1. Sensibilidade diminui com a idade

penis muda com a idade

Estudos mostram que o pênis constantemente perde a sensibilidade à medida que os homens envelhecem, embora seja difícil dizer exatamente quanto. Isso porque diferentes pesquisadores usaram diferentes maneiras de estimular o pênis e medir a sensibilidade.

Em geral, a sensibilidade do pênis é medida pela menor quantidade de estimulação que um homem é capaz de sentir. Isso é chamado de “limiar sensorial”.

Apesar das diferenças entre os estudos, os dados mostram uma tendência clara quando considerados em conjunto. A partir dos 25 anos, a sensibilidade começa a diminuir. O declínio mais acentuado da sensibilidade é observado entre os 65 e 75 anos.

O que é menos claro é se os homens realmente notam uma perda de sensibilidade à medida que envelhecem. Em alguns casos, o homem pode usar gel macho power que melhora a sensibilidade e a sexualidade do casal.

Para ver mais, acesse: https://www.artesdecura.com.br/macho-power/

Kohler diz que, se eles estão cientes disso, seus pacientes raramente mencionam isso.

“É uma queixa super-rara”, diz ele. “Por outro lado, a dificuldade com ereções e dificuldade em alcançar a ejaculação são muito mais comuns”.

5. Vibradores trabalham no pênis também

Vibradores não são apenas para mulheres. Eles trabalham no pênis também. De fato, a vibração é tão eficaz no pênis que muitas vezes os homens com lesões na medula espinhal podem ejacular com o auxílio de um vibrador médico especial. Para este tipo de tratamento, o vibrador é normalmente mantido contra a parte inferior da cabeça do pênis.

“Os vibradores de nível médico não são necessariamente mais poderosos”, diz Kohler. Os vibradores são ajustados para estimular partes do sistema nervoso envolvidas na ejaculação. “Eles trabalham em frequências ou amplitudes que são mais específicas para as vias [nervosas]”.

A maioria dos homens não precisa de um vibrador médico para provocar um orgasmo. Kohler diz que quando os pacientes o veem sobre a ejaculação retardada – dificuldade em atingir o orgasmo – ele sugere que eles experimentem um massageador pessoal vibrante comprado em loja.

Embora os vibradores geralmente ajudem os homens com problemas de ejaculação, você não precisa ter nenhum tipo de condição médica para usá-los. Você poderia fazer isso apenas por diversão.

6. Há mais para o pênis do que o olho

“A maioria dos caras ficaria orgulhosa de saber que seu pênis é duas vezes maior do que eles pensam”, diz Kohler.

Isso porque metade do comprimento do pênis está dentro do seu corpo. Assim como você não vê todos os grandes carvalhos acima do solo, você não vê a raiz do seu pênis enfiada dentro da pélvis e presa ao osso púbico.

Como visto em uma imagem de ressonância magnética , um pênis ereto tem a forma de um bumerangue.

seguro-saúde-viagem

Serviço

Seguro de viagem ou assistência ao viajante, o que é melhor?

Metade dos argentinos que deixam o país de avião omite contratar algum tipo de cobertura. Vantagens e desvantagens do seguro, para se livrar de uma grande dor de cabeça … e bolso.

seguro-saúde-viagem

Primeiro, um fato marcante (se não preocupante): de acordo com dados do Cartão Assist, metade dos argentinos que deixam o país por via aérea o fazem sem qualquer tipo de cobertura. E o segundo: a fração de viajantes que escolhem se proteger de eventualidades durante a viagem geralmente confundem assistência de  viagem com seguro saúde viagem , dois formatos de cobertura que, quase, não se parecem em nada.

Para aqueles que contratam sem saber o que, aqui estão algumas informações úteis. A diferença entre um tipo de proteção e outro cobre não apenas o aspecto elementar de se o que é protegido são as pessoas ou os objetos (ou ambos!), Mas também uma questão básica relacionada aos momentos em que a cobertura será colocada em prática. março

 

Olha também

 

Clarisa Luhning é a diretora comercial, uma plataforma online de venda de seguros que, através da web, permite citar, comparar e contratar a política desejada.

Como ele explica, “não é o mesmo um conjunto de serviços gerenciados por uma equipe de profissionais (com um telefone disponível do exterior) 24 horas, que um certo valor segurado para pagar em caso de imprevistos“.

Uma questão de tempos

É elementar, mas nem sempre é levado em conta: antes de um imprevisto durante a viagem, a assistência ao viajante age no momento em que o evento ocorre. O seguro de viagem, por outro lado, tem uma eficácia subsequente.

