Conheça as principais causas do mau hálito

Acordar com mau hálito é extremamente normal, mas quando isso afeta um dia inteiro, pode ser que algo esteja errado. 

Existem diversas causas para o surgimento da halitose, podendo ser devido à má higiene bucal, problemas de saúde ou até mesmo por altas horas de jejum. 

O mau odor na boca pode acarretar múltiplos problemas de autoconfiança, atrapalhando todo o estilo de vida do indivíduo. Buscar saber qual a causa desse obstáculo é essencial para obter um diagnóstico e iniciar um tratamento. 

É essencial procurar uma clínica odontológica ou um dentista infantil, no caso de crianças, para se consultar e saber se a causa do mau hálito é devido a problemas bucais ou outras patologias. 

Se você quer saber quais os mais motivos para o surgimento da halitose, vá adiante com a leitura e saiba o que pode fazer para solucionar esse problema!

Quais problemas causam?

Conviver com a halitose não é uma tarefa fácil, tanto para as próprias pessoas quanto para quem está ao redor, podendo ser algo constrangedor.

O mau hálito pode ser causado por vários fatores de risco como por exemplo: 

  • Má higiene bucal; 
  • Tabagismo; 
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Desidratação; 
  • Doenças sistêmicas;
  • Doenças bucais.

A causa da halitose pode ser referente a diversos motivos, como, por exemplo, doenças bucais que ocasionam mau hálito, como a gengivite e periodontite que tendem a surgir devido a má higiene bucal, levando a sangramentos gengivais que causam mau odor.

Para um diagnóstico aprofundado, é necessário buscar um dentista especialista em gengiva e cuidar desse problema. 

Caso seja devido a problemas de doenças sistêmicas é preciso investigar para fazer um tratamento adequado.

Quando se preocupar com o mau hálito? 

A halitose começa a ser preocupante quando percebemos que por mais que estamos fazendo de tudo para contê-la, ela não diminui. 

Com isso, é preciso ir a uma clínica de dentista para que haja uma investigação mais convincente.

Muitas doenças respiratórias podem levar ao mau hálito, com isso o dentista conseguirá perceber se há doenças sistêmicas ou bucais, encaminhando-o para um especialista. 

Como prevenir o mau hálito? 

Caso o mau hálito não seja causado por doenças sistêmicas, a prevenção pode ser a base da simples e necessária higiene bucal. 

É essencial investigar a causa do mau hálito, que pode ser também devido ao caseum amigdalar, que são acúmulos de alimentos que grudam na amígdala provocando mau cheiro.

Outras situações que podem causar a halitose é a saburra lingual – massa branca de restos de alimentos e bactérias que ficam na língua. 

Para obter uma prevenção é necessário alguns cuidados como: 

  • Escovar os dentes após todas as refeições;
  • Fazer o uso de creme dental com flúor;
  • Usar o fio dental para retirada de alimentos nos dentes;
  • Usar antisséptico bucal sem álcool e com flúor;
  • Fazer profilaxia – limpeza nos dentes – no consultório dentário.

Todo cuidado pode funcionar como uma forma de prevenção, por isso escove os dentes e faça visitas periódicas ao seu dentista de confiança.

Como reduzir o mau hálito?

Se não houver prevenção com certeza pode ocorrer a halitose, com isso a única forma de tratar é continuar higienizando bem a boca e os dentes. 

Engana-se quem acha que usar balas para aliviar o mau hálito faz bem, na verdade piora pois pode provocar o aparecimento de cáries, muitas vezes agravando o problema. O dentista para fazer canal poderá ajudar, nesta situação.

Para reduzir o mau hálito é necessário tornar alguns hábitos frequentes, sendo preciso escovar os dentes após todas as refeições, usando produtos de higiene bucal que ajudem a combater a halitose. 

Mas alguns hábitos mais importantes são beber água com frequência, para incentivar a produção de saliva, que protege os dentes e o mau hálito. 

Outra situação que ajuda a reduzir é se alimentando de 3 em 3 horas, pois ficar muito tempo em jejum pode ocasionar a halitose. 

Muitas pessoas pensam que apenas escovar as dentições resolve todos os problemas bucais. Isso é um mito, pois apesar de alguém realizar uma ótima limpeza dos dentes, é imprescindível também escovar a língua, evitando a saburra lingual.

A língua má higienizada é um dos maiores motivos para se ter halitose crônica, ao higienizar os dentes e a língua, é provável que sua boca fique sempre com hálito fresco, a não ser que o mau hálito seja devido a doenças sistêmicas. 

Procure estar sempre higienizando a boca da forma correta, para que evite esse problema que afeta tantas pessoas no mundo. A halitose tem solução, mas também possui prevenção. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.