A área da odontologia estética, depois da saúde bucal, é um dos elementos mais buscados nos consultórios odontológicos pelos pacientes. Isso porque ela consegue realizar tratamentos muito práticos e eficientes, que podem mudar consideravelmente a aparência da face e sorriso, além de também contribuir com a função dos dentes e saúde mental.

Também conhecida como “dentística”, a odontologia estética é uma especialidade que agrega beleza e mais saúde para o sorriso, simultaneamente.

A área atua por meio de procedimentos simples até os mais complexos para tornar a funcionalidade e aparência dos dentes melhor.

Assim, os principais objetivos da odontologia estética são:

  •  Restaurar os dentes que sofreram algum tipo de trauma;
  •  Remover manchas;
  •  Trazer uma cor mais harmoniosa para a dentição;
  •  Deixar o sorriso mais harmônico;
  •  Melhorar a autoestima dos pacientes.

Por conta disso, contar com um convenio odontologico pode ser muito vantajoso para a realização dos procedimentos e adquirir ainda mais qualidade de vida e bem-estar.

Cabe ressaltar, no entanto, que não são todos os pacotes e operadoras que oferecem a realização de procedimentos estéticos. 

Por isso é necessário avaliar com cautela as necessidades, desejos, serviços prestados e orçamento disponível antes de realizar a contratação de um plano.

Apesar disso, mesmo em casos em que não houver a cobertura, ainda é possível realizar os procedimentos estéticos nas clínicas vinculadas ao convênio.

Isso porque algumas operadoras disponibilizam a inclusão de procedimentos, com o devido reajuste da mensalidade, promovendo o acesso a um determinado procedimento estético. 

Também é possível, devido a confiança entre clínica e paciente, realizar no modelo de atendimento particular. 

Nesse caso, o convênio pode realizar o ressarcimento de parte do valor investido no tratamento, desde que estipulado em contrato e cumprindo os protocolos, como a emissão do comprovante fiscal.

Por isso, é importante contar com um vínculo com alguma operadora fornecedora do serviço para ter acesso mais fácil à odontologia estética. 

O mesmo vale para quem é colaborador de alguma empresa e possui o benefício do convenio odontologico empresarial, para que o funcionário e seus dependentes também possam ter acesso mais facilitado aos tratamentos, considerando a agilidade na marcação das consultas para avaliação, por exemplo. 

Se um paciente não está satisfeito com a aparência de seu sorriso e quer mudar algum aspecto do seu rosto , a odontologia estética irá ajudar. 

Algumas pessoas com imperfeições nos dentes podem sofrer com problemas de autoestima e autoconfiança, o que atrapalha no desenvolvimento das relações interpessoais nos diversos locais de convivência.

Problemas de autoestima tendem a deixar a pessoa mais reclusa e, com esses fatores somados, pode haver o desenvolvimento de quadros mais graves de saúde mental, como um quadro de depressão. 

Assim, é importante salientar que a odontologia estética é uma área que atua não apenas na aparência do sorriso, mas também pode sanar problemas funcionais ou estruturais, agindo na promoção de mais saúde em um contexto ampliado, inclusive a saúde mental.

Isso significa que, em relação à saúde bucal, a dentística pode interceptar e restaurar os dentes com lesões e prevenir tratamentos mais complexos e invasivos de recuperação, evitando a perda dentária, por exemplo, e suas possíveis consequências. 

Dito isso, serão apresentados os principais procedimentos da odontologia estética. Veja:

Clareamento dental

O clareamento dental é um dos procedimentos estéticos mais famosos dos consultórios odontológicos. 

Ele pode ser feito de duas formas: no consultório do dentista ou com moldeiras e em casa, desde que tenha o devido acompanhamento profissional.

No caso do procedimento em consultório, seja do plano odonto empresarial ou individual, ele é feito utilizando um laser que intensifica a ação dos clareadores e pode recuperar a coloração da dentição em até sete vezes, tendo duração aproximada de uma hora de duração.

Já no tratamento realizado em casa, deve-se utilizar uma moldeira com géis clareadores com dosagens e produtos que podem ser diversos, conforme a necessidade. Para a qualidade do procedimento, a moldeira deve ser usada de meia a 4 horas, em um prazo que pode chegar a 25 dias.

Lente de contato dental

A lente de contato dental tem o objetivo de dar uma maior harmonia ao sorriso, preenchendo o espaço entre os dentes e deixando a dentição mais alinhada, além de recuperar a coloração dos dentes. 

Esse procedimento, além de estético, também visa melhorar  a arcada dentária para a fala e mastigação.

O tempo de duração da lente pode variar entre 10 e 20 anos, dependendo dos cuidados do paciente com a saúde bucal e o acompanhamento correto com o profissional.

De modo geral, o procedimento é concluído em três sessões com o dentista, considerando as visitas de avaliação. 

Pelo fato das idas ao profissional serem frequentes, é importante que o paciente utilize o plano odonto empresarial para que não o acompanhamento se torne mais facilitado e acessível.

Facetas de porcelana

As facetas de porcelana, assim como a lente, são uma espécie de capa para melhorar o tamanho, cor e formato dos dentes. 

Elas são feitas de cerâmica e são “cimentadas” sobre a superfície dentária, que precisa de um desgaste dentário ao ser colocado.

Restaurações

As restaurações visam remover alguma parte comprometida da arcada dentária para preencher o local com materiais específicos para impedir que bactérias se acumulem e deteriorem a área. 

O material utilizado para fazer essas restaurações depende da quantidade de dentes que foi retirada, a naturalidade desejada, bem como outros aspectos que visam restabelecer a forma e a função da dentição. 

Harmonização facial

Graças às especializações e desenvolvimentos na área odontológica, atualmente, a harmonização facial também pode ser feita por profissionais da odontologia de plano odontologico ou particular. 

A ideia desse procedimento é equilibrar os traços, deixando o rosto proporcional, visando um equilíbrio entre função e estética, o que também será aplicado sobre o sorriso. 