Como Luhning salienta, “a principal diferença entre os dois tipos de cobertura é que, enquanto a assistência ao viajante oferece um serviço direto e aconselhamento no momento em que a pessoa precisa, seja qual for a hora e local, o seguro de viagem consiste em em reembolsar o dinheiro gasto pelo segurado após o evento que ele teve que pagar, algo que também implica que é o mesmo viajante que deve procurar, por exemplo, o profissional médico que precisa “.

 

Mas de modo algum o seguro de viagem é considerado um serviço deficiente, mas seus objetivos são totalmente diferentes: seu objetivo é proteger ou garantir, do ponto de vista econômico, os pertences dos turistas.

Olha também

 Viaje mais barato, uma questão de cintura

É assim que as seguradoras de viagens não precisam de uma rede de provedores que atuem em tempo real. Sua mecânica de trabalho consiste em receber e ressarcir os gastos gerados em face de um inconveniente.

Todos os itens

De acordo com o plano contratado os programas de assistência de viagens podem oferecer muito mais do que as soluções de saúde, e neste momento a política pode mesmo terminar itens básicos, incluindo seguro de viagem.

Olha também

 Um novo código QR para agências de viagens

Por exemplo, você pode obter o seguro de roubo ou perda de bagagem e cancelamento (para recuperar o investimento se a viagem não é concreto), responsabilidade (protege contra imprevistos, como danos a terceiros), transferência de fundos em caso de emergência, assistência telefone e overbooking, se o excesso de reservas de alguma forma complicar a viagem.

A vantagem do planejamento

A cobertura a escolher durante uma viagem dependerá do bolso do passageiro. Mas vale a pena pensar com muito cuidado antes de saltar sem absolutamente nada. Uma informação é suficiente: uma imagem de apendicite pode custar cerca de 50.000 dólares fora do país. O corpo não avisa.

Olha também

 O desafio de viajar com bebês e crianças pequenas

Federico Tarling, diretor de operações da Assist Card, explicou a Todoviajes que 85% dos atendimentos realizados pela empresa estão relacionados a problemas de saúde; 8 por cento são consultas para bagagem perdida; e 2%, problemas com vôos.

 

É interessante que enquanto metade dos passageiros argentinos que partem de avião não têm cobertura, os números diminuem quando se trata de rotas terrestres e fluviais. Apenas 3 a 4 pessoas confiam e saem sem contratar nenhum serviço. Ou seja, eles estão “à deriva”.

 

Se uma mulher entende produtos de qualidade não precisa tanto se pergunta o que comer na amamentação. Quanto mais alimentos saudáveis mais ela coloca altas demandas em seu leite materno. É claro que o leite materno é melhor que o leite artificial, mas não para de pensar em como aumentar seu valor nutricional.

Você deu ao seu filho os seus olhos, o formato do nariz, o seu sorriso, mas também pode dar-lhe leite materno muito valioso. Claro, você quer alimentar seu bebê adequadamente e bem e está pensando em como melhorar a qualidade do leite materno.

Mas para aderir a proibições estritas, o que comer na amamentação e outras restrições, como durante a gravidez não é mais necessário. Relaxe um pouco. E mesmo que sua comida não seja perfeita, o leite continuará sendo de alta qualidade, se você não quebrar as regras simples.

Você só precisa excluir da sua comida todos os alimentos e bebidas alcoílicas, ou seja, aqueles que têm substâncias ruins para o seu filho. Álcool, cafeína e produtos que podem causar alergia ao bebê foram os primeiros a serem colocados na lista negra.

Para essa fase de amamentação é indicado bastantes frutas e alimentos saudáveis. Incluir no seu dia a dia sucos de frutas, sucos detox e vitaminas irá te deixar mais relaxada e calma para aproveitar seu bebê ao longo do dia.

BEBIDAS

É bom que você não use cafeína e álcool durante a gravidez. Agora, também, não abuse delas, mas ocasionalmente um copo de cerveja ou um copo de vinho, uma xícara de café ou um copo de refrigerante não prejudicam a criança. No entanto, lembre-se que a cafeína pode se acumular no corpo do bebê e, mesmo depois de algumas horas, a criança vai adoecer por causa disso.

MEDICAMENTOS

Se os remédios são tomados em pequenas doses, não traz danos. Mas você sempre precisa acompanhar o que e quando você toma. Leia atentamente as instruções e consulte sempre um médico. Tenha especial cuidado se seu filho ainda não tiver dois meses de idade – nesta idade, as crianças são especialmente delicado. No mercado livre existem alguns anti-histamínicos, anti-alérgicos que inibem a lactação.  Medicamentos para a glândula tireoide e asma não trazem danos. Mas o analgésico pode deixar o bebê lento, então não o tome mais do que uma vez.

ALIMENTAÇÃO

Tem que ter cuidado com o que comer na amamentação se você ou alguém da família sofre de alergias alimentares, a criança também pode ser intolerante a esses produtos. Na maioria das vezes é leite, farinha, ovos e nozes. Tente excluir os alimentos que causam alergias de sua dieta, observe o resultado. Mas não pare de amamentar seu bebê, é melhor pensar em como melhorar a qualidade do leite materno – uma criança alérgica, especialmente, precisa.

Afinal, depende da sua imunidade. Consulte os médicos e leia as instruções. O meio ambiente. Melhor nutrição para bebês do que leite materno – não encontrado. Isto é confirmado por todos os especialistas.

Mas certifique-se de que não há toxinas, isso diminuirá a qualidade. Não esteja presente ao reabastecer o carro, não respire os vapores da gasolina, não coma peixe capturado em águas urbanas sujas. Legumes e frutas, tente comprar e comer apenas aqueles que são cultivados sem nitratos.

Esqueça os solventes e nem use o removedor de esmalte. Abster-se de novos itens de plástico, eles estarão seguros para a criança em apenas seis meses.

 

Com todo o hype sobre o edifício do corpo, dietas equilibradas e vida saudável, não é de admirar por que esses fatores estão sempre conectados com a saúde sexual de um homem. Pode haver dezenas de produtos no mercado que visam tornar um cara mais manco, mais sexy e mais viril na cama. Mas a verdade é que tudo pode começar com a criação de melhores hábitos de fitness!

Dê uma olhada no aspecto do exercício, particularmente no levantamento de peso. Você sabia que adicionar este regime à sua rotina diária de exercícios pode aumentar sua libido e possivelmente melhorar sua vida sexual?

 É uma questão de hormônios – a testosterona ser exata – e exercícios regulares podem aumentar os níveis desse hormônio sexual masculino. Quanto mais testosterona seu corpo tiver, melhor será sua libido.

Quais são os sintomas dos baixos níveis de testosterona?

O Journal of Family Practice (JPF) afirmou em um artigo sobre os perigos de ter baixos níveis de testosterona, o que é aplicável tanto para homens quanto para mulheres. Comportamentalmente, pode-se esperar que o paciente fique deprimido, irritado e facilmente suscetível ao estresse. Em termos de mudanças corporais, as pessoas que têm testosterona baixa tendem a ganhar mais gordura corporal, se sentem mais fracas ou com menos energia, e podem ter anemia leve.

Há também fatores sexuais que são muito afetados por níveis hormonais anormais. Para os homens, isso pode levar a um volume diminuído de ejaculação, disfunção erétil e, claro, uma diminuição geral da libido, que pode ser contornado com o uso do extrasize. Para as mulheres, a baixa testosterona se traduz em menor sensibilidade sexual e até mesmo dificuldade em atingir o orgasmo.

Como o levantamento de peso ajuda?

Levantar pesos é apenas um tipo de treino que pode aumentar os níveis de testosterona. AskMen.com , no entanto, explica que a testosterona pode aumentar se a rotina de exercícios é bem planejada e é apropriada para a pessoa que faz isso. O importante a ser observado é evitar exagerar, pois isso pode não apenas contribuir para a lesão, mas também pode afetar os níveis hormonais do corpo.

O mesmo relatório do AskMen afirma que o treinamento com pesos também aumenta sua força e resistência. Estes são dois fatores que são vitais quando se trata de fazer sexo. Se você não é forte o suficiente ou se você não consegue acompanhar, então seu parceiro definitivamente notará isso.

Que outros tratamentos podem aumentar a testosterona no corpo?

O relatório do JPF mencionou que uma deficiência no zinco afeta a produção de testosterona. Por isso, recomenda-se complementar a dieta com adição de zinco. Isso pode ser através de dieta ou com a ajuda de pílulas.

Em outros casos, a terapia de reposição de testosterona é necessária. Estes são uma série de procedimentos que visam aumentar os níveis do hormônio no corpo, e é feito com homens e mulheres. Exemplos de alguns medicamentos que são usados ​​incluem géis tópicos, adesivos transdérmicos e também medicamentos orais.

AOL Health recomenda mudar alguns aspectos do estilo de vida para evitar quaisquer perigos que possam prejudicar os níveis hormonais no corpo. Por exemplo, escolher comprar produtos orgânicos em vez daqueles que contêm pesticidas é uma maneira inteligente de proteger a saúde dos homens. 

