dieta para perder gordura

Quem quer perder peso e inicia uma dieta começa a olhar os alimentos com certa desconfiança, como se eles fossem culpados pela gordura extra. Isso não é bem verdade. Você sabia que há alimentos que ajudam a emagrecer? Eu não! Mas fiquei tão feliz com a notícia que fui pesquisar. E descobri que existem os alimentos para uma dieta saudável.

dieta para perder gordura

Essas comidas têm calorias, é claro. Mas geralmente são poucas. Além disso, os alimentos para uma dieta saudável tem outras funções, como ajudar no processo digestivo e aumentar a sensação saciedade. Consumindo esses alimentos você logo vai ver o ponteiro da balança mudar! Então, vamos conhecê-los?

Conheça os Alimentos para uma Dieta Saudável

  • Folhas: as folhas verdes, sejam elas claras ou escuras, ajudam a perder peso porque além de possuírem pouquíssimas calorias, saciam bem a fome. Por isso, comece sempre as refeições com uma boa salada de folhas. Quando chegar ao prato principal já não estará com tanta fome e comerá menos.
  • Alimentos frescos: Prefira sempre a versão fresca de um alimento e não a industrializada. Essa última, além de possuir muitos aditivos entre seus ingredientes, geralmente tem muita gordura e carboidratos que aumentam o número de calorias. E para piorar, os alimentos industrializados possuem muito sódio, o que pode causar retenção de líquidos e deixar você com uma aparência inchada.
  • Alimentos integrais: atualmente muitos alimentos como pães, massas, arroz, sucos possuem a versão integral que é muito mais saudável. Elas possuem fibras que trazem muitas vantagens para quem quer emagrecer. Elas aumentam a sensação de saciedade, o que nos faz comer menos. E as fibras, quando combinadas com a água, ajudam no trânsito intestinal o que seca o corpo.
  • Linhaça, chia e quinoa: ainda falando em fibras, esse trio é riquíssimo nelas e em nutrientes. Invista nele combinando com suas comidas preferidas (sucos, sopas, vitaminas, saladas, bolos, tortas). Elas não interferem no sabor final da comida. Já falamos dessas fibras em outros posts do blog! Para saber mais detalhes clique aqui para ler sobre chia e aqui para ler sobre quinoa)
  • Alimentos termogênicos: esse tipo de alimento aumenta a temperatura corporal e para o organismo se equilibrar novamente, acelera o metabolismo – o que é ótimo para quem quer emagrecer! Os melhores para investir são o chá verde, o gengibre, a água gelada e a pimenta e até mesmo suplementos de hibisco em pó.
  • Brócolis: Ele quase não tem calorias e mata completamente a fome. Além disso, possui antioxidantes que ajudam a combater as gorduras. Sempre que possível, inclua em suas refeições.
  • Aveia: além das fibras que a gente já sabe que ajudam muito no processo de emagrecimento, a aveia tem o poder de nos saciar imediatamente, tirando a vontade de comer. Coloque em tudo o que puder, como vitaminas e bolos.
  • Alimentos desnatados: aqui vale o mesmo conselho dos alimentos integrais: sempre que der, prefira os alimentos desnatados quando for consumir alimentos como leite, iogurtes e ou quando os usar em alguma receita. Eles possuem menos gordura e são menos calóricos.
  • Verduras escuras: assim como o brócolis, verduras como a rúcula e o espinafre são ricas em fibras e super poderosas na hora de matar a fome. E não são muito calóricos. Coloque em todas as refeições que puder.
  • Queijos magros: queijos como cottage e ricota são pouco calóricos e podem entrar no lugar das versões mais gordas, como os amarelos.
  • Água e sucos: Eles devem substituir bebidas alcoólicas ou com gases que são muito calóricas e incham o corpo.
  • Frutas: nutritivas e muitas vezes pouco calóricas, elas devem ser sua sobremesa sempre. Para ler um post completo sobre as 7 frutas ideais na dieta clique aqui).
  • Alimentos que Você Deve Evitar se Quiser uma Dieta Saudável
    Não adianta incluir os alimentos para uma dieta saudável no seu dia-a-dia e continuar a consumir os vilões – sim, eles existem e devemos tomar muito cuidado. Veja o que deve passar longe do seu prato (ou pelo menos não aparecer com tanta freqüência):
  • Massas e pão branco: eles possuem farinha refinada que fermentam no organismo, produzindo gases e provocando inchaços. E são calóricos. Diminua o consumo deles.
  • Açúcar: ele é extremamente calórico e depois de um tempo acaba viciando – e você vai querer usar cada vez mais.
  • Bebida alcoólica: também são super calóricas e nos enganam: temos sempre a sensação de que não ingerimos muito!
  • Refrigerante: fuja deles! Senão conseguir fique sempre com a versão light ou diet, mas lembre que essas possuem gases que incham o corpo.
  • Feijão: eles são metabolizados por bactérias que se encontram na parte baixa do nosso trato digestório, o que resulta em gases e flatulências. O resultado é um corpo inchado. Por isso, coma com moderação.
  • Repolho e Couve-Flor: Esses vegetais são de uma família das brássicas, por isso eles possuem compostos sulfurados que são responsáveis pelo aumento na produção de gases. O efeito é igual ao do feijão.
  • Produtos industrializados: estudos recentes mostram que esse tipo de alimento possui substâncias químicas que sobrecarregam a vesícula e o fígado. Com isso, aumentam as chances de aumentar a gordura principalmente no abdome.

