Quais cuidados devo tomar com joelho estalando?

Quais cuidados devo tomar com joelho estalando?

Prestar atenção em nosso corpo é uma forma de autocuidado. Observar nossas reações e os avisos que nosso corpo nos dá, ajuda-nos a conhecermos e identificarmos quando algo não está bem conosco. Por exemplo, ouvir se estamos com o joelho estalando nos leva a pensar nos cuidados que devemos tomar e reforça a necessidade de procurar aconselhamento junto a um ortopedista.

Anatomia do joelho

Nossos joelhos são fundamentais para que possamos nos locomover com firmeza e equilíbrio. Além disso, os joelhos sustentam nosso corpo em pé, sendo isso fundamental para atividades básicas como caminhar, subir e descer escadas, e  também para mudarmos de direção.  Além disso, ao praticarmos exercícios físicos, os joelhos precisam estar saudáveis para que consigamos nos exercitar da forma adequada.

Para nos ajudar em todas essas atividades, nossos joelhos são compostos pelos seguintes órgãos:

  • ligamentos;
  • músculos
  • cartilagem;
  • patela;
  • fêmur;
  • tíbia.

Uma curiosidade interessante é que nosso joelho é a parte mais complexa do nosso corpo. Por isso o joelho estalando tem que receber atenção para saber a causa e soluções para este comportamento.

Identificando o joelho estalando

Na linguagem médico-científica, joelho estalando recebe o nome de crepitação articular. Pelo nome já identificamos que o joelho estalando diz respeito a algo relacionado às nossas articulações. Esse atrito ocorre entre os ossos e sua causa mais comum é a diminuição da produção de líquido sinovial.

Outras causas do joelho estalando são:

  • Artrose;
  • Osteoartrite;
  • Fibrose;
  • Irregularidade da cartilagem;
  • Desgaste do joelho
  • Excesso de peso.

O que fazer ao sentir o joelho estalando?

Quando ocorre esporadicamente, o joelho estalando não é visto como algo preocupante ou sinal de alguma doença mais grave, ou complexa. Contudo, sempre que temos o joelho estalando significa que há alguma irregularidade, seja simples que não requer um tratamento específico, seja mais grave, necessitando até mesmo de intervenção cirúrgica.

Um sinal de que pode ser algo mais sério é quando, além do joelho estalando, há sintomas como dores e inchaço. Se o estalo no joelho surge após uma lesão, entorse, contusão ou atividade de impacto, também é preciso ficar atento. Se o joelho estalando também vier com a sensação de travamento da locomoção ou mesmo impedir a realização de atividades (andar, agachar, correr), pode ser sinal de algo mais grave.

A primeira coisa a se fazer nessas situações é consultar um médico ortopedista. Esse especialista irá solicitar exames específicos, como uma artroscopia do joelho para ter um diagnóstico mais preciso da causa e do tratamento para o joelho estalando.

Tratamento

O tratamento para o joelho estalando irá depender do que está causando esse problema. Quando a causa é excesso de peso, será necessário uma dieta nutricional. Já doenças como artrose ou quando ocorre uma lesão, há tratamentos medicamentosos com anti-inflamatórios para aliviar a dor. Em casos mais sérios, quando não se consegue realizar atividades rotineiras, pode ser necessária uma cirurgia para a colocação de uma prótese.

Há tratamentos fisioterapêuticos também, a depender do caso. Além de fortalecer a musculatura do joelho, a fisioterapia irá auxiliar na movimentação dos joelhos. Durante o tratamento com a fisioterapia, o paciente terá algumas restrições como evitar carregar peso e fazer movimentos de impacto, como subir ou descer escadas. Mas após o tratamento, o paciente poderá voltar às suas atividades rotineiras sem maiores preocupações.

Portanto, fique atento caso ouça seu joelho estalando. Busque por um profissional ortopédico e lembre-se, quanto antes começar um tratamento, mais rápido e eficaz serão os resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.