Mesmo produtos químicos como dioxinas e bifenilos policlorados (PCBs) presentes em vários produtos, como borracha, alguns tipos de água e produtos de jardinagem, podem afetar a fertilidade masculina, por isso é melhor ter cuidado com eles.

Atualmente, muitos grupos científicos estão explorando métodos alternativos para aumentar os níveis de testosterona em humanos através de suplementos com xtrasize. A maioria dos estudos é feita em animais de laboratório, para avaliar com segurança a eficácia de tais tratamentos. O Brazilian Journal of Urology publicou um estudo no qual os extratos de Tribulus terrestres, componente presente no xtrasize, que  ajudara a melhorar os níveis de testosterona.

Lembre-se, ninguém está ficando mais jovem. E como as fontes científicas explicam, os níveis de testosterona naturalmente tendem a diminuir com a idade. Por isso, é quase hora de ficar ativo, viver mais saudável e fazer algo sobre isso! Sua vida sexual está em jogo.

Desde que a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA aprovou o Viagra em 1998, as pílulas chamadas de inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (PDE5) tornaram-se um dos tratamentos mais populares para a disfunção erétil (DE).  Medicamentos como Viagra, Levitra e Cialis são comercializados e às vezes retratados como uma pílula mágica que pode fazer com que os problemas de ereção de um homem desapareçam.

Mas não é assim tão fácil.

Primeiro, nem todo homem pode tomar inibidores da PDE5. Por exemplo, essas drogas podem interagir com a nitroglicerina, uma medicação geralmente usada para dor no peito e doença arterial coronariana. A combinação pode causar uma queda perigosa na pressão sanguínea.

Homens com problemas cardíacos, diabetes, pressão alta ou baixa, ou uma história de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral devem ter cuidado se tomarem PDE5s. O médico deles pode determinar melhor se as drogas são seguras.

Em segundo lugar, alguns homens acham que os inibidores da PDE5 simplesmente não funcionam para eles. Ou os medicamentos podem não ser tão eficazes quanto esperavam. Também é possível que os medicamentos se tornem menos eficazes com o tempo.

O que acontece depois? Felizmente, existem outras maneiras de tratar a disfunção erétil. Hoje, vamos dar uma olhada em alguns deles.Guia de hospitais Rio de Janeiro

 Alternativas aos inibidores da PDE5

A seguir, uma breve visão geral de outros tratamentos de disfunção erétil que podem ajudar. Para mais informações, basta clicar nos links correspondentes.

  • Injeções. Alguns homens com disfunção erétil injetam uma droga chamada alprostadil, que pode melhorar o fluxo sanguíneo para o pênis e, por sua vez, criar uma ereção firme. As injeções devem ser dadas cerca de cinco a dez minutos antes do sexo. Embora a ideia de injetar uma agulha no pênis de uma pessoa possa ser estressante, um urologista pode mostrar a técnica correta.
  • Supositórios (MUSE). Os supositórios, às vezes chamados de agentes transuretrais, são outra maneira de administrar alprostadil. MUSE significa Medicated Urethral System for Erection e atualmente é o único supositório aprovado pelo FDA para ED.

Para usar o MUSE, um homem usa um aplicador especial. Dentro deste dispositivo é um pequeno pellet de remédio. A ponta do aplicador é colocada dentro da uretra – o tubo que permite que a urina e o sêmen saiam do corpo – e o pellet é dispensado. A maioria dos homens tem uma ereção cerca de cinco ou dez minutos após a aplicação.

  • Dispositivos de montagem a vácuo (VEDs). Esses dispositivos vêm em três partes: um cilindro de plástico transparente, uma bomba e um anel de constrição. O cilindro é colocado sobre o pênis e a bomba é usada para criar um vácuo, o que aumenta o fluxo sanguíneo para o pênis. Uma vez que a ereção é alcançada, um anel de constrição é colocado na base do pênis para manter o sangue dentro Isso mantém a ereção firme. Para evitar ferimentos, o anel de constrição deve ser removido dentro de trinta minutos.
  •   Os implantes. Os implantes penianos, ou próteses, são geralmente considerados o último recurso para homens com disfunção erétil. Esses dispositivos são cirurgicamente implantados e permanentes e podem também engrossar o órgão masculino. No procedimento, os corpos cavernosos – câmaras esponjosas que normalmente se enchem de sangue durante a ereção – e substituídos por cilindros artificiais.

Atualmente, a maioria dos implantes penianos é do tipo inflável. Para obter uma ereção, um homem ativa uma bomba que também é implantada cirurgicamente. A bomba faz com que um líquido salino se desloque para os cilindros, enchendo-os até que o pênis esteja ereto. Quando o homem não deseja mais ter a ereção, ele desativa a bomba.

