Assim como homens e mulheres são diferentes, suas preocupações em relação ao sexo, também são. No caso dos homens, segundo dados da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual, as aflições giram em torno do tamanho do pênis e do desempenho, e no caso das mulheres, a preocupação é a falta de orgasmo. Buscar orientações sobre o assunto pode ajudar a ter uma vida sexual saudável – fator tão importante que é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um dos indicadores de qualidade de vida.

casal faz sexo tem boa saude

Segundo o cirurgião vascular Márcio Dantas de Menezes, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual, uma das grandes preocupações dos homens era (e ainda é) conseguir uma ereção suficiente para trazer prazer ao casal. Preocupação que foi amenizada há quase 10 anos com o surgimento de medicamentos que produzem ereção. ‘Eles trouxeram ganhos sociais, mudanças extremamente significativas’, afirma.

Mas essas mudanças, aponta o médico, também trouxeram comportamentos novos, que ainda precisam ser melhor resolvidos. O primeiro é o uso desse tipo de medicamento por jovens, que buscam uma ereção ‘melhor’, sem atentar para os efeitos colaterais (queda de pressão, tontura, dor de cabeça, visão turva e vermelhidão no rosto) e os riscos – entre eles o de no futuro vir a a sofrer de disfunção erétil. O outro ponto, idosos que com o uso de pílulas começaram a ter mais relações fora de casa aumentando o número de casos de Aids na terceira idade. ‘São problemas novos, que precisam ser contornados’, enfatiza.

Além do desempenho, o tamanho do pênis é outra das preocupações do homem, apesar da maioria ser considerada normal. A maioria dos brasileiros, segundo o médico, tem o pênis em estado de flacidez (não ereto) em torno de quatro a seis centímetros, e, quando em ereção, de 12 a 15 centímetros, com cerca de 12 centímetros de circunferência. Ele explica que em casos em que realmente há necessidade de aumentar o pênis alguns procedimentos, como a injeção de uma substância bioexpansora, podem dar resultados satisfatórios, apesar de ainda serem considerados experimentais pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Libido das mulheres no sexo

Já as mulheres, conforme pesquisa realizada em 2004 pelo Projeto Sexualidade – ProSex da Universidade de São Paulo, tem preocupação de satisfazer o parceiro e ter orgasmo. Os maiores medos, apontados na pesquisa que entrevistou 7.103 pessos de 18 cidades brasileiras, foram não satisfazer seu parceiro na cama (45,4%) e não ter orgasmo (32,5%). Mas, grande parte das mulheres, segundo o médico, não procura tratamento, e quando o fazem não seguem até sua conclusão. Quando a mulher está com a libido baixo, ela pode usar um estimulante sexual feminino que dará uma apimentada na sua libido.

A maioria desses problemas, aponta o especialista, poderia ser resolvida com o aumento de um único fator – a auto-estima. Sem ela, os relacionamentos perdem em afetividade e envolvimento, essenciais para parceiros se darem bem na cama.

O Algar Speed Test é um medidor de velocidade de internet que permite ao internauta, acessar dados precisos sobre o sinal e qualidade da internet, dessa forma, é possível verificar se ele está ou não recebendo pelo que está pagando para a operadora. Esse teste é muito importante para que o uso de internet consiga ser perfeito e nenhum site seja prejudicado por uma velocidade ruim do sinal.

Todos nós fazemos um consumo muito grande da web em nossas vidas, seja no trabalho, ou então para diversão, conversar com os amigos, ficar informado, seja qual for o uso da internet, é fundamental ter uma velocidade razoável para que os sites que nós acessamos possam funcionar perfeitamente.

Muitos sites acessados todos os dias por nós são diretamente influenciados pela qualidade do sinal e também pela velocidade da internet que recebemos em nossa casa. Por isso, fazer o Algar Speed Test é uma forma de medir o quanto nossa internet está rápida e se realmente você recebe aquilo que paga para sua operadora.

importancia speed test algar

O que o Algar Speed Test informa?

 

O Algar Speed Test informa aos internautas que realizam o teste, quatro informações muito importantes e por elas você consegue analisar a qualidade do sinal da sua internet. Essas informações são, ping, jitter, velocidade de download e também velocidade de upload. Com esses dados você consegue ter noção da força da sua internet.

O ping é o primeiro número informado, ele basicamente informa ao internauta a velocidade em que ocorre a troca de informações entre sua máquina e outros servidores. Já o jitter é usado para medir a taxa de atraso em que sua máquina recebe essas informações. Esses dois números precisam ser baixos para que sua internet esteja funcionando bem.

A velocidade de download é o que influencia o carregamento de vídeos, no download de músicas, filmes, no uso de aplicativos como Netflix e Spotify. Esse número é o que realmente mede sua internet, por isso o número que aparecer no Algar Speed Test deve ser o mesmo pelo qual você contratou a sua internet junto a operadora.

Por fim nós temos a velocidade de upload, que costuma ser bem menor que a velocidade de download, mas também é muito importante, pois ela influencia na hora de enviar fotos, carregar arquivos na nuvem ou então fazer o upload de vídeos para sites como youtube ou instagram.

 

Minha internet está lenta, qual pode ser o problema? O que devo fazer?

 

Ao perceber que alguns sites não estão funcionando da forma correta, seja com vídeos travando ou fotos não carregando, está na hora de fazer um teste de velocidade com o Algar Speed Test. Caso você perceba que o sinal está ruim e sua internet realmente está mais lenta do que deveria, é preciso tomar alguma atitude para mudar a situação.

O ideal é chamar um especialista ou entrar em contato com sua operadora, o problema pode ser com algum equipamento da operadora, um vírus que está prejudicando o seu computador, um fio solto ou alguma peça quebrada no seu modem.

Aos 50 os homens parecem ter vidas sexuais mais felizes do que aos 30. A conclusão é de uma pesquisa feita na Noruega e nos Estados Unidos com mais de mil homens entre 20 e 79 anos. Apesar de problemas como impotência e queda da líbido em homens mais velhos os homens na faixa dos 50 anos afirmaram ter níveis tão altos de satisfação em suas vidas sexuais, quanto os de 20 anos.

A pesquisa foi publicada na revista especializada de urologia BJU International e foi feita por meio de um questionário enviado pelo correio, no qual os homens tinham que dar notas de zero a quatro para seu desempenho sexual – sendo quatro a nota máxima.

Os homens na faixa dos 20 disseram ter uma média de satisfação de 2,79 e foram os que se mostraram mais felizes. O segundo grupo foi os de cinquenta e poucos anos, que tiveram uma média de 2,77. O grupo de 30 a 39 atingiram 2,55 e os de 40 ficaram em média com 2,72.

Satisfação X Desempenho

impotencia masculina como tratar

Depois dos 59, a satisfação foi significativamente reduzida para 2,46 para homens aos 60 e para 2,14 para os homens na faixa dos 70.
Com relação à função sexual, as notas caíram em direção a zero à medida em que os entrevistados ficaram mais velhos. Enquanto aos 20 anos, o desempenho sexual ficou em média de 2,79, aos 70 anos a média caiu para 1,54. A média geral foi de 2,19.

A média de satisfação com ereções ficou em 2,83, mas mostrou queda ao longo da vida. Enquanto os homens aos 20 tiveram 3,63, os homens de 50 anos tiveram 3,03.

Para ambas as idades, os homens estão sujeitos a passar por baixas e altas de ereções, alguns tratamentos alternativos podem ter resultados surpreendentes, como o produto macho macho para homens e suplementos para aumento natural da testosterona.

De acordo com a pesquisadora Sophie, do Rikshospitalet-Radiumhospitalet Trust em Oslo, “os resultados mostram uma grande correlação entre os homens ficando mais velhos e a função sexual reduzida, mas não entre idade e satisfação sexual”.

“A idade só foi responsável pela variação de 3% no total da satisfação sexual”, disse a pesquisadora. “Nossos resultados mostram que, apesar de homens experimentarem mais problemas e terem função sexual reduzida quando ficam mais velhos, isto não necessariamente reflete que eles experimentem menos satisfação na sua vida sexual”, diz a médica.

De acordo com psicólogo especializado em sexualidade masculina, “os homens aos 30 e aos 40 estão muito estressados com coisas como sucesso na carreira, para terem prazer no sexo.”

Mas, segundo Bracey, quando chegam aos 50, os homens estão mais ajustados com o que querem na vida e se importam menos com o que as outras pessoas pensam deles, ficando menos propensos a ansiedade com a própria performance.

Drenagem linfática facial

Você já acordou sentindo seu rosto inchado, principalmente na área dos olhos? Este problema é mais comum do que você pensa e está associado a diversas questões físicas. O agravante mais comum é o excesso de líquidos e toxinas no corpo. Hoje, apresentamos um procedimento não invasivo que pode ajudá-la a prevenir e amenizar este problema: a drenagem linfática facial.

O tratamento estético não é exclusividade das áreas com gordura localizada, ele também é perfeito para tratar a pele do rosto e a retenção na área.