Se mesmo assim voce tem duvidas sobre alimentação, veja esse curso:

Entre os adeptos das dietas existentes, não há quem não tenha ouvido falar da Dieta de Atkins. Muito se fala sobre ela, e algumas coisas ditas não passam de meras suposições graças à abordagem pouco aprofundada dos meios de comunicação de massa. Como nem todos chegaram a ler os diversos livros sobre a Dieta de Atkins, seja pela linguagem hermética, seja pela irrealidade dos alimentos sugeridos, vamos tentar fazer um apanhado relativamente sucinto sobre o que se sabe cientificamente sobre esta dieta que vez por outra reaparece na mídia.

Quem é esse tal de Atkins?

Robert Coleman Atkins foi um médico cardiologista nascido na cidade de Columbus, Ohio (EUA) em 1930. Graduou-se em 1955 como cardiologista na Universidade de Cornell, em Nova Iorque. O livro que o catapultou à fama foi escrito em 1972: “Dr. Atkins New Diet Revolution“, mas a notoriedade só foi alcançada duas décadas depois, quando sua Dieta “revolucionária” tornou-se uma febre entre os estadunidenses. O Dr. Atkins morreu no dia 17 de Abril de 2003.

Entre os adeptos das dietas existentes, não há quem não tenha ouvido falar da Dieta de Atkins. Muito se fala sobre ela, e algumas coisas ditas não passam de meras suposições graças à abordagem pouco aprofundada dos meios de comunicação de massa. Como nem todos chegaram a ler os diversos livros sobre a Dieta de Atkins, seja pela linguagem hermética, seja pela irrealidade dos alimentos sugeridos, vamos tentar fazer um apanhado relativamente sucinto sobre o que se sabe cientificamente sobre esta dieta que vez por outra reaparece na mídia.

Dr. Robert Coleman Atkins, criador da dieta, tinha a intenção de criar uma dieta saudável para perder abdominal rápido.

No que consiste a Dieta de Atkins?

dieta para perder gordura

Basicamente,na limitação sistemática dos carboidratos simples da alimentação. Os chamados carboidratos simples são encontrados nas farinhas brancas, refinadas e pobre em nutrientes e em diversos tubérculos, como a batata, e são absorvidos mais rapidamente pelo organismo. De acordo com a teoria do doutro Atkins, o corte drástico do consumo de carboidratos e o foco em proteínas animais e gorduras, inclusive a tão temida manteiga. Detalhe: nas diversas versões revistas e atualizadas da Dieta de Atkins não há limites de porções para o consumo das proteínas e gorduras.

Como a Dieta de Atkins emagrece?

Fazendo com que o organismo de quem se submete a esta dieta use mais proteínas e gorduras para fornecimento de energia. A glicose (o carboidrato “quebrado” em moléculas) é metabolizada pelo fígado, que a transforma em glicogênio. Quando não fornecemos mais carboidratos para nosso organismo, o fígado começa a transformar aminoácidos (a proteína “quebrada” em moléculas) em glicose e a produzir uma substância chamada cetona a partir das gorduras. O corpo que faz a Dieta de Atkins transforma-se em um voraz consumidor de gorduras e proteínas para compensar a falta que o carboidrato faz no metabolismo.

Quais as vantagens e desvantagens da Dieta de Atkins?