Alguns suplementos naturais funcionam para alguns homens, veja no vídeo:

Converse com seu médico

Se você está tomando um inibidor de PDE5 e não parece estar funcionando, não hesite em chamar seu médico. É possível que outra marca de inibidor de PDE5 seja eficaz. Ou fazer mudanças no estilo de vida , como perder peso ou parar de fumar, pode ajudá-lo a obter melhores resultados.

No entanto, não tenha medo de perguntar sobre alternativas também. Embora tratamentos como injeções e bombas de vácuo possam não parecer muito românticos, eles ainda podem permitir que você desfrute de sexo satisfatório novamente.

Fonte: https://www.treinart.com.br

Ginecomastia é uma Neoplasia benigna ou maligna que leva ao crescimento das mamas nos homens, podendo eles,ou não, serem hermafroditas, devido a patologias, geralmente associadas a desequilíbrios hormonais liderados pela síntese das células adiposas (de gordura).

A ginecomastia é nome do distúrbio em que há aumento de mamas em homens por excesso de tecido glandular mamário. tratamento para ginecomastia, que é aumento das mamas no homem, pode ser feito com uso de medicamentos ou cirurgia, mas deve ser sempre direcionado para combater a sua causa.

Ginecomastia é uma Neoplasia benigna ou maligna que leva ao crescimento das mamas nos homens, algumas patologias, geralmente associadas a desequilíbrios hormonais liderados pela síntese das células adiposas (de gordura).

Afinal O que é a Ginecomastia ?

Ginecomastia é nome dado ao crescimento das mamas nos homens devido a patologias, geralmente associadas a desequilíbrios hormonais.Ginecomastia leve é considerada característica normal em meninos no começo da adolescência.

A ginecomastia é um distúrbio que ocorre no homem, mais frequentemente na puberdade, que é caracterizado pelo aumento das mamas, que pode acontecer devido ao excesso de tecido glandular mamário, excesso de peso ou até mesmo doenças. A maior parte dos casos desse crescimento das mamas ocorre devido a patologias, geralmente associadas a desequilíbrios hormonais que são liderados pela síntese das células adiposas (as de gordura).

Ginecomastia é crescimento das mamas masculinas por alteração hormonal ou acúmulo de gordura. Geralmente, ginecomastia masculina é um problema sem causa conhecida, mas desequilíbrio hormonal é devido à condições que bloqueiam os efeitos ou reduzem os níveis de testosterona ou à uma condição que aumenta os níveis de estrogênio.

Vale ressaltar que, a ginecomastia não significa mesmo que pseudoginecomastia ou lipomastia, caracterizada pelo depósito excessivo de gordura na região das mamas sem haver aumento do tecido glandular, em casos de obesidade.

A ginecomastia masculina é uma hipertrofia do tecido das glândulas mamárias do homem, podendo também ocorrer em mulheres, devido a patologias, geralmente associadas a desequilíbrios hormonais. Ginecomastia (literalmente, mamas femininas) é causada por um desenvolvimento excessivo no tecido da região mamária masculina e ocorre nas fases de mudanças hormonais do homem (infância, adolescência e velhice) sem nenhuma patologia de base, na maior parte dos casos.

A Ginecomastia ou hipertrofia mamária” é uma neoplasia, que pode ser benigna ou principal característica é crescimento das mamas nos homens, podendo alguns serem hermafroditas, e ocorre geralmente nos períodos de alteração hormonal.

Ginecomastia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ginecomastia é crescimento da zona mamária masculina, que se desenvolve devido ao aumento da glândula mamária.. Pode também ocorrer uma pseudo-ginecomastia que é causada pela acumulação de gordura ou pele nessa região. A ginecomastia é uma condição que leva ao crescimento de uma ou de ambas as mamas nos homens e, mesmo quando afeta as duas mamas, elas geralmente crescem de forma desigual. diagnóstico pode ser feito tanto por um endocrinologista , cirurgião plástico quanto por um Mastologista São duas as causas do aumento de volume na região peitoral: excesso de tecido mamário em decorrência de descontrole hormonal ou acúmulo de gordura.

No entanto, acredita-se que a ginecomastia em si não seja uma condição pré cancerígena, mas as alterações hormonais (aumento relativo dos estrogênios, níveis mais baixos de testosterona) que produzem a ginecomastia masculina nos adultos aumentam risco de desenvolver câncer de mama.

No caso da ginecomastia masculina ambas se confundem, já que a cirurgia tem objetivo de reparar uma deformidade da glândula mamária e retirar excesso de massa do tecido, mas também melhorar a estética do paciente. Como já dito antes, a ginecomastia masculina é aumento das glândulas mamárias ao invés dos tecidos de gordura.