A técnica ativa a circulação, deixa os músculos mais relaxados e estimula o corpo a expelir as toxinas que estão acumuladas e ajudam a causar as linhas de expressão. A pele fica revitalizada, mais macia e sedosa; em alguns casos acontece, até, a amenização de olheiras. As incômodas bolsas nas áreas dos olhos também ficam menos aparentes após o procedimento.

Os passos são semelhantes aos feitos no restante do corpo, com movimentos firmes, mas suaves. As mãos do profissional deslizam por toda a face e pescoço para estimular a abertura dos gânglios e, depois, ele inicia a massagem com mais pressão em todo o rosto. Os benefícios aparecem devido à melhora na circulação do sangue. A drenagem dura, em média, 20 minutos e apresenta melhores resultados a cada sessão.

Não existem contra indicações, inclusive o tratamento é recomendado por profissionais durante o pós-operatório, pois ajuda a diminuir a compressão de líquidos, estimulando o organismo a eliminá-los mais rapidamente.

A drenagem linfática facial deve ser realizada por um profissional de estética qualificado, que analisará seu tipo de pele e determinará quantas sessões são necessárias para atender suas expectativas.

Preenchimento facial com PMMA

A medicina moderna oferece cada vez mais opções para quem deseja retardar os efeitos da idade e ficar com uma aparência mais jovem. O preenchimento facial com PMMA é a novidade da vez e se tornou uma das técnicas mais utilizadas.

Ao contrário dos métodos tradicionais – que utilizam substâncias orgânicas como o ácido hialurônico e o colágeno para moldar o rosto – o preenchimento com PMMA é feito com um produto composto por microesferas de um tipo de plástico.

Por isso, o organismo não absorve naturalmente o PMMA e os preenchimentos têm efeitos permanentes no corpo. Além disso, o procedimento para a aplicação é simples e não necessita de cortes ou anestesias. Essas características fizeram o procedimento se tornar muito popular.

Apesar dos resultados rápidos e sem dor, especialistas alertam para alguns perigos causados pelo uso indiscriminado do PMMA. Em alguns casos, o produto é aplicado em quantidades excessivas ou não tem qualidade garantida, o que pode causar sérias infecções.

Evite os poros dilatados com tratamentos caseiros

Você pode até tomar cuidados diários para evitar manchas e rugas, mas se os poros no seu rosto estiverem dilatados a sua pele vai ficar com aquelas marcas que parecem furinhos. Mas não há motivo para pânico, por que você também pode contornar esse problema com alguns tratamentos caseiros simples.

Como os poros dilatados são causados pela oleosidade da pele, a primeira coisa a ser feita é uma limpeza de pele bem feita. O ideal é utilizar um sabonete específico para o seu tipo de pele e enxaguar com água morna para garantir que o excesso de gordura e as células mortas sejam eliminados do rosto.

Depois de limpar e enxaguar o rosto é preciso aplicar um hidratante na pele, mas é muito importante escolher um produto específico para o seu tipo de pele. Também é preciso ficar atenta à composição do produto para evitar aqueles que contêm óleo, por que esses podem aumentar a oleosidade da pele e causar efeito contrário.

Para reforçar a limpeza e diminuir ainda mais a oleosidade excessiva da pele é indicado o uso de um bom esfoliante. O produto pode ser aplicado na pele suavemente e apenas uma vez por semana para evitar possíveis desgastes. Se você preferir, também é possível fazer um esfoliante caseiro – clique aqui e saiba como.

Os três cuidados citados acima devem ajudar a diminuir ou eliminar os poros dilatados, mas também é preciso tomar cuidado com o excesso de maquiagem e retirar bem a make antes de dormir para manter a pele bem ventilada.

Cuidados na pele do rosto no inverno

Durante o inverno é normal querer se proteger do frio fechando portas e janelas, mas esse hábito ajuda a ressecar a pele, além de nos expor mais aos vírus e bactérias. Por isso, é preciso redobrar o cuidado com a pele, principalmente na região do rosto.

A melhor saída são os cremes hidratantes que ajudam a amenizar os sintomas do ressecamento, como aquela cor esbranquiçada característica da pele danificada. Quem tem pele normal pode passar um creme uma vez por dia, preferencialmente após o banho.

Já as pessoas que têm a pele mais ressecada naturalmente devem aplicar o creme hidratante duas vezes ao dia, pelo menos. Tome cuidado apenas para não exagerar na quantidade e deixar a pele oleosa. Após espalhar o creme a pele não deve ficar molhada ou excessivamente escorregadia.

Os hidratantes usados no rosto devem ser específicos para a região, caso contrário a sua pele pode ficar muito oleosa. A Jequiti conta com uma linha completa de hidratantes para você cuidar bem da pele do seu rosto, mãos, pés e corpo com mais cuidado e atenção.

pele saudavel limpa