Para quem não é colaborador de nenhuma empresa e trabalha por conta própria, também pode aderir ao plano odontológico e facilitar o acesso a um tratamento de qualidade.

Nesse sentido, um Microempreendedor pode, por exemplo, recorrer às operadoras de serviços e verificar a disponibilidade da modalidade do plano odontologico para MEI, que tende a ter custos mais facilitados e serviços diversos para atender a esse perfil, assim como ocorre em outros casos.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.

Um bom par de tênis de basquete ajudará os jogadores a avançar em suas habilidades e diminuir a chance de lesões. A demanda por tênis de basquete de alta qualidade é imensa, e é por isso que a maioria dos tênis esportivos é cara e com oferta limitada.

Em busca de um bom Air jordan 4 retro para atividades esportivas e dia-a-dia? Confira agora mesmo.

Tipos de tênis de basquete

Existem três tipos distintos de tênis de basquete: cano alto, cano médio e cano baixo. Cada tipo de sapato apresenta vantagens distintas. Os canos altos fornecem o melhor suporte para o tornozelo, mas são o tipo mais pesado de tênis de basquete. Isso pode diminuir a habilidade de speed-burst necessária para situações de fast-break. Os tênis de cano médio param na altura do tornozelo, permitindo que os jogadores aumentem o movimento, mas esse tipo de tênis oferece menos estabilidade do que os de cano alto. Os tênis de cano baixo fornecem a menor quantidade de suporte para o tornozelo, mas são o tipo mais leve de tênis. Os tênis de basquete de cano baixo permitem que os jogadores aproveitem melhor a velocidade e a rapidez.

Identificando um estilo de jogo

Identificar um estilo de jogo específico pode ajudar os jogadores a determinar qual tipo de tênis é o melhor para eles. Os jogadores de post, que normalmente moem na tinta, devem usar tênis de cano alto por causa da quantidade de contato físico que suportam. Este tipo de jogador precisa de estabilidade de tornozelo adicionada porque as posições de post exigem uma alta frequência de saltos e aterrissagens. Um manejador de bola, como um armador, é uma escolha sólida para jogadores de cano baixo porque eles geralmente são obrigados a empurrar a bola para o chão, especialmente no contra ataque. Um jogador versátil, que se destaca em todas as facetas do jogo, acabaria se beneficiando dos mid-tops porque eles oferecem um bom suporte, mas não são muito volumosos.

Melhores tênis de basquete para desempenho

Os tênis de basquete com melhor desempenho, de acordo com David Wilson do The Adrenalist, são o Nike Air Zoom Huarache 2K4, o Adidas Adizero Crazy Light 2.0, o Nike Air Force Max 2013, o Reebok Question e o Nike Zoom Hyperenforcer. Todos os tênis de basquete de alto desempenho diferem em estilo, design e finalidade. Mesmo que a aparência seja uma mercadoria muito procurada para determinar se um tênis é “bom”, é importante que os jogadores entendam por que certos tipos de calçados são eficazes.

Ganhando tração

O nível de talento de um jogador está sujeito à habilidade e não pode ser ditado por tênis esportivos. Um bom par de tênis de basquete não pode consertar um jogador que apresenta um conjunto de habilidades abaixo da média. No entanto, um par de tênis com tração supereficiente nas solas ajudará os jogadores a obter um melhor posicionamento, o que pode aumentar potencialmente o desempenho na defesa. É importante manter a tração na quadra porque o basquete exige que os jogadores se movam em todas as direções. Uma boa tração também pode ajudar os jogadores a girar com mais eficácia em situações de drible.

1. Saúde e condicionamento físico

Aeróbico, cardiovascular, velocidade, agilidade, tonificação, força , perda de peso

Correr na areia envolve o fortalecimento da musculatura, principalmente da parte inferior do corpo, adquirindo agilidade e velocidade.

Uma partida de tênis de praia vai fazer você suar e queimar toneladas de calorias sem perceber!

2. Coordenação motora e reflexos

A prática deste esporte de vôlei aprimora a coordenação dinâmica geral, envolvendo todo o corpo, bem como a coordenação ocular-segmentar. A velocidade do jogo ajuda a melhorar os reflexos e de uma forma muito perceptível. Na verdade, essa adrenalina causada pelo desafio aos reflexos (tanto físicos quanto na tomada de decisão) e a capacidade de acelerar é um dos motivos pelos quais muitos jogadores se viciam neste esporte.

Em busca de uma boa Raquete de Beach Tenis? Confira agora mesmo.

3. Resistência e resiliência

Há momentos decisivos no tênis de praia, como em outros esportes, em que é preciso saber segurar o tipo, neste caso na areia; correr quantas vezes forem necessárias para a frente e para trás. Um ponto pode ser muito longo e você tem que suportar a pressão física e mental.

4. Flexibilidade e equilíbrio

Com a prática regular deste esporte de forma rápida você perceberá a importância de se aquecer e também alongar os músculos antes e depois de se exercitar, e vai adotar este bom hábito em sua rotina. Além disso, no tênis de praia, você constantemente manobra para pegar a bola, melhorando drasticamente a flexibilidade e os pontos de apoio.

5. Melhore o humor e reduza o estresse

Como outros esportes, a prática do tênis de praia ajuda a liberar endorfinas, hormônios da felicidade, que ajudam a reduzir os níveis de estresse, sentir prazer e aproveitar mais a vida.

6. Aprenda a perder

Todas as crianças (e adultos) têm que saber perder, já que não há mal nenhum em uma competição saudável. Aprender a fazê-lo com elegância, sem fazer birra ou desistir, e expressar frustração de maneira saudável, é uma lição de vida muito importante.

7. Respeito e jogo justo

O respeito pelos treinadores, árbitros e demais jogadores faz parte da dinâmica da competição e é um valor que se transfere para a vida.

O jogo limpo é inspirado no tênis de praia. Por ser um esporte jovem e muitos torneios ainda carecem de arbitragem, são os próprios jogadores que cantam, independentemente de a bola entrar ou não em seu campo.

Cada vez que há uma mudança de campo, as mãos se chocam com os adversários, seja qual for o nível da competição.

8. Controle das emoções

Desde a infância, devemos aprender a direcionar as emoções negativas e controlar os níveis de estresse para não afetar o desempenho. O tênis de praia tem a característica de que os pontos são muito decisivos, pois não há segundo saque ou pontuação com “vantagem”, o controle das emoções é um fator muito importante para resolver bem os pontos e ser um bom jogador.

9. Paciência e dedicação

Tudo o que queremos aprender requer prática e consistência na prática requer paciência. Na verdade, a consistência é mais importante do que a vitória. Lembre-se de que tudo o que vale a pena requer esforço.

10. Trabalho em equipe, camaradagem e empatia.

Qualquer esporte de equipe ensina o valor de trabalhar juntos. Por ser um esporte de duplas, gera um relacionamento próximo com o companheiro de equipe e ajuda a desenvolver a empatia e a capacidade de comunicação para incentivar o outro e escolher estratégias. Além disso, como a comunicação nem sempre inclui palavras, a compreensão não verbal se desenvolve.

11. Tempo para a família

O tênis de praia é um esporte fácil de aprender e começar a jogar e é adequado para todas as idades e níveis de condicionamento físico. Um torneio ou dia de tênis de praia é um bom plano para toda a família.

12. Sociabilidade

O tênis de praia é um esporte muito sociável e festivo. Música, praia, bom ambiente, desportos a pares … Praticar este desporto é a garantia de conhecer pessoas e divertir-se de forma saudável e ao ar livre.

Quer você tenha dez ou trinta anos, nunca é tarde para aprender a andar de skate. Ao contrário dos esportes tradicionais, não há treinadores, horários de prática ou dias de jogo. Não há pontuação ou limite de tempo no skate. Não há nada a provar a ninguém além de você mesmo. Abaixo estão cinco dicas básicas para iniciantes para ajudá-lo a começar sua jornada de skate.

Se busca por um bom sneaker Nike Air Max, confira já.

Escolhendo seu equipamento
Existem seis componentes para um skate completo: plataforma de skate, fita adesiva, ferragens, caminhões, rolamentos e rodas. Existem várias marcas, vários tamanhos e aplicações para todos esses elementos que atendem às preferências pessoais.

Descubra sua postura
Existem duas posturas principais no skate: normal e pateta. Alguém que é regular fica de pé com o pé esquerdo na frente e o pé direito atrás. Quanto a uma postura pateta, é o oposto; o pé direito está à frente e o esquerdo atrás. Não tem certeza de qual postura você é? Aqui está uma dica secreta que pode ajudá-lo a descobrir com qual pé você deve conduzir. Peça a alguém que dê um leve empurrão por trás que o lance para frente. O pé com que você pisar primeiro é o pé com que você lidera na frente do skate. De forma alguma, essa é uma maneira garantida de descobrir qual postura você está, mas apenas um ponto de partida para descobrir qual postura lhe parece mais confortável.

Empurre com o pé de trás, não com o pé da frente
Depois de descobrir em qual posição você está e se sentir mais confortável, a seguir aprenderá a empurrar um skate. Em primeiro lugar, não empurre com o pé da frente. Isso não é apenas falta de etiqueta, mas você também terá menos controle do skate.

Para empurrar um skate, você deve colocar o pé da frente em um leve ângulo e logo abaixo dos parafusos frontais das ferragens. Com os ombros angulados aproximadamente no mesmo grau que o pé da frente, certifique-se de dobrar o joelho da frente para que o pé de apoio possa tocar o solo. Enquanto equilibra seu peso sobre o pé da frente e sobre o joelho, plante o pé de trás no chão e empurre-o para trás. Enquanto estiver em movimento, coloque o pé de trás na parte de trás do skate pelos parafusos.

Quanto mais confortável você se sentir empurrando e andando de skate, mais isso o ajudará a levar as coisas para o próximo nível, como aprender a entrar em um quarterpipe ou fazer manobras.

Virando
Existem duas maneiras de girar: curvas fechadas e de chute.

Carving Turns
Carving é quando você se inclina de um lado para o outro (dedos dos pés e calcanhares) para se orientar para a esquerda e para a direita. Para iniciar uma escultura, primeiro dobre os joelhos e comece a liderar com o ombro da frente na direção desejada. Dependendo da direção, comece a aplicar pressão nos dedos dos pés ou nos calcanhares. Isso forçará os caminhões e o skate a se inclinarem para um lado e começarem a virar. Durante todo esse processo, suas rodas não devem sair do chão.

Curvas de chute

Uma curva de chute permite que você gire mais rapidamente e execute curvas fechadas em comparação com o entalhe. Uma curva de chute também exige que as rodas dianteiras saiam do solo, então prepare-se para usar suas habilidades de equilíbrio. Para iniciar uma curva de chute, coloque o pé de trás na cauda do skate e incline-se suavemente para trás. Quando as rodas dianteiras começarem a se levantar do solo, vire os ombros e o corpo na direção que deseja. O nariz da prancha seguirá na mesma direção que sua cabeça, ombros e quadris estão apontando. Finalmente, depois de virar, transfira o peso de volta para o pé da frente, empurrando as rodas dianteiras de volta para o chão, e role para longe.

Aprenda o Ollie

É a porta de entrada para todos os truques.
De longe, um dos truques mais importantes que você vai querer aprender a dominar é o Ollie. É a base para todos os truques e a porta de entrada para desbloquear todas as possibilidades que o skateboarding oferece.

A realidade e a beleza absoluta da corrida em trilha é que qualquer um pode fazê-lo. Faça chuva ou faça sol, tudo o que você precisa é de um par de tênis de corrida sólido.

E com isso vem uma ampla gama de benefícios incríveis que aumentam o bem-estar, aliviam o estresse e colocam o fogo de volta em seu estômago. Iniciantes, veteranos, veteranos – todos que se põem de pé e saem para as trilhas vão encontrar mudanças drásticas em sua aparência, sensação e função.

Quer saber mais? Confira nossa exploração até os joelhos de como a corrida em trilha pode transformar sua vida, enquanto percorremos tudo, desde escapismo até uma boa noite de sono …

Se procura por um bom Air Jordan para o dia-a-dia, confira agora mesmo.

1. Transforme o corpo

Resistência cardiovascular

Um dos aspectos mais gratificantes da corrida em trilha é um rápido aumento na resistência cardiovascular. Quando se trata de resistência, o princípio é simples. Quanto mais você correr, mais resistente seu corpo se tornará.

Núcleo dinâmico e força muscular da perna

Das pernas ao núcleo, cada sessão promove o crescimento muscular.

Cultivar a força muscular dinâmica e intrínseca permite que seu corpo acelere quando as coisas ficam difíceis. Você será capaz de atingir velocidades mais rápidas e isso gera uma maior tolerância para os percursos mais árduos que existem.

Equilíbrio e Agilidade

Esses atributos agudos virão aos trancos e barrancos. Fazendo toda a diferença quando se trata de níveis de desempenho. Para corredores mais competitivos, equilíbrio e agilidade são absolutamente essenciais para se separar do campo.

Densidade óssea

Os terrenos que você enfrentará na trilha são mais tolerantes do que asfalto – o que significa menos tensão nas articulações e ligamentos. Mesmo assim, o impacto superficial ainda ajudará a promover uma densidade óssea saudável. Ossos mais fortes permitirão que você continue o esporte e permaneça geralmente mais ativo mais tarde na vida. 

Perda de peso

Todos nós sabemos que o exercício queima calorias. O que, por sua vez, nos ajuda a eliminar o excesso de peso indesejado. A boa notícia é que, de acordo com a especialista em nutrição e metabolismo Jana Klauer, médica, a corrida em trilha queima até 10% mais calorias do que a estrada e as pistas. E é aí que o esporte se destaca. 

O fator saúde

As vantagens físicas podem ser muito mais profundas. Claro que a resistência cardiovascular o ajudará a correr mais longe e mais rápido. Mas também diminui a pressão arterial e reduz a concentração de colesterol ruim em seu corpo.

2. Transforme a mente

Endorfina

Comumente referido como o ‘barato do corredor’ – a vantagem psicológica mais natural da corrida em trilha vem na forma de endorfina.

Os neurotransmissores, liberados pelo cérebro durante e após o exercício, estimulam o sistema nervoso central, eliminando o estresse e a fadiga com um suplemento de euforia.

Autoestima elevada

Além desse impulso inicial, o compromisso com a trilha aumentará sua autoestima. A nova injeção de confiança – que vem do progresso visível na imagem corporal e no desempenho – ficará com você em toda a sua vida.     

Motivação, resistência e persistência absoluta

Seguir a pista de forma consistente exige motivação. Correr mais longe e mais rápido exige força mental. À medida que o corpo se torna mais duradouro, o mesmo acontece com a mente.

Com o tempo, você cultivará uma determinação séria e férrea. Este é um ativo incrivelmente útil e uma característica que encorajará a persistência em tudo o que você fizer.  

Escapismo

Voltar para a natureza apresenta a derradeira e muito necessária fuga da realidade. Deixe tudo em casa e coloque o estresse e as tensões de costume para dormir por uma longa tarde.

A paz e a tranquilidade da trilha estimularão a quietude da mente, dando tempo para o pensamento e a reflexão pessoais – que podem, internamente, trazer clareza à vida fora da trilha.

Não se preocupe, seja feliz

Volte para a rotina de segunda a sexta-feira com vigor renovado e uma perspectiva positiva. Depois de uma corrida de 24 km pelo sopé gramado, 9 horas no escritório serão uma brisa. Na verdade, um estudo publicado no Journal of Adolescent Health sugere que a corrida pode melhorar a qualidade do sono, o humor e a concentração durante o dia.

O treinamento de resistência para o cérebro ajuda com coisas como o controle da dor e promove a realização pessoal, uma capacidade melhorada de lidar com o estresse, memória mais nítida na vida adulta, aumento da sensação de energia e diminuição dos sintomas associados à depressão.

As reuniões ao ar livre e a escolha de passeios em vez de transportes públicos , são alguns dos cuidados mais frequentes e para isso é necessário escolher um calçado confortável e confortável que lhe permita levar o seu dia-a-dia.

Na hora de comprar calçados, não só o aspecto estético é importante, mas também as qualidades que ele deve trazer para se sentir confortável. Foram essas premissas que inspiraram a marca de tênis Koishi a criar opções para caminhar ao longo do dia ou usar em casa.

São quatro recomendações que devem ser levadas em consideração na hora de escolher um calçado que se adapte a esta nova realidade e garanta uma caminhada melhor.

Veja agora o incrível Nike Air Jordan – Conforto e estilo em um só tênis

1. Limite o uso de chinelos

É um calçado confortável apenas para as zonas da piscina, praia ou duche. Não é recomendado para caminhadas longas, pois não fornece suporte adequado para a planta do pé e tornozelo e requer maior esforço na ponta dos pés. Esse tipo de movimento também pode causar dores generalizadas e tendinite.

2. Escolha a ocasião certa para sandálias  

As sandálias com ou sem salto são um dos sapatos preferidos das mulheres nesta época do ano, mas também não oferecem um apoio ideal para o pé. O uso prolongado de tachas pode multiplicar os problemas nos pés, por isso é aconselhável usá-lo apenas em ocasiões especiais.

Por outro lado, uma sandália totalmente plana também não é ideal porque aumenta o impacto absorvido pelo calcanhar ao caminhar e causa dor localizada e inflamação no tendão de Aquiles.

3 . Cuide dos pés da exposição ao sol

Os pés são frequentemente esquecidos quando se trata de proteção UV. Os dermatologistas recomendam a aplicação de uma camada de filtro solar no peito do pé, por se tratar de uma área suscetível a queimaduras por ação dos raios solares.

4. Escolhendo o calçado fechado correto

As opções de sapatos fechados são preferidas para maior conforto, mas também podem fazer com que o pé transpire e fique úmido. Para evitar isso, a marca de calçados Kioshi Footwear implantou uma nova tecnologia de tecelagem, chamada KioKnit, e a aplicou em seus modelos.

O objetivo era conseguir uma construção com tecido não hermético, que permite maior circulação de ar e ajuda a manter o pé fresco e seco.

Os materiais utilizados pela Kioshi foram selecionados pensando em não absorver a transpiração e evitar a umidade, garantindo assim uma experiência de alto conforto e liberdade.

A marca fez diversos modelos, tanto masculinos quanto femininos, que oferecem elasticidade média e alta.

Para uma elasticidade média, foram escolhidas fibras que se adaptam ao pé para obter maior firmeza e sustentação. É o caso dos modelos Bokeh, para homens e mulheres, e Kin.

Por outro lado, quando se busca alta elasticidade, são utilizadas fibras compostas que proporcionam maior conforto e tornam o apoio dos pés mais leve. Exemplo disso são os modelos Sempai e Yumi, que proporcionam uma grande sensação de conforto e liberdade.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

O mesmo acontece com a sustentabilidade. Se não houver estratégia, você pode fazer coisas legais, mas quando você formula uma, obtém resultados.

Para fazer coisas bonitas, os artistas já estão lá, então vamos ver o que é estratégia de sustentabilidade e por que está demorando para criar uma para o seu negócio.

Ah! E também falaremos sobre omelete de batata. Porque é legal.

Veja também – Meio ambiente e desenvolvimento sustentável nas empresas
 

O que é uma estratégia de sustentabilidade

Em primeiro lugar, queremos dar uma pincelada sobre o que é sustentabilidade . Pode ser muito óbvio para você, mas nos surpreendemos constantemente com a quantidade de pessoas que pensam que é apenas o meio ambiente.

E não é mentira, o meio ambiente é sustentabilidade, mas apenas parte dela. Ser sustentável implica ter um equilíbrio entre os âmbitos econômico, social e ambiental da empresa.

Se algum desses pilares falhar, seu negócio não é sustentável, é outra coisa:

ECONÔMICO + AMBIENTAL = VIABLE . Quando seu negócio encontra crescimento econômico levando em consideração a proteção do meio ambiente. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

ECONÔMICO + SOCIAL = EQUITATIVO . Você distribui recursos e participação de forma equitativa, para que as desigualdades sociais sejam reduzidas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

SOCIAL + AMBIENTAL = SUPORTÁVEL . Nesse caso, seu projeto contribui para o cuidado com o meio ambiente e um bem-estar mais saudável.

Agora que está tudo mais claro, o que é estratégia de sustentabilidade?

Uma estratégia de sustentabilidade envolve o planejamento de uma série de ações criteriosas cujo objetivo é agregar valor social, ambiental e econômico.

É claro que não é só planejamento, mas tem que ser feito, né?

Benefícios para o seu negócio ao incorporar uma estratégia de sustentabilidade

Se você está pensando que tudo isso é muito bom, mas o que você ganha com o esforço de planejar e implementar mudanças em seu negócio , vamos ver quais são as vantagens de transformar seu negócio em sustentável (mas verdadeiramente sustentável).

Melhor imagem da marca e vantagem competitiva

Não é por acaso que as grandes marcas não param de lançar produtos “sustentáveis”. Eles não são burros, sabem que isso melhora sua imagem e que cada vez mais os clientes estão olhando os valores da marca antes de comprar.

De acordo com um estudo feito ao redor do mundo pela Uniliever, 33% dos consumidores escolhem marcas sustentáveis , mas a coisa sobe para 78% nos Estados Unidos e acima de 80% nos países emergentes.

Portanto, se você deseja que os clientes o amem, a sustentabilidade será sua aliada . Mas os clientes também não são estúpidos e se algo não corresponder à sua mensagem, eles perceberão. Depois de perder a confiança deles, você nunca a terá de volta. Portanto, planeje e defina uma estratégia coerente .

Aumente a produtividade e reduza custos

Os críticos da sustentabilidade (porque tudo neste mundo tem pessoas contra) afirmam que as práticas de negócios sustentáveis ​​engolem os lucros. Minha mãe! O absurdo do absurdo.

A sustentabilidade nos ajuda a ser eficientes, otimizar esforços e conservar recursos , o que melhora a produtividade dos funcionários e reduz custos.

A redução de custos também está relacionada às estratégias de conservação de energia e água .

Que sim! Que as ações de maior impacto são mais caras de implementar, mas os resultados de longo prazo justificam o investimento.

Aumenta a capacidade de cumprir a legislação

Nos próximos anos, as coisas vão ter que ficar muito mais sérias em termos de legislação ambiental e social.

Integrar a sustentabilidade ao seu negócio o ajudará a enfrentar as novas regulamentações de forma fácil, pois você estará um passo à frente e não terá que se preocupar com nada.

Atraia funcionários e investidores

Já falamos sobre como a sustentabilidade atrai clientes, mas não apenas eles. As pessoas gostam de se associar a outras pessoas positivas e não querem ser vinculadas a empresas envolvidas em desastres ecológicos e escândalos de assistência social.

Mostre que sua empresa é respeitosa com o meio ambiente e com seus funcionários e você atrairá a qualidade das pessoas que deseja empregar e os recursos de que sua empresa precisa para se expandir.

Para se ter uma ideia, o sétimo relatório de sustentabilidade do Boston Consulting Group (BCG) em colaboração com o MIT Sloan Management Review revela que 75% dos principais gestores de empresas de investimento veem a sustentabilidade de uma empresa como algo materialmente importante na decisão de sua investimento . Ainda mais impressionante, quase metade não investiria em uma empresa com um histórico ruim de sustentabilidade.

Essa também é uma boa maneira de parar de ver a sustentabilidade como uma despesa, porque é onde está o dinheiro e você está verificando.

Prioridade em licitações

Se você entrar em competições públicas, a sustentabilidade lhe dará pontos. Em alguns desses concursos, muitas vezes você nem poderá participar se não tiver uma estratégia de sustentabilidade e documentos que a justifiquem, como um Relatório de Sustentabilidade ou um Plano Estratégico de Responsabilidade Social Corporativa .

A coisa é clara, você perde uma oportunidade de negócio.

É o correto

Sim, você sabe muito bem, cuidar do meio ambiente e melhorar a sociedade é o caminho certo. E com esta frase somos tão amplos porque achamos que não há mais nada a acrescentar;)

Tipos de estratégias de sustentabilidade

Cada empresa ou projeto tem seu próprio estilo, sua maneira de fazer as coisas. É como começar a fazer omelete de batata, cada um tem sua maneira de fazer e como a nossa mãe não tem, né?

Em relação à sustentabilidade (e tortilhas), podemos distinguir as seguintes estratégias:

Hiperativo

Aqui a empresa vê a sustentabilidade como uma necessidade e uma oportunidade, por isso define uma agenda e atua de acordo.

Se passarmos para a omelete: você sabe que está bom e começa a completar as tarefas e a investigar como fazer uma receita de luxo.

Proativo

Você estará nesta situação se sua empresa tentar se antecipar à legislação e às inovações e tentar se manter um passo à frente. A filosofia é baseada na crença de que a sustentabilidade é nossa responsabilidade .

Em vez de descer ao bar para comer um pincho de tortilha, você faz em casa porque é sua responsabilidade e também antecipa que alguém mais quer você em casa.

Reativo

Esta estratégia baseia-se no cumprimento da legislação e apenas na reacção às pressões externas de clientes, fornecedores, etc., porque não se vê o valor da sustentabilidade , mas sim como um gasto que deve ser minimizado. Inconsciente!

Quer dizer, você faz omelete porque em casa te dão a turra junto, mas gostaria que você evitasse.

Seguidor

Neste, não são introduzidas inovações ou esforços de melhoria, apenas a tendência é seguida e são feitas tentativas de adaptação à nova situação.

Você faz a omelete para sua mãe a vida inteira porque tem que fazer, mas nem pensa em ir comer ovos do campo porque não liga para a omelete feliz.

Inativo

Isso é o pior de tudo, porque nega que haja um problema e não age de forma alguma.

“Tortilla? Isso é um absurdo que alguns inventaram para tirar os quartos de nós. ” e você continua comendo ovos crus

Como desenvolver uma estratégia de sustentabilidade para o seu projeto

Não acreditamos que você queira comer ovos crus ou seguir o fluxo (caso contrário, você seria um funcionário e não estaria abrindo empresas), então é hora de definir sua estratégia de sustentabilidade com uma consultoria ambiental.

Você pode se perguntar se isso é para você. Claro, não nos importamos que na sua empresa seja só você, que sejam 2.000 de vocês, ou que se dediquem a prestar serviços, vender produtos ou investigar se as pessoas preferem tortilla com ou sem cebola. A sustentabilidade é aplicável a qualquer projeto.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

A conscientização sobre a importância da sustentabilidade nos negócios tem crescido cada vez mais nos últimos anos.

Felizmente, hoje já podemos perceber ​diversos exemplos de empresas sustentáveis no Brasil e no mundo.

O que  tem trazido  inúmeros benefícios tanto para sociedade como para as empresas.

Isso porque além de respeitar o meio ambiente, a sustentabilidade empresarial tem a capacidade de mudar de forma positiva a imagem de uma empresa junto aos consumidores.

No final, ser uma empresa sustentável é garantir que exista futuro para a empresa, para os recursos naturais e a sociedade em torno dela, garantindo a produção atual sem comprometer as futuras gerações.

Mas como tornar sua empresa sustentável? Bom, para entender como trazer mais sustentabilidade para seu negócio, basta acompanhar a leitura deste artigo até o final.

Vamos lá?

Para facilitar a sua leitura, o artigo foi dividido da seguinte forma:

●   Consultoria ambiental Campinas: afinal, o que é uma empresa sustentável?

●   Consultoria ambiental Campinas: o universo empresarial e a sustentabilidade caminhando de mãos dadas

●   Conclusão: afinal, como tornar minha empresa sustentável?

Consultoria ambiental Campinas: afinal, o que é uma empresa sustentável?

Uma empresa sustentável pode ser definida como aquela que visa o desenvolvimento sustentável de uma sociedade.

Por isso, investem num conjunto de ações que visam o respeito ao meio ambiente e o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Levando essas informações em consideração, para que a empresa seja considerada sustentável de forma ambiental e social, ela precisa ter atitudes éticas, que venham trazer um crescimento econômico.

O crescimento econômico é importante, pois, sem isso ela não vive, mas isso deve ser feito ​sem agredir o meio ambiente e também colaborar para o desenvolvimento da sociedade.

No final, tais ações além de respeitar o meio ambiente, tem a capacidade de mudar de forma positiva a imagem de uma empresa junto aos consumidores.

É importante reforçar que a sustentabilidade empresarial não é uma atitude superficial que almeja o marketing, aproveitando o momento da “onda ambiental”.

Portanto, as práticas devem ser adotadas por uma empresa que deseja apresentar resultados práticos e claros significativos para o meio ambiente e para a sociedade.

Consultoria ambiental Campinas: o universo empresarial e a sustentabilidade caminhando de mãos dadas

Sim, apesar de parecer ações com objetivos distintos, hoje podemos ver o universo empresarial e a sustentabilidade caminhando juntos.

Nos últimos anos tivemos, por exemplo, o aparecimento de inúmeros empresas ecológicas e sustentáveis.

Tais empresas buscam não apenas realizar ações que favoreçam seu desenvolvimento, como também respeitem o meio ambiente e a sociedade de maneira global.

Desta forma, elas acabam seguindo o tripé da Sustentabilidade, que consiste em práticas sociais, ambientais e econômicas que ajudam para a sua evolução e para um mundo melhor.

O objetivo dessas empresas ecológicas e sustentáveis é trazer uma melhor qualidade de vida às pessoas ligadas, direta ou indiretamente, à empresa.

Assim sendo, na esfera ambiental, há ações que priorizam minimizar os impactos negativos que foram causados por suas atuações, usando, de forma eficiente, todas as matérias-primas, a reciclagem e claro as fontes de energia renováveis.

E sim, no âmbito econômico, a atenção continua sendo voltada aos lucros.

Porém, o planejamento e as ações responsáveis pela lucratividade estão mais alinhados a atitudes conscientes, que respeitam o meio ambiente e proporcionam uma melhor qualidade de vida para todos.

Conclusão: afinal, como tornar minha empresa sustentável? 

Como foi falado no início do artigo, o aumento dos problemas ambientais, que foi causado pelo crescimento desenfreado nas últimas décadas, tornou os consumidores mais conscientes da necessidade e importância da defesa ambiental.

Por isso, cada vez mais os consumidores estão buscando produtos e serviços de empresas mais sustentáveis.

Ou seja, se tornar sustentável se tornou uma obrigação se o negócio pretende continuar vivo no mercado.

Porém, como também foi possível perceber, nem sempre fica evidente quais são as medidas a serem tomadas para que tal projeto possa ser concretizado.

Hoje o que podemos concluir é que, na prática, para ser uma empresa sustentável, uma companhia precisa de menos discurso e mais ação.

Para que uma empresa possa realmente aderir ao conceito de sustentabilidade, é preciso que ela adote atitudes éticas e práticas que estimulem o seu crescimento econômico, de modo a reduzir os danos de suas externalidades negativas.

Claro, sabemos que implementar o conceito de sustentabilidade é um processo complicado e que exige tempo.

Por isso, para te ajudar nesse processo, o mais indicado é sempre contar com ajuda de profissionais especialistas em consultoria ambiental.

Tais profissionais poderão analisar e sugerir as melhores e mais viáveis alternativas, em todos os processos onde o meio ambiente está envolvido no projeto do seu negócio.

Com a ajuda desses profissionais o seu negócio poderá chegar aos resultados necessários e assim tornar os processos mais ambientalmente sustentáveis.

Precisa de ajuda? Clique aqui e fale já com um consultor ambiental! 

É só entrar em contato com a gente pelo nosso site ou redes sociais. Estamos à disposição para tirar suas principais dúvidas e realizações de orçamentos.

Aproveite, curta e compartilhe a sua opinião conosco!

Dúvidas, críticas ou elogios deixe nos comentários.

Até a próxima!

Clutch, em inglês significa “agarrar” e, assim como o nome sugere, as clutches são bolsas que devem ser usadas bem presas à mão, juntas ao corpo. Elas podem ser de diversos tamanhos e materiais, desde bem pequena até mesmo oversized. São consideradas elegantes por geralmente serem fininhas, práticas e versáteis, pois podem ser usadas tanto em eventos diurnos quanto noturnos. As clutches são os acessórios queridinhos para compor looks para festas, por isso não pense duas vezes se o assunto for um evento formal!

As clutches são as bolsas queridinhas das festas noturnas e dos eventos glamurosos, além de estar super em alta na moda feminina. Hoje vamos te contar sobre os tipos de clutches que existem no mercado e quais são as preferidas das celebridades!

E lembre-se: nesse estilo de bolsa você deve levar apenas o essencial (como celular, chaves, espelho, batom), já que é uma bolsa de mão. Discretas, brilhantes, monocromáticas, coloridas: existem clutches para as mais diversos gostos e ocasiões! Conheça agora um pouco sobre cada um dos principais tipos.

OS PRINCIPAIS TIPOS DE CLUTCHES 

Clutches Valentino

Essas clutches são perfeitas para o dia a dia e também para diversos tipos de festas. Se você gosta de bolsas de mão com mais espaço e não quer abrir mão disso, essa opção é a ideal para você! Este é considerado um dos modelos mais confortáveis de carregar, pois tem uma alça na parte da frente, facilitando o manuseio. As clutches da grife Valentino tem uma carta de cores diversificada, sendo outro grande atrativo. Para eventos diurnos, invista no acabamento feito em couro, já para os eventos noturnos aposte naqueles modelos com mais brilho. 

Clutches Varenne – Jimmy Choo 

Se você procura por uma clutch sofisticada, esta é a melhor opção para você! O seu acabamento metálico é o responsável por deixar a produção ainda mais elaborada, e o seu formato é perfeito para a composição de looks mais sofisticados. Essa clutch vai ser o ponto-chave do seu look!

Clutches Chanel 

A Chanel tem um modelo de clutch em couro que pode ser indicada para diversas ocasiões. Se você busca mais descontração na produção, escolha uma vermelha, considerada divertida e jovial pelos fashionistas. 

Clutches Alexander McQueen

No mundo da moda, Alexander McQueen foi eleito o rei das clutches! Alguns dos modelos mais diferentes e ousados deste estilista já foram fotografados inúmeras vezes nas premiações e nos tapetes vermelhos. Para arrasar em uma festa noturna, recomendamos o modelo dourado que vai deixar a sua produção ainda mais elegante. 

Clutches Céline

Um modelo para mulheres que gostam do básico. Essa clutch é bem espaçosa e feita em couro, sendo perfeita para os eventos diurnos e até mesmo fazer algo simples do dia a dia, como uma ida à academia ou ao supermercado, onde você só precise suas chaves, carteira e celular, por exemplo. 

Clutches modelo kate

O modelo kate é o queridinho das mulheres clássicas e um dos mais versáteis, sendo ideal para diversos tipos de eventos, desde uma festa noturna até um simples happy hour com as amigas. Se você deseja um pouco de ousadia, escolha os modelos metálicos. A Yves Saint Laurent Kate é uma das grifes preferidas das celebridades. 

Clutches envelope

Assim como a Valentino, esse modelo de clutch também é indispensável para quem gosta de espaço na bolsa. As clutches envelope são modelos versáteis que, dependendo do acabamento e cor, podem ser usadas tanto para ir à academia durante o dia quando para ir à uma balada noturna.