Geralmente, a neoplasia inclui doenças muito diferentes, mas é frequentemente associada à ginecomastia, já que a condição de caracteriza pelo excesso de massa ao redor das mamas durante a fase de crescimento da criança. Nestes casos, é comum observar um crescimento excessivo das mamas, fazendo com que ocorra um excesso de pele e gordura nessa região. A ginecomastia é uma condição que leva ao crescimento de uma ou de ambas as mamas2 nos homens e, mesmo quando afeta as duas mamas, elas geralmente crescem de forma desigual.

Sua principal característica é crescimento das mamas nos homens, podendo alguns serem hermafroditas, e ocorre geralmente nos períodos de alteração hormonal.

A dieta de arroz é a nova maneira que as celebridades têm para se livrar desses quilos extras. Bem, a verdade é que eles geralmente têm muitos outros, já que alguns segredos os manterão por si mesmos. A primeira coisa que temos a dizer é que qualquer tipo de dieta pode ser perigosa para o seu corpo.

Devemos sempre ter muito cuidado para não sermos levados por regimes milagrosas com a dieta de 21 dias. Apenas aqueles em que o equilíbrio entre os alimentos é sempre protagonista. Dietas balanceadas são as que nos dão mais confiança. Então, hoje vamos conhecer a dieta do arroz, que com certeza vai conquistá-lo.

omo funciona a dieta do arroz

Como todos sabemos, o arroz é um dos alimentos mais consumidos. Talvez porque tenha grandes benefícios e propriedades. É rico em fibras, além de proteína. Ajudará a melhorar a digestão e é um bom aliado contra o colesterol. A coisa boa sobre uma dieta como esta é que você vai se sentir satisfeito , graças ao ingrediente principal que é o arroz. Tem duas fases: a primeira é para a desintoxicação do corpo e dura 3 dias. Enquanto a segunda fase durará 9 dias e é perfeita para perder peso rapidamente.

Primeira fase da dieta de arroz

  • Café da manhã : Um creme de arroz doce que você obterá cozinhando o arroz, batendo e adicionando uma colherada de mel. Em vez de mel, você pode acompanhá-los com um punhado de frutas vermelhas.
  • Comida : Arroz integral cozido. Você adiciona um pouco de azeite. Como sobremesa, uma fruta.
  • Jantar : Arroz ou sopa de quinoa. Você pode combiná-lo com legumes sempre cozidos.

Segunda fase da dieta

Neste caso, será cerca de 9 dias. A promessa da dieta do arroz é perder cerca de 5 quilos , aproximadamente. Como sabemos, você tem que seguir literalmente e nem sempre, os corpos reagirão da mesma maneira.

  • Café da manhã : 1 copo de leite de arroz , 3 panquecas de arroz e um pouco de geléia sem açúcar.
  • Meio da manhã : uma fruta da época para escolher.
  • Comida : Arroz integral cozido (não mais de 80 gramas). Para o qual você vai acompanhar com 120 gramas de legumes cozidos. Você também pode combinar um dia o arroz e outro um peixe. Este vai cozinhá-lo no forno ou na grelha.
  • Meio da tarde : também uma fruta da época.
  • Jantar : risoto de cogumelos. Neste caso, não devemos gastar 60 gramas de arroz. Você pode adicionar camarões ao invés dos cogumelos, se preferir. Além disso, você deve ter uma salada mista.

Como podemos ver, não é uma dieta balanceada, já que muitos alimentos são escassos . Por isso, não é recomendado segui-lo por mais tempo do que o indicado. Você vai perder vários quilos, assim como diminuir sua barriga . É estrito, mas você verá ótimos resultados.

Devido a crise de saúde brasileira, se tornou muito complicado um paciente encontrar por aí um bom hospital que pudesse fornecer um atendimento de qualidade.

Infelizmente, não podemos mais contar com um hospital público, afinal, nosso sistema de saúde pública se encontra em uma situação bastante complicada mesmo com o estado arrecadando todos os nossos impostos como ele sempre faz, nada muda na saúde pública do nosso país.

Guia de hospitais Rio de Janeiro

Por isso, nessa lista, você vai perceber que boa parte dos hospitais são particulares, infelizmente, é a realidade que nós estamos vivendo no nosso pais, não tem como fugir disso. Hospitais públicos não estão dando conta de atender a demanda de pacientes, não por falta de competência, mas sim por falta de recursos.

Segue a lista com os 10 melhores hospitais do Rio de Janeiro para que você possa se passear caso precise de atendimento.