As principais vantagens são até óbvias: a perda de peso, já que estamos falando de consumo de gorduras que costumam se armazenar quando os carboidratos fornecem energia, o hábito de comer alimentos ricos em vitaminas e minerais essenciais e o baixo risco de se contrair diabetes. As desvantagens foram sendo observadas durante décadas de observação mas de pouca pesquisa, mas muitos especialistas não apreciam a diminuição do consumo de carboidratos da dieta por considerá-lo essencial ao desenvolvimento dos seres humanos. Além disso, o alto consumo de gorduras saturadas sem restrição deixa nutricionistas e cardiologistas em pânico, pela possibilidade de aumento de doenças coronárias decorrentes deste consumo desenfreado. E há também a produção da cetona, que pode causar problemas renais crônicos.

Devo aderir à Dieta de Atkins?

Esta é uma decisão de cunho pessoal, que deve ser tomada com responsabilidade e com o regulamentar auxílio médico. Não inicie quaisquer dietas sem acompanhamento médico.

Você quer reduzir a quantidade de gordura acumulada em seu corpo de forma saudável? A  cetona de framboesa  é um suplemento alimentar totalmente natural utilizado no quitoplan, que pode se tornar um grande aliado para  perder peso.

O acúmulo extremo de triglicérides no interior do tecido adiposo é gerado quando o balanço calórico é notavelmente positivo, ou seja, quando mais calorias são consumidas do que aquelas que são queimadas. Fatores genéticos, nutricionais ou neuronais são algumas das causas que podem explicar a  obesidade  a que nosso corpo está sujeito.

A  superalimentação  pode ocorrer em qualquer momento da vida, mas seus efeitos serão maiores se iniciado em uma idade precoce.

Dietas ricas em gorduras e carboidratos podem favorecer a obesidade. Os genes podem influenciar a predisposição a este estado patológico quando estão ligados a formas alimentares específicas e à disponibilidade de nutrientes. É o caso, por exemplo, dos fatores culturais ligados à composição da dieta ou ao grau de atividade física.

A  obesidade , que pode ser derivado muito diferentes doenças prejudiciais para a nossa saúde cardiovascular, respiratório, endócrino-metabólica, rim ou sistema de pele pode ser tratada por redução da ingestão de calorias e aumentar o gasto de energia, abandonado sedentarismo e apostando em um exercício física continuada

Benefícios da framboesa cetona para perder peso

Além de cuidar de seus hábitos alimentares e praticar esportes, recomendamos que você escolha  suplementos 100% naturais,  como a  framboesa cetona e quitoplan, mencionadas nas linhas anteriores.

Apresentada como termogênica, essa substância será útil para acelerar o metabolismo basal, melhorando a temperatura corporal e  queimando gordura na reserva . Com tudo isso irá reduzir a ansiedade de comer alimentos doces e apetite, minimizando o risco de comer entre as refeições. Obtenção de  resultados satisfatórios  nos Estados Unidos, a demanda de framboesa cetona se espalhou ao redor do mundo como um  queimador de gordura natural e eficaz  que nos ajudará a perder peso de forma saudável.

Estudos oficiais realizados a esse respeito mostraram que essa substância natural é útil para ativar a chamada  adiponectina,  o hormônio responsável pela regulação do metabolismo das células de gordura. Desta forma, através da  framboesa cetona  a presença deste hormônio aumentará em nossa corrente sanguínea.

A adiponectina, cuja presença é menos frequente nas pessoas obesas sendo relacionadas com doenças tais como diabetes, estimular a oxidação de ácidos gordos, diminuir a presença de triglicéridos no plasma e melhorar o metabolismo da glucose de um aumento da sensibilidade à insulina.

Para aproveitar o mesmo efeito  de queima de gordura  de uma dose única de  100 mg de  framboesa cetona , não é suficiente aumentar o consumo de bagas na sua alimentação diária. De fato, para igualar os benefícios deste suplemento, você deve levar em média cerca de 40 kg de frutas por dia, algo impossível de conceber.

A  cetona de framboesa,  que apresentamos nestas linhas e você pode  comprar aqui  é fabricado na França e distribuído por laboratórios  Quitoplan, o primeiro jogador em vendas on-line e-commerce de suplementos alimentares focados na área da saúde, estética, esportes e musculação ou sexualidade para compensar as necessidades específicas do corpo, melhorando assim a nossa  qualidade de vida.

A  cetona de framboesa  que eles nos propõem consiste em um total de  60 cápsulas 100% vegetais.  Sua fórmula específica é extrato seco de framboesa puro a 60% de cetona. Testado pelos melhores profissionais, tanto químicos como farmacêuticos, este suplemento irá acelerar o processo de perda de peso graças à sua ação de queima de gordura. Contém ingredientes naturais que ajudarão a fortalecer o  sistema imunológico.