Empréstimo: Veja como não errar na hora de pedir um empréstimo

Solicitar crédito não envolve apenas ter um cartão de crédito. O ato de fazer empréstimo exige alguns cuidados, principalmente quando se envolve um valor maior e/ou quando se realiza pela internet. Hoje você vai conhecer dicas para não cometer alguns enganos ao pedir um empréstimo.

1.      É realmente necessário pedir o empréstimo?

Primeiro, pare e pense se o seu objetivo condiz com a solicitação de um empréstimo. Fazer isso requer alguns cuidados — afinal, é por isso que você se interessou por esse texto.

Geralmente as pessoas buscam um empréstimo para comprar algo como um imóvel ou um carro, custear uma viagem dos sonhos, pagar um procedimento ou uma cirurgia estética… e se você pudesse investir em vez disso? Procure calcular e verificar se investir e alcançar um dinheiro a mais ao longo do tempo não valeria mais a pena.

2.      Use um simulador de empréstimo

Antes de solicitar o empréstimo, quer seja online ou pessoalmente na agência, simular é uma opção muito válida.

Isso porque existem vários sites com o serviço que facilitam a comparação de diversas opções. Não deixe de selecionar o número mínimo de parcelas — isso implica em menos juros — e procurar a empresa com o menor CET (Custo Efetivo Total).

Saiba que buscar o menor CET é mais eficaz que se guiar apenas pelos juros porque além dos juros existem outras taxas e encargos.

3.      Cuidado com empresas falsas

As pessoas que agem de má fé aplicando golpes apresentam algumas características em comum fáceis de perceber.

Geralmente elas solicitam algum pagamento adiantado (como se o depósito fosse para desbloquear o empréstimo) e não se importam com o seu histórico financeiro. Esse último indício, por exemplo, é completamente falho.

Coloque-se no lugar de um credor: como confiar em uma pessoa que se espera que pague a dívida se não se sabe como estão os extratos bancários dela? E se ela já não está com financeiramente comprometida?

4.      Escolha o serviço com as menores taxas para realizar o empréstimo

Tanto as empresas físicas como os serviços digitais oferecem uma série de opções. E são muitas as agências. Dentro de todas as opções existentes, não poupe tempo procurando a que tem o melhor custo-benefício.

Não deixe de conferir o CET. O Banco Central é uma excelente fonte para encontrar serviços com as menores taxas. Se você já é correntista e tem como comprovar sua renda facilmente, fuja de empréstimos ofertados por lojas uma vez que elas são as empresas que têm os juros mais altos.

5.      Pode solicitar como pessoa jurídica? Aproveite!

Nossa última dica: pedir empréstimo como pessoa jurídica. A rigor, a diferença não é tão grande. Mas como pessoa jurídica você tem muito mais opções de crédito. As empresas que lidam com esses clientes fazem linhas de crédito para desde produtores rurais a empresários do ramo do hardware e tecnologia.

Enfim, a jogada é você apresentar as duas rendas e não substituir uma pela outra, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *