai precisar vender sua ideia). Um negócio, inclusive a mentoria, precisa captar clientes e mantê-los. 

Além disso, as mentorias na era da pandemia também precisam apoiar-se em ferramentas de comunicação virtual. Se você ainda não tem muita desenvoltura com as tecnologias de interação, vale a pena dedicar tempo a conhecer todos os recursos que serão usados na sua mentoria. 

#04 Para ser um mentor, antes, aprenda como funciona uma mentoria

Uma coisa é saber muito sobre um assunto. Você pode ser um profundo conhecedor de um campo de conhecimento e ver, de longe, problemas, necessidades e oportunidades. Outra coisa é transmitir sua experiência por meio de um processo e metodologias estruturadas de forma eficiente. 

Então, para transformar suas habilidades em receita, você primeiro precisa saber como criar uma mentoria. Em programas e cursos estruturados para tanto, você vai aprender a criar os materiais necessários, a entender as melhores formas de conduzir o relacionamento e criar as dinâmicas de um processo de mentoria.

#05 Experimente modalidades diferentes de mentoria 

Você, como novo mentor, ainda não sabe exatamente em que terreno se desenvolve melhor. 

Pode ser que sua mentoria seja mais eficiente quando trabalha com indivíduos. Outros mentores, por sua vez, podem ter mais facilidade com grupos e trabalhando em parceria com departamentos de recursos humanos.

Atualmente, também existem muitos tipos de mentorias: para negócios, para carreiras, organizacionais, estruturadas e livres, externa, reversa, entre outras. 

Independentemente da sua escolha, sempre mantenha o foco na missão de um mentor: ajudar pessoas e organizações a resolver seus problemas. 

Com tudo isso em mente, agora chegou a sua vez de passar por cada etapa e ir construindo o que será o seu futuro negócio. 

As mentorias são uma excelente forma de ganhar dinheiro e também vão apresentar novos mundos e realidades bem diferentes das suas. Isso sem falar no networking e na constante troca que existe entre você e seus mentorados.

Agora que você já sabe como ganhar dinheiro com mentoria e que este é um negócio que pode render bons frutos, que tal saber como tornar sua nova empresa mais sustentável?

Quando se trata dos cuidados com os filhos, não devem ser medidos esforços. O cuidado com a saúde, com o bem estar e com a higiene dos pequenos é extremamente importante. E este cuidado não deve ser deixado de lado quando você for escolher uma toalha infantil para a criança. 

Mas como escolher a melhor toalha infantil para seu filho? Essa é uma dúvida muito comum entre os pais, pois nem sempre é fácil saber qual o melhor tipo de tecido, as diferenças entre os tipos de fios e as gramaturas. 

Por isso, hoje trago para vocês todas as informações que você precisa saber antes de comprar uma toalha infantil para o seu pequenino.

Porque comprar uma toalha infantil para a criança?

Muitos pais podem pensar: “mas porque eu devo comprar uma toalha infantil para o meu filho? Toalha comum não basta?” A resposta é, não. Toalha comum não basta. Pois existem diferenças entre toalhas adultas e toalhas específicas para crianças.

A pele das crianças, por exemplo, é bem mais sensível do que a dos adultos, por esse motivo, as toalhas desenvolvidas exatamente para os pequenos, geralmente são mais macias e tem desenhos, estampas e figuras divertidas, que tornam os momentos como banhos e idas a natação, muito mais divertidos e agradáveis.

Tipos de tecidos

Ao comprar uma toalha comum ou uma toalha infantil, sempre verifique o tecido do qual ela é feita. Pois o tipo de tecido diz qual tipo de toalha é mais macia e tem melhor qualidade. Logo abaixo vamos verificar os tipos de tecidos existentes e suas especificações.

Algodão comum

Toalhas de algodão comum, absorvem bem a umidade, são suaves e eficientes para qualquer ocasião. Mas, ao optar por uma toalha feita de algodão comum, escolha aquela que seja 100% algodão, tecidos mistos ficam ásperos com mais facilidade e podem causar irritações ou alergias.

Algodão egípcio

Toalhas com esse tipo de tecido são consideradas feitas de um tecido ‘nobre’, pois suas fibras finíssimas e longas o tornam assim, sendo assim, são um pouco mais caras do que as toalhas de algodão comum. Porém, este oferece extrema maciez, qualidade excelente e alta absorção da umidade.

Algodão supima

Como o anterior, esse tecido tem fios bem finos e evita que a toalha forme aquelas bolinhas indesejáveis. Também é bem macio, tem boa capacidade de absorção e garante um brilho por mais tempo na cor da toalha ou na estampa.

Nanocotton

Este tecido é bem interessante. Ele é de uma maciez extrema e seca com muita facilidade. Se optar por uma toalha desse tipo, use menos ou nenhum amaciante na lavagem, pois os fios de algodão deste tecido contém nanopartículas de amaciante, o que faz com que ele seja tão macio.

Tipos de fios

O tipo de fio de uma toalha infantil ou de uma toalha comum está diretamente ligado a sua  maciez. Veja abaixo os tipos de fios e não se esqueça de levar isso em consideração na hora de escolher a toalha infantil para o seu pequeno.

