Mitos e verdades sobre a sensibilidade nos dentes 

Mitos e verdades sobre a sensibilidade nos dentes 

Um problema que afeta muitas pessoas é a sensibilidade nos dentes. Embora seja uma queixa comum entre os pacientes, ela pode desenvolver-se ao longo de alguns anos, mas se não for tratada, acaba causando algumas complicações à sua saúde oral.

Essa sensibilidade pode surgir devido a uma variedade de fatores e os sintomas podem variar, podendo se estender para outras áreas da boca, como gengiva e queixo.

Conhecida como doença periodontal, as estruturas que protegem os dentes são afetadas, resultando em sensibilidade. Neste artigo, vamos falar sobre as causas, tratamento e prevenção desse problema. Continue lendo!

O que é sensibilidade nos dentes?

A hipersensibilidade nos dentes é uma condição que causa dor intensa, mas leve, quando estimulada por algo muito quente ou muito frio. Isso ocorre principalmente quando há pequenas alterações no esmalte dentário, independentemente da causa.

Dependendo do diagnóstico por trás da reação de hipersensibilidade, alguns tratamentos específicos podem ser solicitados. Alguns deles podem ajudar na estética, como o aparelho invisivel.

Essa é uma condição que se desenvolve ao longo dos anos porque acontece justamente pelo desgaste do esmalte dos dentes, e é comum em pessoas com mais de 20 anos, pois quanto mais jovem você for, melhor será a condição dessa camada nas dentições.

Quando já existe um problema com o esmalte do dente, há tratamentos e opções simples a serem exploradas, como as facetas de porcelana. Elas servem como uma barreira e o contato com as cerdas da escova ou até mesmo alimentos é nulo. 

Também é importante entender que a sensibilidade dentária, embora seja um problema muito comum, requer atenção.

É relevante saber quais são os principais sintomas da sensibilidade dentária e consultar seu dentista, caso apresente algum desses sintomas, pois podem acabar prejudicando tratamentos futuros. 

Por exemplo, para realizar alguns procedimentos odontológicos, como a colocação de prótese dentaria, é preciso que sua arcada dentária esteja saudável e sem sensibilidade. 

Os principais sintomas da sensibilidade nos dentes incluem:

  • Dor ao ingerir alimentos ou bebidas em diferentes temperaturas;
  • Dor ao escovar;
  • Dor ao ingerir alimentos ácidos;
  • Pontadas ao respirar ar frio.

Portanto, se você apresentar algum desses sintomas, não adie sua consulta com seu dentista, pois somente ele poderá orientá-lo da maneira correta e dar as melhores dicas de como evitar que isso aconteça.

É importante lembrar que, a sensibilidade nos dentes pode também prejudicar tratamentos ortodônticos. Isso porque, para que os dentes consigam se alinhar da maneira correta, eles precisam estar fortes e saudáveis.

Caso contrário, o tratamento pode vir a demorar mais tempo que o previsto.

Principais causas da hipersensibilidade

Agora que você entende quais são os principais sintomas desse problema, deve-se compreender algumas das principais causas da sensibilidade nos dentes e as melhores formas de evitar que o problema persista.

Eles são: escovação incorreta, ingestão frequente de alimentos ácidos e acúmulo de estresse. 

Deve-se atentar à sua rotina de higienização bucal. Por exemplo: se você faz um tratamento com ortodontia invisivel e seu dentista diz que a escovação é um dos principais pilares para que tudo ocorra conforme o planejado.

A falta ou a má escovação pode resultar em periodontite, formação de placas bacterianas e, até mesmo, a sensibilidade. 

Os principais mitos e verdades sobre a sensibilidade dentária

Chegou o momento de descobrir quais são os mitos e verdades sobre este tema! Reunimos uma lista das principais dúvidas sobre a sensibilidade dentária:

  1. A sensibilidade dentária é uma doença?

Mito. Os profissionais ressaltam que a sensibilidade nos dentes é causada por problemas comuns, como escovação insuficiente, cárie dentária e outros problemas mais graves, como gengivite. Então é um sintoma, não uma doença.

  1. Tratamentos de clareamento tornam os dentes mais sensíveis

Verdade. Sabemos que muitas pessoas acabam desencorajadas constantemente pelo valor clareamento dental para ter o sorriso perfeito.

Mas é importante lembrar que as substâncias usadas em clareamentos caseiros, se usadas com muita frequência, podem penetrar no esmalte e atingir a dentina – o que pode deixar os dentes temporariamente sensíveis.

Por isso, o valor do clareamento dental em consultório acaba se justificando, por impedir que isso aconteça, afinal, todo o procedimento estará sendo realizado por um profissional treinado.

  1. A escovação dos dentes não influencia na sensibilidade

Mito. Como já dito anteriormente, a escovação inadequada, a força excessiva ou o uso de uma escova com cerdas muito duras podem aumentar o desgaste da camada de esmalte, o que gera a sensibilidade dos dentes.

  1. Existem cremes dentais capazes de proteger os dentes

Verdade. Atualmente, existem cremes dentais recomendados por dentistas com a capacidade de criar uma barreira protetora ao redor da dentina e, assim, aliviar os sintomas de sensibilidade.

Como se prevenir da sensibilidade dentária?

Para evitar esses problemas, as principais ações a serem tomadas incluem saber como controlar a alimentação. Além de tentar manter uma rotina saudável diariamente sem acumular muito estresse, praticando atividade física e bebendo bastante água.

Não deixe de consultar seu dentista para observar o que está acontecendo com sua boca e evitar complicações futuras.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.