AS CLUTCHES QUERIDINHAS DAS FAMOSAS 

As celebridades sempre vão aos eventos de gala, como premiações e festas noturnas, e as clutches são quase itens obrigatórios. Confira agora algumas grifes que são as favoritas!

Alexander McQueen

Quando se trata de clutch, este nome não podia ficar de fora! Os modelos deste estilista são os favoritos de algumas celebridades, como a Kim Kardashian, grande adepta dessas clutches. 

Em eventos menos formais e descontraídos, os modelos com caveiras conquistaram muitas famosas e podem servir de inspiração para a sua produção! 

Yves Saint Laurent Kate

As celebridades que possuem um estilo clássico adoram essa grife! Elas utilizam essas clutches para inúmeros tipos de eventos e os tons metálicos fazem bastante sucesso entre elas!

Balenciaga

A Balenciaga é uma das grifes favoritas das famosas quando o tema é clutch. As bolsas são confeccionadas em couro e existem uma gama enorme de cores e tamanhos, mas a clutch envelope é um dos modelos mais queridos pelas famosas. 

Fendi Borderline 

Esse modelo da Fendi, grife italiana, é muito usada pelas famosas nas festas noturnas. Diversas delas já foram fotografadas com a clutch Borderline dourada nos tapetes vermelhos e premiações. Este é o modelo ideal para quem prefere clutches menores e delicadas. 

Sem dúvidas, a clutch é um tipo de bolsa que toda mulher adora!

A frase “a forma segue a função” são as palavras do arquiteto de Chicago Louis Sullivan. Sullivan foi uma figura chave no movimento arquitetônico modernista dos anos 1930 e é considerado o “pai do arranha-céu”. Seu famoso ditado não descarta a “forma” (a aparência de algo), mas implica que a função (a forma como algo funciona) é mais importante. Isso certamente é aplicável em muitas áreas diferentes, especialmente quando se trata de calçados.

Suas escolhas de calçados e a saúde dos pés podem estar mais intimamente ligadas do que você imagina. Existem muitos casos em que a função de seu calçado serve para proteger seus membros inferiores e evitar que lesões – como fontes comuns de  dor no calcanhar – aconteçam. Ao escolher um novo par, você ainda pode levar a “forma” em consideração, mas certifique-se de primeiro pensar no que eles estão realmente fazendo com seus pés!

Em busca de um bom Nike Air Force? Confira já.

Algumas das maneiras pelas quais os sapatos afetam e protegem seus pés incluem:

  • Ajustar.  Sempre tenha em mente que os dedos dos pés precisam ter espaço na frente, o calcanhar deve ser protegido e deve haver espaço suficiente na parte de trás do calcanhar para que você possa deslizar o dedo indicador para baixo entre o sapato e o pé até cerca de segunda junta.
  • Salto alto.  Muitas pessoas ainda pensam que sapatos de salto alto causam joanetes, mas essa não é realmente a história toda. Joanetes são normalmente causados ​​por uma estrutura hereditária do pé ou anormalidades biomecânicas. Com isso dito, bombas e estiletes podem piorar a condição de um joanete existente. Além disso, esses tipos de calçados aumentam o risco de uma doença chamada deformidade de Haglund – que tem o apelido de “colisão”. A melhor maneira de evitar problemas com saltos altos é guardá-los para ocasiões especiais. Se você usá-los no trabalho, considere usar um par mais confortável e adequado para o seu trajeto dentro e fora do escritório.
  • Sapatos para diabéticos.  Se você tem diabetes, já deve saber a importância dos  cuidados com o pé diabético . Um componente disso é usar sapatos de tamanho adequado que amortecem os pés e reduzem o risco de úlceras nos pés perigosas. Precisa de ajuda para saber como escolher o calçado certo? Nosso escritório terá prazer em ajudar!
  • Biqueira de aço e sapatos de segurança.  Quando você trabalha em um trabalho que exige que você mova objetos pesados ​​com frequência, proteja seus pés com sapatos de segurança ou botas de trabalho com biqueira de aço para reduzir o risco de fraturar o dedo do pé ou desenvolver uma unha encravada após deixar cair algo em seu pé.

Com isso em mente, aqui estão algumas dicas de compra de calçados para que você possa encontrar calçados que mantenham seus pés saudáveis ​​e seguros:

Compre calçados no final da tarde ou no início da noite – seus pés se expandem naturalmente com o uso durante o dia.

Quando for às compras, use o mesmo tipo de meia que pretende usar com os sapatos que vai comprar.

Faça a medição dos pés toda vez que for comprar calçados. Os pés geralmente ficam maiores e mais largos com a idade. Se um pé for maior – o que é bastante comum – compre um tamanho que se ajuste ao pé maior.

Fique no lugar que você está considerando. Pressione suavemente na parte superior e certifique-se de ter cerca de meia polegada de espaço entre a ponta do sapato e o dedo do pé mais comprido. Além disso, mexa os dedos dos pés para se certificar de que os sapatos são largos o suficiente.

Dedique um pouco de tempo para andar com os sapatos para que você possa determinar como eles se sentem.

O tamanho listado pode ser um bom ponto de partida para experimentar calçados, mas confie no seu próprio conforto sobre qualquer outra coisa.

O comprimento pode chamar mais atenção, mas a largura também é importante. Se seus pés, especialmente os dedos dos pés, estão sendo esmagados, você precisa de um par mais largo!

Não se esqueça de apalpar o interior dos sapatos. Veja se há costuras, etiquetas ou qualquer outro material que possa irritar seus pés.

Inspecione as solas para determinar se são resistentes e oferecem boa aderência. Eles protegerão seus pés de objetos pontiagudos?

Duas considerações que não se aplicam necessariamente a todos são garantir que suas  órteses se  encaixem bem dentro dos sapatos (se você as tiver) e ter um cuidado especial ao comprar calçados se você for diabético. Caso tenha alguma dúvida sobre calçados para diabéticos, entre em contato conosco.

Fazer escolhas acertadas de sapatos desempenha um papel importante no controle da saúde dos pés, mas não se esqueça da importância de consultar um médico para tratar de problemas nos membros inferiores!