Fio penteado

Este tipo de fio é formado através de um processo que, literalmente, penteia os fios a fim de eliminar as fibras mais curtas e frágeis de algodão. Isso torna o tecido mais resistente, o que aumenta sua durabilidade e também sua maciez.

Fio tinto

Este tipo de fio tem suas fibras tingidas antes de se tornarem um tecido, isso garante uma cor mais intensa, brilhante, viva e que dure por mais tempo.

Fio retorcido

Esses tipos de fios são obtidos na junção e torção de dois fios juntos, o que torna cada fio obtido mais resistente. Esse tipo é mais utilizado em toalhas estampadas.

Gramatura

Essa é a parte responsável por informar a maciez da toalha. Quanto maior a gramatura, ou seja, quanto maior a quantidade de algodão por metro quadrado, mais macia a toalha é.

Leve em conta os gostos da criança

E por fim, mas não menos importante, você deve levar em conta o que o seu filho mais gosta na hora de escolher a toalha infantil dele. Uma cor específica, um desenho, um personagem, um capuz divertido, tudo isso faz diferença na hora de escolher a toalha e você deve deixar a criança decidir qual lhe é mais atrativa ou escolher uma toalha para bordar.

As crianças formam suas personalidades desde pequenininhas, sendo assim, com certeza seu filho tem um gosto ou preferência por algo específico e deixá-lo escolher sua própria toalha infantil, ajuda a mostrar à ele que ele tem toda e total liberdade de escolher aquilo que mais lhe agrada.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Do you know how to choose a dentist? Not everyone bothers to do a research before choosing the professional or clinic responsible for the health of their teeth.

However, know that it is important to analyze in detail who will do your dental treatments.

Currently, there are several resources to make consultations more pleasant, and it is interesting to prefer offices that have a modern structure.

A good dentist is essential for the procedures to be performed correctly and without harming other aspects of your mouth.

We have prepared this article bringing you some tips to let you know how to choose the right dentist. Keep reading and learn how to make the best decisions and take good care of your smile!

How to choose a good dentist that is close to you!

Knowing how to choose a dentist is not one of the simplest tasks if you are that person who needs the confidence to go to one.

Like anyone else, we have a great fear of who will treat us.

But we can select a good dentist by following the criteria below.

We will also explain if hiring a dental plan is better than deciding on private care. Come on!

Check it out now Dentist Geelong

1- Research the reputation of the service

To choose an excellent clinic or dentist, it is helpful to make a list of options.

After finding a few names, it’s time to select, among all of them, the one that brings the most credibility and has the best reputation in the market.

One of the first things you can do is look at patient satisfaction. Always prefer professionals who have better ratings.

In addition to word-of-mouth impressions, be sure to check out complaint sites as they show the problems a large number of people have had with the clinics and the way in which situations have been resolved.

2- Ask for some recommendations

If you have no idea how to choose a dentist or where to start your search, an excellent alternative is to ask for recommendations.

Talk to family and friends who have had dental treatments recently.

But try not only to get the dentist’s contact details, but to find out details about the service, such as the structure of the place, whether the treatment was satisfactory, among other issues.

Look for an expert

If you want to put on orthodontic braces, for example, look for an orthodontist; if you want to have an implant, look for an implant dentist; if you need a routine visit, see a general practitioner.

You can also look up recommendations on the internet. A basic tip is to access the dentist’s website and his social networks to check the evaluation of old patients.

Another possibility is to talk to trusted professionals, such as doctors who monitor your health. They can recommend known dentists and partners.

3- Know the structure of the place

Another very important tip on how to choose a dentist is to observe the structure of the place where he works. After all, the space where he works directly influences the quality of the service provided.

Once you’ve selected a name or two, try to visit the offices to evaluate these locations.

Be careful with hygiene and organization, after all, this is a health environment and, therefore, it needs to provide safety for patients and the entire team. Check out:

  • the building receives maintenance
  • cleaning is done well
  • the team works properly uniformed
  • there is adequate separation between the offices and the waiting room
  • licenses are up to date.

Also check aspects such as the location of the clinic, the movement of the street and the presence or absence of parking nearby.

If you need a pediatric dentist for your children, see if the clinic is child friendly. This is important, because ideally, dental treatments are not traumatic for the little ones. So make sure the ambiance of the space is pleasing to them.

4- Find out about procedures and technologies offered

Dentistry has evolved a lot in recent years, with the incorporation of innovative methods and techniques in various practices.

In this way, treatments became more comfortable and faster and began to offer better functional and aesthetic results.

Therefore, when you choose your dentist, find out what technologies they work with, in order to receive the best possible care and be sure that you will be satisfied with the results.

Also, make sure the clinic offers all the procedures you need. Some have such a complete structure that, in the same place, it is possible to go through the consultation, take exams and even be assisted in their own prosthetics laboratory.

In this case, there is no need to run from one place to another, as everything can be solved in the same space.

agencia-marketing-digital

Seu guia para o sucesso da agência

Então, você decidiu mergulhar no mundo da vida de agência digital – parabéns!