Hospital Copa D’Or

Na intenção de trazer para o Rio de Janeiro um estilo de atendimento hospitalar que fosse exemplar e de qualidade, a unidade do Hospital Copa D’Or foi criada. Um hospital capaz de reunir tecnologia de qualidade, bons profissionais juntamente de um serviço 5 estrelas.

Hospital Vitória

Uma instituição exemplar que busca fornecer o melhor atendimento hospital do
Rio de Janeiro. Um local preparado para atender todos os tipos de pacientes, contendo diversas especialidades médicas, além de um excelente serviço de pediatria.

Hospital Casa Evangélico

Um lugar aonde você irá encontrar um bom espaço para sanar todas as dificuldades que você tem atualmente. Contendo diversas especialidades médicas, o Hospital Casa Evangélico segue atualmente com boas avaliações de antigos pacientes que frequentaram o local.

 

Hospital Rio Mar

Uma instituição hospitalar que se encontra equipada com o que há de melhor em termos de tecnologia para garantir que todos os seus pacientes irão receber um atendimento de qualidade. Lá, você terá condições de fazer todos os exames de que precisa visando garantir que a sua saúde fique boa novamente.

 

Hospital São Lucas

Uma instituição que quis ir além dos seus concorrentes fornecendo ao público um atendimento de qualidade e que fosse acima de tudo respeitoso. Todos nós precisamos de saúde, e todos nós buscamos um bom atendimento que estamos indo para um hospital. Portanto, levando isso em consideração, o Hospital São Lucas é uma ótima referência.

 

Hospital Unimed Rio

O Unimed que é um convenio de saúde muito conhecido e bastante utilizado no nosso país, resolveu oferecer ao público muito mais do que só o benefício de sr assegurado, mas, um local aonde os seus assegurados pudessem frequentar buscando um atendimento hospitalar de qualidade. O Hospital tem boas referências, e certamente, vai ajudar você a solucionar o seu problema.

 

Hospital da Ordem do Carmo

Um lugar excelente para quem está em busca de diversos tipos de especialidades médicas de qualidade. O Hospital detém um equipe de médicos que está muito bem preparada para poder atender todos os seus pacientes.

 

Hospital Samaritano

O hospital Samaritano é sem dúvida um dos hospitais mais populares no Rio de Janeiro. Com um histórico muito considerável de atendimentos, o Hospital carrega hoje um currículo exemplar que demonstra a sua capacidade de fornecer a todos um atendimento de qualidade.

 

Hospital Samaritano Barra

Uma unidade tecnologia do hospital Samaritano que está pronta para atender aos mais diversos casos clínicos. Lá, você vai ser capaz de encontrar todas as especialidades médicas de que precisa, para garantir que a sua saúde volte ao bom está de antes. O Samaritano tem um grande rede, por isso, caso você opte por escolher esse hospital, não custa buscar na internet para saber se existe uma mais próxima de você.

 

Hospital Gamboa

Um hospital que se enquadra dentro dos padrões do que normalmente é exigido de uma instituição hospitalar. Um local de compromisso, seriedade, aonde você certamente vai encontrar o atendimento médico de que precisa.

Essa foram as dicas de hospitais no Rio de Janeiro que eu tinha para vocês. Como você bem deve imaginar, existem muitos outros hospitais particulares que podem oferecer um bom serviço! Basta fazer uma pequena pesquisa em Guia de hospitais no Rio de Janeiro, que você vai conseguir encontrar aquele que contém as especialidades médicas que você precisa.

Assim como homens e mulheres são diferentes, suas preocupações em relação ao sexo, também são. No caso dos homens, segundo dados da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual, as aflições giram em torno do tamanho do pênis e do desempenho, e no caso das mulheres, a preocupação é a falta de orgasmo. Buscar orientações sobre o assunto pode ajudar a ter uma vida sexual saudável – fator tão importante que é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um dos indicadores de qualidade de vida.

casal faz sexo tem boa saude

Segundo o cirurgião vascular Márcio Dantas de Menezes, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual, uma das grandes preocupações dos homens era (e ainda é) conseguir uma ereção suficiente para trazer prazer ao casal. Preocupação que foi amenizada há quase 10 anos com o surgimento de medicamentos que produzem ereção. ‘Eles trouxeram ganhos sociais, mudanças extremamente significativas’, afirma.

Mas essas mudanças, aponta o médico, também trouxeram comportamentos novos, que ainda precisam ser melhor resolvidos. O primeiro é o uso desse tipo de medicamento por jovens, que buscam uma ereção ‘melhor’, sem atentar para os efeitos colaterais (queda de pressão, tontura, dor de cabeça, visão turva e vermelhidão no rosto) e os riscos – entre eles o de no futuro vir a a sofrer de disfunção erétil. O outro ponto, idosos que com o uso de pílulas começaram a ter mais relações fora de casa aumentando o número de casos de Aids na terceira idade. ‘São problemas novos, que precisam ser contornados’, enfatiza.

Além do desempenho, o tamanho do pênis é outra das preocupações do homem, apesar da maioria ser considerada normal. A maioria dos brasileiros, segundo o médico, tem o pênis em estado de flacidez (não ereto) em torno de quatro a seis centímetros, e, quando em ereção, de 12 a 15 centímetros, com cerca de 12 centímetros de circunferência. Ele explica que em casos em que realmente há necessidade de aumentar o pênis alguns procedimentos, como a injeção de uma substância bioexpansora, podem dar resultados satisfatórios, apesar de ainda serem considerados experimentais pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Libido das mulheres no sexo

Já as mulheres, conforme pesquisa realizada em 2004 pelo Projeto Sexualidade – ProSex da Universidade de São Paulo, tem preocupação de satisfazer o parceiro e ter orgasmo. Os maiores medos, apontados na pesquisa que entrevistou 7.103 pessos de 18 cidades brasileiras, foram não satisfazer seu parceiro na cama (45,4%) e não ter orgasmo (32,5%). Mas, grande parte das mulheres, segundo o médico, não procura tratamento, e quando o fazem não seguem até sua conclusão. Quando a mulher está com a libido baixo, ela pode usar um estimulante sexual feminino que dará uma apimentada na sua libido.

A maioria desses problemas, aponta o especialista, poderia ser resolvida com o aumento de um único fator – a auto-estima. Sem ela, os relacionamentos perdem em afetividade e envolvimento, essenciais para parceiros se darem bem na cama.

Aos 50 os homens parecem ter vidas sexuais mais felizes do que aos 30. A conclusão é de uma pesquisa feita na Noruega e nos Estados Unidos com mais de mil homens entre 20 e 79 anos. Apesar de problemas como impotência e queda da líbido em homens mais velhos os homens na faixa dos 50 anos afirmaram ter níveis tão altos de satisfação em suas vidas sexuais, quanto os de 20 anos.

A pesquisa foi publicada na revista especializada de urologia BJU International e foi feita por meio de um questionário enviado pelo correio, no qual os homens tinham que dar notas de zero a quatro para seu desempenho sexual – sendo quatro a nota máxima.

Os homens na faixa dos 20 disseram ter uma média de satisfação de 2,79 e foram os que se mostraram mais felizes. O segundo grupo foi os de cinquenta e poucos anos, que tiveram uma média de 2,77. O grupo de 30 a 39 atingiram 2,55 e os de 40 ficaram em média com 2,72.

Satisfação X Desempenho

impotencia masculina como tratar

Depois dos 59, a satisfação foi significativamente reduzida para 2,46 para homens aos 60 e para 2,14 para os homens na faixa dos 70.
Com relação à função sexual, as notas caíram em direção a zero à medida em que os entrevistados ficaram mais velhos. Enquanto aos 20 anos, o desempenho sexual ficou em média de 2,79, aos 70 anos a média caiu para 1,54. A média geral foi de 2,19.

A média de satisfação com ereções ficou em 2,83, mas mostrou queda ao longo da vida. Enquanto os homens aos 20 tiveram 3,63, os homens de 50 anos tiveram 3,03.

Para ambas as idades, os homens estão sujeitos a passar por baixas e altas de ereções, alguns tratamentos alternativos podem ter resultados surpreendentes, como o produto macho macho para homens e suplementos para aumento natural da testosterona.

De acordo com a pesquisadora Sophie, do Rikshospitalet-Radiumhospitalet Trust em Oslo, “os resultados mostram uma grande correlação entre os homens ficando mais velhos e a função sexual reduzida, mas não entre idade e satisfação sexual”.

“A idade só foi responsável pela variação de 3% no total da satisfação sexual”, disse a pesquisadora. “Nossos resultados mostram que, apesar de homens experimentarem mais problemas e terem função sexual reduzida quando ficam mais velhos, isto não necessariamente reflete que eles experimentem menos satisfação na sua vida sexual”, diz a médica.

De acordo com psicólogo especializado em sexualidade masculina, “os homens aos 30 e aos 40 estão muito estressados com coisas como sucesso na carreira, para terem prazer no sexo.”

Mas, segundo Bracey, quando chegam aos 50, os homens estão mais ajustados com o que querem na vida e se importam menos com o que as outras pessoas pensam deles, ficando menos propensos a ansiedade com a própria performance.