Como você certamente já sabe, iniciar (e crescer) uma agência de marketing pode ser um processo longo, doloroso, exaustivo – embora gratificante.

É por isso que elaboramos este guia definitivo para ajudar! 💪

Abaixo, você encontrará dicas úteis, conselhos e recursos sobre como iniciar e expandir sua agência de marketing com sucesso. E se você é alguém que “esteve lá”, deixe-nos saber nos comentários se você tem alguma outra sabedoria para compartilhar.

Parte 1: primeiros passos e promoção

O básico

A sua agência deve ser ampla ou de nicho?

Uma das primeiras coisas que você deve considerar ao iniciar sua própria agência de marketing é o que exatamente você deseja oferecer aos seus clientes. 🤔

Muito parecido com quando as empresas de produtos estão tentando encontrar um mercado adequado para seus produtos, você precisa encontrar o mercado adequado para seus serviços.

E embora existam muitas agências de serviço completo por aí que criam um ótimo trabalho em uma variedade de disciplinas, é importante considerar a opção de ser um pouco mais específico ao começar.

Por quê? Porque se você puder mostrar aos clientes que pode fazer algumas coisas muito bem, em vez de tudo apenas com a metade da capacidade, você será um ativo muito mais valioso para eles. E sejamos honestos: se for apenas você ou uma pequena equipe trabalhando para sua agência, a última coisa que você vai querer é se esticar muito desde o início. 👎

Você é ótimo em SEO? Designer de Web? Em gestão de mídia social? É melhor sentar e listar os serviços que você gostaria de oferecer, então realmente pense se esses serviços são ou não seus melhores ativos.

Saber sua experiência desde o início pode realmente ajudar no longo prazo. 🙌

As empresas às vezes podem se preocupar em ser muito nicho e perder clientes, mas pense nisso desta forma: se você oferecer alguns serviços realmente excelentes, terá clientes que precisam desses serviços e, por sua vez, você será fazendo o trabalho que você realmente deseja fazer (além disso, é um trabalho no qual você é ótimo).

“Topo da cadeia alimentar” ou subcontratado

Outra coisa a considerar no início é a quem você gostaria de oferecer seus serviços e como.

Tem interesse em trabalhar diretamente com o cliente final ou quer contratar os seus serviços para outras empresas que pretendam realizar projetos específicos? 🤷‍

Decidir isso logo no início ajudará a reduzir a confusão sobre a posição de sua agência na “cadeia alimentar”, por assim dizer, das empresas com as quais você trabalha. Além disso, ajuda você a se preparar melhor para os tipos de clientes que deseja procurar ao fazer prospecção.

Por exemplo, se você não vai trabalhar com clientes finais diretamente, é melhor fazer prospecção com grandes agências que não têm seu conhecimento específico interno.

Branding e identidade

Como um profissional de marketing, isso provavelmente é óbvio: você precisa de uma marca! 😅

Mas para ser justo, às vezes pode ser mais fácil falar do que fazer. Especialmente no início, quando você tem um milhão de outras coisas com que se preocupar com seu negócio, sua marca às vezes pode cair no esquecimento.

Pode ser tentador se concentrar mais na marca de seus clientes do que na sua, mas tente evitar isso. 🙅‍

Você nunca iria a um cabeleireiro com o cabelo ruim ou a um dentista com os dentes ruins – então, por que alguém contrataria sua agência de marketing se você não se anuncia bem?

É importante fazer um nome para si mesmo em seu respectivo campo e ter uma marca que seja facilmente identificável e conte a história que você deseja contar. 🤘

A coluna cinco tem um ótimo guia passo a passo sobre a identidade da marca para lidar com isso de frente.

Presença no site e nas redes sociais

Provavelmente outro básico, mas igualmente importante, é sua presença online. Depois de ter uma identidade de marca, é hora de exibi-la! ✨

Se você não está necessariamente pronto para investir em um desenvolvedor da Web para construir seu site, existem algumas opções de autopublicação de baixo custo, como o Squarespace.

Para mídia social, certifique-se de proteger seus nomes de usuário e, se possível, torná-los consistentes em todos os canais. Não faz sentido ter sua conta no Twitter como @Marketing_Agency_Example se seu Instagram for @ example.marketingagency – você entendeu. 🤓

Além disso, esta é uma grande oportunidade para já começar a construir uma sequência. Depois de determinar os canais certos para você e sua agência, comece a interagir com outras contas!

Siga líderes de pensamento relevantes em sua indústria no Twitter, junte-se a grupos no Facebook com pessoas que pensam como você, faça tudo o que puder para participar da conversa.

Mostre seu portfólio

Seu trabalho anterior pode ajudar a demonstrar aos clientes em potencial que você é capaz de criar grandes coisas.

Certifique-se de destacar seu melhor trabalho de seu portfólio em seu site e canais de mídia social – embora, não torne seus canais de mídia social completamente autopromocionais. As conversas não são unilaterais, e isso também vale para as redes sociais. 🗣

O que funciona ainda melhor hoje em dia para as agências é fazer um blog sobre sua expertise e dar conselhos e opiniões sobre as coisas. Também é percebido como menos promocional – mais sobre isso em um momento.